AVALIAÇÃO GEOAMBIENTAL DAS MARGENS DA RODOVIA GO-070: trajeto entre as cidades de Goiás (GO) e Itaberaí (GO)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22238/rc24482692202018012343

Palavras-chave:

Meio Físico, Cerrado, Fitofisionomia, Trabalho de campo.

Resumo

A abordagem sobre o Cerrado contida neste trabalho é resultado da experiência de um trabalho de campo da disciplina Morfopedologia e Biogeografia do Cerrado, do Programa de Pós-graduação em Geografia, da Universidade Estadual de Goiás. O objetivo do trabalho foi analisar as características do meio físico e biótico do domínio do Cerrado, em pontos preestabelecidos e avaliar os problemas ambientais decorrentes do processo de uso do solo.  O estudo foi realizado ás margens da rodovia GO-070, entre as cidades de Goiás e Itaberaí, percurso que apresenta variadas formas de relevo, tipos de solo e estrutura geológica, bem como diversos tipos de cobertura vegetal de Cerrado. Foram escolhidos quatorze pontos para levantamento de dados e analises das características do meio físico, da vegetação, da umidade do solo, dos usos do solo e problemas ambientais decorrentes. O estudo permitiu entender a relação sistêmica das características do meio físico com as variadas fitofisionomias do Cerrado e compreender a influência da construção da rodovia e das atividades de agricultura e pastagem, na qualidade ambiental biótica e abiótica do Cerrado.

Palavras-chave: Meio Físico. Cerrado. Fitofisionomia. Trabalho de campo.

 

GEO-ENVIRONMENTAL VALUATION OF THE GO-070 HIGHWAY MARGINS: route between Goiás and Itaberaí cities (Goiás State, Brazil)

ABSTRACT

The approach to the Cerrado contained in this work is the result of the experience of a fieldwork of the discipline Morphopedology and Biogeography of the Cerrado (brazilian savanna), of the PostGraduate Program in Geography, of the Goiás State University. The purpose of this study was to analyze the characteristics of the physical and biotic environment of Cerrado domain, at pre-established points and assess the environmental problems arising from the landuse process. The study was carried out on the banks of the GO-070 highway, between Goiás and Itaberaí cities, route that presents various forms of relief, soil types and geological structure, as well as several types of Cerrado vegetation cover. Fourteen points were chosen for data collection and analysis of the characteristics of the physical environment, of vegetation, of soil moisture, landuse and environmental problems arising. The study made it possible to understand the systemic relationship between the characteristics of the physical environment and the different vegetation types in the Cerrado and to understand the influence of the construction of the highway and of agriculture and pasture activities, in the biotic and abiotic environmental quality of the Cerrado.

Keywords: Physical Environment. Cerrado. Phytophysiognomy. Fieldwork.

 

EVALUACIÓN GEOAMBIENTAL DE LOS MARGENES DE AUTOPISTA GO-070: ruta entre las ciudades de Goiás (GO) e Itaberaí (GO)

RESUMEN

El enfoque del Cerrado contenido en este trabajo es el resultado de la experiencia del trabajo de campo en la disciplina Morfopedología y Biogeografía del Cerrado, del Programa de Posgrado en Geografía, en la Universidad Estatal de Goiás. El objetivo del trabajo fue describir y analizar las características del entorno físico y biótico que hacen parte del Cerrado, en puntos preestablecidos y para evaluar los problemas ambientales resultantes del proceso de uso de la tierra. El estudio se llevó a cabo a orillas de la carretera GO-070, entre las ciudades de Goiás e Itaberaí, una ruta que presenta varias formas de relieve, tipos de suelo y estructura geológica, así como varios tipos de cobertura vegetal en el Cerrado. Se eligieron catorce puntos para la recopilación de datos y el análisis de las características del entorno físico, la vegetación, la humedad del suelo, los usos del suelo y los problemas ambientales resultantes. Este estudio permitió comprender la relación sistémica entre las características del entorno físico y los diversos tipos de vegetación en el Cerrado y comprender la influencia de la construcción de la carretera y las actividades de la agricultura y el pastoreo en la calidad ambiental biótica y abiótica del Cerrado.

Palabras clave: Ambiente físico. Cerrado. Fitofisiognomía. Trabajo de campo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Carlos de Souza, Universidade Estadual de Goiás – UEG, Goiás, Goiás, Brasil

Possui Graduação em Geografia pela Universidade Estadual de Goiás (UEG), Mestrado em Geografia pela Universidade Federal de Goiás (UFG) e Doutorado em Ciências Ambientais pela Universidade Estadual Paulista Júlio Mesquita Filho (UNESP). Atualmente é professor nos Programas de Graduação e Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual de Goiás (UEG).

Ana Domingas Leite da Silva, Universidade Estadual de Goiás – UEG, Goiás, Goiás, Brasil

Possui Graduação em Geografia pela Universidade Estadual de Goiás (UEG).

Aparecida Pereira Salgado, Universidade Estadual de Goiás – UEG, Goiás, Goiás, Brasil

Possui Graduação em Geografia pela Universidade Estadual de Goiás (UEG).

Audirene dos Santos da Mata, Universidade Estadual de Goiás – UEG, Goiás, Goiás, Brasil

Possui Graduação em Geografia pela Universidade Estadual de Goiás (UEG).

Danielle Cristina Godinho, Universidade Estadual de Goiás – UEG, Goiás, Goiás, Brasil

Possui Graduação em Geografia e Especialização em Educação Ambiental pela Universidade Estadual de Goiás (UEG).

Referências

CAVALCANTI, A. P. B. Métodos e Técnicas da Análise Ambiental (Guia para estudos do meio ambiente). Teresina, UFPI/CCHL/DGH, 2006.

CAVALCANTI, A. P. B. Abordagem metodológica do trabalho de campo como prática pedagógica em Geografia. Geografia Ensino & Pesquisa, v. 15, n.2, maio./ago. 2011.

EMATER – Agencia Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária. Classes de solos dos municípios goianos – 2016.

FERREIRA, Idelvone Mendes. Paisagens do Cerrado: Um Estudo do Subsistema de Veredas. Editora da Universidade Católica V 01. 2008, p. 166.

GOIÁS (Estado). Secretária de Indústria de Comércio. Superintendência de Geologia e Mineração. Geomorfologia do Estado de Goiás e Distrito Federal. Por Edgardo M. Latrubesse, Thiago Morato de Carvalho. Goiânia, 2006.

GUERRA, A. T.; GUERRA, A. J. T. Novo Dicionário Geológico-Geomorfológico. 2ª Ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2001.

MOREIRA, M. L. et al. (Orgs.) Geologia do Estado de Goiás e Distrito Federal. Escala 1:500.000. Goiânia: CPRM/SIC-FUNMINERAL, 2008.

MYERS, N.; et al. Biodiversity hotspots for conservation priorities. Nature, 403, p. 853-858, 2000.

RIBEIRO, J. F.; WALTER, B. M. T. As Principais Fitofisionomias do Bioma Cerrado. In: RIBEIRO, J. F. (Edt.Téc.); ALMEIDA, S. P,; SANO, S. M.; (Edt.Téc.). Cerrado: ecologia e flora. Brasília: Embrapa, 2008.

ROSS, J. L. S. Análise Empírica da Fragilidade dos Ambientes Naturais e Antropizados. Revista do Dpto. de Geografia da FFLCH-USP, n. 7. p. 65-74. 1993.

SANO, S. M; ALMEIDA, S. P.; RIBEIRO, J. F. (EDI.). Cerrado: ecologia e flora. Brasília: EMBRAPA, 2008.

SOUZA, J. C.; SOUZA, L. F. TRABALHO DE CAMPO INTEGRADO EM GEOGRAFIA: uma experiência no parque nacional chapada dos veadeiros, Goiás. Ateliê Geográfico Goiânia-GO v. 6, n. 4 Dez/2012 p.237-256 Página 237.

VIADANA, A. G. A excursão geográfica didática (Pontal do Triângulo Mineiro). Rio Claro/SP, LPM – IGCE / UNESP, 2005.

Publicado

2020-04-08

Como Citar

SOUZA, J. C. DE; SILVA, A. D. L. DA .; SALGADO, A. P.; MATA, A. DOS S. DA .; GODINHO, D. C. . AVALIAÇÃO GEOAMBIENTAL DAS MARGENS DA RODOVIA GO-070: trajeto entre as cidades de Goiás (GO) e Itaberaí (GO). Revista Cerrados, v. 18, n. 01, p. 23-43, 8 abr. 2020.