Geografia, livro didático e educação: problematizações da temática agrária no Ensino Fundamental

Autores

DOI:

https://doi.org/10.46551/rc24482692202118%20

Palavras-chave:

Agrarian geography, School content, Textbook, Critical education

Resumo

A finalidade deste trabalho consistiu em analisar a temática agrária no livro didático a partir das perspectivas estudantis detalhadas em questões relacionadas e comparadas com o livro didático adotado: Expedição Geográfica, 6º ano do ensino fundamental (2015). Os procedimentos metodológicos envolveram a aplicação de questionários para 64 estudantes da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Juscelino Kubitschek do município de Santa Luzia d’Oeste, com posterior análise documental do material didático. A lente teórica adotada foi a educação crítica (FREIRE, 1987; 2002), concepção que sustenta as relações indissociáveis entre sociedade e escola com vistas às transformações sociais. Neste sentido, reconhece a importância de os estudantes apreenderem os atuais problemas sociais e ambientais que vêm impactando as estruturas agrárias no Brasil. Conclui-se que as percepções de aprendizagem dos estudantes do 6º ano do Ensino Fundamental acerca das questões agrárias se aproximam das perspectivas descritas pelo livro didático, e este, por sua vez, está correlacionado ao planejamento anual do professor, e assim, postulam uma visão ancorada nas expectativas das políticas neoliberais sem questionar os seus efeitos na região amazônica, demandas para um processo formativo de cunho problematizador.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ricardo Gilson da Costa Silva, Universidade Federal de Rondônia – UNIR, Porto Velho (RO), Brasil

É Graduado em Geografia pela Universidade Federal de Rondônia (UNIR), Mestre em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente pela Universidade Federal de Rondônia (UNIR) e Doutor em Geografia (Geografia Humana) pela Universidade de São Paulo (USP). Atualmente é Professor do Departamento de Geografia - DGEO, coordeandor do Programa de Pós-Graduação Mestrado e Doutorado em Geografia - PPGG e docente do Programa de Pós-graduação Mestrado Profissional Interdisciplinar em Direitos Humanos e Desenvolvimento da Justiça - DHJUS da Universidade Federal de Rondônia (UNIR).

Mirian Pereira Suave, Universidade Federal de Rondônia – UNIR, Porto Velho (RO), Brasil

É Graduada e Mestra em Geografia pela Universidade Federal de Rondônia (UNIR). Atualmente é Professora de Geografia da Rede Pública Estadual de Ensino (SEDUC/RO).

Josélia Gomes Neves, Universidade Federal de Rondônia – UNIR, Ji-Paraná (RO), Brasil

É Graduada em Pedagogia pela Universidade Federal de Rondônia (UNIR), Mestra em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente pela Universidade Federal de Rondônia (UNIR) e Doutora em Educação Escolar pela Universidade Estadual Paulista (UNESP). Atualmente é Professora do Departamento de Educação Intercultural da Universidade Federal de Rondônia (UNIR/Ji-Paraná).

Referências

ADAS, M.; ADAS, S. Expedição Geográfica. 2. ed. v. 6 ano, São Paulo: Moderna, 2015.

AZAMBUJA, L. D. de. O livro didático e o ensino de geografia do Brasil. Revista Brasileira de Educação em Geografia, [S./.], v. 4, n. 8, p. 11–33, 2014. Disponível em; <http://www.revistaedugeo.com.br/ojs/index.php/revistaedugeo/article/view/180>. Acesso em: 13 jul. 2020.

BEM, A. A. Geografia Agrária nos Livros Didáticos: Primeira Aproximação para Uma Crítica do Conteúdo que Ensina na Escola. Rev. Ens. Geogr., Uberlândia, v. 2, n. 3, p. 137-150, jul./dez. 2011. Disponível em: <http://www.revistaensinogeografia.ig.ufu.br/N.3/Art%207%20REG%20v2n3%20BEM.pdf >. Acesso em: 30 abr. 2021.

BHABHA, H. O local da cultura. 2. ed. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2013.

BRASIL. Instituto Nacional de Geografia e Estatística (IBGE). Análise de Gênero no Espaço Rural. Brasília: IBGE, 2010.

BRASIL. Lei nº. 11.645/2008. Inclusão no currículo oficial da rede de ensino a obrigatoriedade da temática ―História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena‖ Brasília, 2008. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br>. Acesso em: 13 jul. 2009.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Geografia. (3º e 4º ciclos do ensino fundamental). Brasília: MEC,1998.

CALLAI, H. C. A formação do profissional da Geografia. Ijuí: Ed. Unijuí, 2013.

CALLAI, H. C. Estudar o Lugar para Compreender o Mundo. In: CASTROGIOVANNI, A. C. (org.). Ensino de Geografia: práticas e textualização no cotidiano. Porto Alegre: Mediação, 2009. p. 83-134.

CALLAI, H. C. O estudo do município ou a Geografia nas séries iniciais. In: CASTROGIOVANNI, A. C.; CALLAI, H. C; SCHÄFFER, N. O; KAERCHER, N. A. Geografia em sala de aula: práticas e reflexões. 4. ed. Porto Alegre: UFRGS/AGB, 2003.

CALLAI. H. C. Educação Geográfica: ensinar e aprender Geografia. In: CASTELHAR, S. M. V.; MUNHOZ, G. B. (org.). Conhecimentos Escolares e Caminhos Metodológicos. São Paulo: Xamâ, 2012. p. 73-87.

CARVALHO, F. A. de. Agronegócio, mídia e ensino de Geografia. 2014. 120 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Programa de Pós-Graduação em Geografia, UEL, Londrina, 2014.

CAVALCANTI, L. S. Geografia escolar na formação e prática docentes: o professor e seu conhecimento geográfico. In: SILVA, A. M. M. et al. Educação Formal e não formal, processos formativos, saberes pedagógicos: Recife: Anais ENDIPE, 2006. p. 109-126.

COSTA, C. L. A Presença e Ausência do Debate de Gênero na Geografia do Ensino Fundamental e Médio. Revista Latino-americana de Geografia e Gênero, Ponta Grossa, v. 2, n. 2, p. 76-84, ago./dez. 2011.

COSTA SILVA, R. G. Dinâmicas territoriais em Rondônia: conflitos na produção e uso do território no período de 1970/2010. 2010. 222 f. Tese (Doutorado em Geografia), Universidade de São Paulo – USP, São Paulo, Brasil, 2010.

COSTA SILVA, R. G. Das margens do Madeira ao interior da floresta: percursos da formação sócioespacial de Rondônia (1970-1995). In: ALMEIDA SILVA, A; NASCIMENTO SILVA, M. G. S; SILVA, R. G. C. (Orgs.) Colonização, Território e Meio Ambiente em Rondônia: Reflexões geográficas 1ed. Curitiba: Editora SK, 2012, v. 1, p. 58-82.

COSTA SILVA, R. G. Espaço, sociedade e natureza em Rondônia. Revista Geoamazônia, [S./l.], v. 1, p. 144-165, 2014. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.17551/2358-1778/geoamazonia.n2v1p144-165>. Acesso: 12 dez. 2020.

COSTA SILVA, R. G; CONCEIÇÃO, F. S. Agronegócio e campesinato na Amazônia brasileira: transformações geográficas em duas regiões nos estados de Rondônia e Pará. Geographia (UFF), [S./l.], v. 19, p. 54-72, 2017. Disponível em: <https://periodicos.uff.br/geographia/article/view/13819>. Acesso em: 10 fev. 2021.

COSTA SILVA, R.; NEVES, J. G. Território, Direitos Humanos e Educação do/no Campo na Amazônia. Rev. Educ. Pública, Cuiabá, v. 27, n. 65, p. 635-655, maio/ago. 2018. Disponível em: <https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/educacaopublica/article/view/6887>. Acesso em: 10 mar. 2021.

COSTA, C. L. A Presença e Ausência do Debate de Gênero na Geografia do Ensino Fundamental e Médio. Revista Latino-americana de Geografia e Gênero, Ponta Grossa, v. 2, n. 2, p. 76-84, ago./dez. 2011.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

FREIRE, P. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. 26. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2002.

GERHARDT, T. E.; SILVEIRA, D. T. (org.). Métodos de Pesquisa. Porto Alegre: Ed. UFRGS, 2009.

IBGE. Instituto Nacional de Geografia e Estatística. Estatística de Gênero. Uma análise dos resultados do Censo Demográfico de 2010. Estudos e pesquisas. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br. Acesso em:

LIMA, L. A. P; COSTA SILVA, R. G. Cartografia das hidroestratégias na Amazônia brasileira. ACTA Geográfica, Boa Vista, v.12, n.28, jan./abr. de 2018. pp. 129-142. Disponível em: <https://revista.ufrr.br/actageo/article/view/4510>. Acesso em: 18 abr. 2021.

NASCIMENTO SILVA, M. G. S. Reflexos das políticas públicas desenvolvidas e o empoderamento das mulheres em assentamentos rurais. In: ALMEIDA SILVA, A.; NASCIMENTO SILVA, M. G. S.; COSTA SILVA, R. G. (org.). Colonização, Território e Meio Ambiente em Rondônia: reflexões geográficas. Curitiba: SK Editora; Porto Velho: PPGG/UNIR, 2012.

NEVES, Josélia Gomes. Currículo Intercultural: processo de aplicação da Lei 11.645 /2008 nas escolas públicas da Amazônia. Revista Partes, São Paulo, 2013. Disponível em: <http://www.partes.com.br/2013/05/15/curriculo-intercultural/>. Acesso em: 15 jul. 2016.

PONTUSCHKA, N. N. A geografia: pesquisa e ensino. In: CARLOS, A. F. A. (Org.) Novos Caminhos da Geografia. São Paulo: Contexto, 1999, p.111-142.

PRADO, Clodoaldo José Bueno do. O livro didático de geografia do 6º ao 9º ano do ensino fundamental: estudo da linguagem cartográfica sob o foco da formação da consciência espacial cidadã. 2014. 257f. Dissertação (Mestrado em Educação), Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2014.

PRINTES, R. B. Presença indígena nos livros didáticos de geografia. Revista Brasileira de Educação em Geografia. Campinas, v. 4, n. 8, p. 195-220, jul./dez., 2014. Disponível em: <http://www.revistaedugeo.com.br/ojs/index.php/revistaedugeo>. Acesso em: 15 fev. 2021.

RIBEIRO, A. F. A.; COSTA SILVA, R. G.; CORREA, S. S. Geografia da soja em Rondônia: monopolização do território, regionalização e conflitos territoriais. Campo – Território, Uberlândia, v. 10, p. 180-201, 2015. Disponível: <http://www.seer.ufu.br/index.php/campoterritorio/article/viewFile/28439/17010>. Acesso em: 26 abr. 2021.

RONDÔNIA. Referencial Curricular para o Estado de Rondônia – Ensino Fundamental. Porto Velho: DEDUC/RO, 2020.

ROSSINI, R. E. Geografia e gênero: a mulher na lavoura canavieira paulista. 1988. 364 f. Tese (Livre Docência), FFL/USP, São Paulo, 1988.

SACRITÁN, J. Gimeno. O Currículo: uma Reflexão sobre a Prática. 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 2000.

SALES, A. L. P.; VINHAL, T. P. A mediação didática da Geografia e o livro. Caderno Prudentino de Geografia, Presidente Prudente, n. 35, v.1, p.78-89 jan./jul.2013. Disponível em: <https://revista.fct.unesp.br/index.php/cpg/article/view/1870/2411> Acesso em: 10 jan. 2021.

SANTOS, M. A natureza do espaço: técnica e tempo, razão e emoção. São Paulo: HUCITEC, 1996, 308 p.

SILVA, C. M; ARCHANJO, D. R. Despindo preconceitos: (re)conhecendo os movimentos sociais no Brasil através de suas lutas pela reforma agrária. Guaju, Matinhos, v.5, n.1, p. 15-32, jan./jun. 2019. Disponível em: <https://revistas.ufpr.br/guaju/article/view/65735/39237>. Acesso: 29 abr. 2021.

SUAVE, M. P. Dinâmica Agrária em Rondônia: proposições para o ensino de geografia nos anos finais do ensino fundamental. 2019. 283 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Programa de Pós-graduação em Geografia – PPGG, Universidade Federal de Rondônia-UNIR, Porto Velho, 2019.

TAVARES, F. G. O. O ensino de Geografia Agrária na escola pública: currículo e sala de aula. 2016. 100 f. Monografia (Trabalho de Conclusão de Graduação em Geografia) – Departamento de Geografia, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016.

TORRES SANTOMÉ, Jurjo. Currículo escolar e justiça social: o cavalo de Troia da educação. Porto Alegre: Penso, 2013.

ZAVALA, Rafael. O papel da mulher na segurança alimentar. FAO no Brasil, 14/10/2019. Disponível em: <http://www.fao.org/brasil/noticias/detail-events/pt/c/1238916/>. Acesso: 29 abr. 2021.

Downloads

Publicado

2021-07-01

Como Citar

SILVA, R. G. da C.; SUAVE, M. P.; NEVES, J. G. Geografia, livro didático e educação: problematizações da temática agrária no Ensino Fundamental. Revista Cerrados, [S. l.], v. 19, n. 02, p. 20–51, 2021. DOI: 10.46551/rc24482692202118 . Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/cerrados/article/view/3878. Acesso em: 19 out. 2021.