Conceitos básicos da Geologia e Geomorfologia no contexto dos aspectos fisiográficos de Montes Claros e Norte de Minas Gerais

Autores

  • Ronaldo Alves Belém Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES

Palavras-chave:

Geologia, Geomorfologia, Geografia Física, Ensino.

Resumo

O ensino dos conceitos da Geologia e da Geomorfologia no ensino básico é de grande importância para a compreensão dos processos espaciais, mas as noções básicas ligadas a essas ciências são mais complexas, o que exige dos professores uma preocupação maior com o conteúdo de Geografia Física. E uma das preocupações mais prementes dos educadores diz respeito à necessidade de se ensinar a Geografia Física dentro de um contexto que considera
a realidade dos alunos. Nessa perspectiva os educandos têm um interesse maior na matéria e aprendem o conteúdo de uma maneira em que se sentem como parte do processo de ensino e aprendizagem. Assim, faz-se necessário que as pesquisas que estejam dentro desta proposta sejam valorizadas no sentido de se criar o maior número possível de dados e informações que possam ser usados nas escolas. Nesse sentido, procurou-se neste artigo fazer algumas considerações acerca dos conceitos básicos da Geologia e da Geomorfologia na tentativa de disponibilizar uma base teórica que possa ajudar os professores do Norte de Minas a ensinarem a Geografia Física a partir da realidade da região. A metodologia utilizada baseia-se em referencial teórico e observações de campo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ronaldo Alves Belém, Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES

Professor do Departamento de Geociências da Universidade Estadual de Montes Claros/UNIMONTES. Doutorando em Geografia – Analise Ambiental pela Universidade Federal de Minas Gerais/UFMG. Bolsista da Capes.

Referências

BAGGIO,H; BELÉM, R. A. Caderno Didático de Geomorfologia. Montes Claros: UAB/UNIMONTES,75pag. 2010.

BELEM, R.A. A Distribuição e caracterização fitogeográfica do Caryocar brasiliense(pequizeiro) em Montes Claros, MG.1997.80f. Monografia de graduação. Instituto de Geociências, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 1997.

BELEM, R.A. Caminhadas no Parque: um projeto de educação ambiental para o Parque Municipal da Sapucaia – Montes Claros-MG. 2002. 55f. Monografia (Especialização em Geografia, Ensino e Meio Ambiente) – Departamento de Geociências, Universidade Estadual de Montes Claros, Montes Claros, 2002.

BELEM, R.A. Zoneamento ambiental e os desafios da implementação do Parque Estadual Mata Seca, Município de Manga, Norte de Minas. 2008.168f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Instituto de Geociências, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2008.

BRANDT , W. et al Relatório de impacto ambiental da área de exploração mineral da companhia de materiais sulfurosos de Montes Claros-MATSULFUR. Belo Horizonte: Brandt Meio Ambiente, 1991.

BRASIL, H. O. História do desenvolvimento de Montes Claros. Montes Claros:Leme, 1983.

Companhia Mineradora de Minas Gerais – COMIG. Mapa Geológico do Estado de Minas Gerais. Belo Horizonte: COMIG,, 2003. Escala 1:1.000.000.

GUERRA, A. T & GUERRA,A.J.T. Dicionário Geológico-Geomorfológico. Rio de Janeiro, Bertrand Brasil, 2001.

JATOBÁ, L; LINS, R.C. Introdução à Geomorfologia. Recife: Edições Bagaço, 2008, 244p.

KOHLER, Heinz Charles. Geomorfologia Cárstica. In: Geomorfologia – umaatualização de base e conceitos/org. Antonio José Teixeira Guerra e Sandra Baptista Cunha. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1994.

LEINZ, V; AMARAL, S, E. Geologia Geral. São Paulo: Moderna. 1995.

LOPES, J.N. Faciologia e gênese dos carbonatos do Grupo Bambuí na região de Arcos, Estado de Minas Gerais.1995.180f. Dissertação (Mestrado em Geologia Sedimentar) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 1995.

PAULA, H. Montes Claros, sua história, sua gente e seus costumes. V1. Belo Horizonte: Minas Gerais, 1979.

PENTEADO, M. M. Fundamentos de Geomorfologia. 3°Edição. Rio de Janeiro: IBGE, 1989.

PINTO, C. P.; MARTINS-NETO, M. Bacia do São Francisco: Geologia e recursos naturais. Belo Horizonte: SBG/MG, 2001, 349p.

PRESS, F. et al. Para entender a Terra. Porto Alegre: Bookman, 2006, 656p.

ROSS, J.L.S. Geomorfologia: ambiente e planejamento. São Paulo: Editora Contexto, 1990. 85p.

SAADI, A. A Geomorfologia da Serra do Espinhaço e de suas margens. In: Geonomos, revista de geociências. BH: UFMG, n1, v. 3, julho de 1995.

SILVA, A. B. Estudos Hidrogeológicos do aqüífero cárstico da região de Montes Claros-MG. (Folha Capitão Enéias), BH:IGC/UFMG, 1989.

TEIXEIRA, et al. Decifrando a Terra. São Paulo:Oficina de textos, 2001.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS – UFLA; INSTITUTO DE FLORESTAS – IEF. Mapas e Inventário da flora natural e dos reflorestamentos de Minas Gerais. Lavras: UFLA, 2006.

Downloads

Publicado

2012-12-31

Como Citar

BELÉM, R. A. Conceitos básicos da Geologia e Geomorfologia no contexto dos aspectos fisiográficos de Montes Claros e Norte de Minas Gerais. Revista Cerrados, [S. l.], v. 10, n. 01, p. 146–168, 2012. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/cerrados/article/view/3016. Acesso em: 20 ago. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)