ANÁLISE MORFODINÂMICA DE AMBIENTES COSTEIRO E ESTUARINO DO MUNICÍPIO DE GOIANA, LITORAL NORTE DO ESTADO DE PERNAMBUCO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22238/rc244826922020180183106

Palavras-chave:

Processos morfodinâmicos, Ambiente costeiro, Goiana-PE

Resumo

O município de Goiana, desde a década 2000, vem apresentando um considerável crescimento socioeconômico oriundo da implementação de empreendimentos que estão influenciando sobre o aumento da ocupação da zona costeira municipal. Para a pesquisa ora apresentada, utilizou-se de imagens de satélite do Google Earth Pro para a análise espaço-temporal da evolução das unidades geomorfológicas delimitadas e mapeamento. Através do ArcGis 10.3, vetorizou-se os modelos evolutivos finais do relevo, assim como produziu-se mapas de uso e ocupação da terra, além da obtenção de dados de campo através de uma check list que correlaciona processos e feições costeiras a elementos da paisagem natural e antrópica e seus respectivos estágios morfodinâmico. A área de estudo compreende as unidades de praia de Ponta de Pedras e Carne de Vaca, além do ambiente estuarino do rio Megaó. A partir dos resultados, constatou-se que a maior parte das áreas de estudo caracteriza-se como pertencente ao estágio morfodinâmico de meio Integrade, devido à identificação de geoindicadores de erosão quanto a de estabilidade do meio. Os processos morfodinâmicos encontrados nas unidades geomorfológicas encontram-se intrinsecamente relacionados com os processos de urbanização das zonas costeiras.

Palavras-chave: Processos morfodinâmicos. Ambiente costeiro. Goiana-PE.

 

MORPHODYNAMIC ANALYSIS OF COASTAL AND ESTUARINE ENVIRONMENTS OF THE MUNICIPALITY OF GOIANA, NORTH COAST OF THE STATE OF PERNAMBUCO

ABSTRACT

The municipality of Goiana, since the 2000s, has been showing considerable socioeconomic growth due to the implementation of projects that are influencing the increase in the occupation of the municipal coastal zone. For the research now presented, Google Earth Pro satellite images were used for the spatio-temporal analysis of the evolution of the delimited geomorphological units and mapping. Through the ArcGis 10.3, the final evolutionary models of the relief were vectored, as well as maps of land use and occupation were produced, in addition to obtaining field data through a check list that correlates coastal processes and features to landscape elements. natural and anthropic and their respective morphodynamic stages. The study area comprises the Ponta de Pedras and Carne de Vaca beach units, in addition to the estuary environment of the Megaó River. From the results, it was found that most of the study areas are characterized as belonging to the morphodynamic stage of Integrade medium, due to the identification of erosion geoindicators as to the stability of the medium. The morphodynamic processes found in the geomorphological units are intrinsically related to the urbanization processes of coastal areas.

Keywords: Morphodynamic processes. Coastal environment. Goiana-PE. 

 

ANÁLISIS MORFODINÁMICO DE AMBIENTES COSTEROS Y ESTUARINOS DEL MUNICIPIO DE GOIANA, COSTA NORTE DEL ESTADO DE PERNAMBUCO

RESUMEN

El municipio de Goiana, desde la década de 2000, ha mostrado un considerable crecimiento socioeconómico debido a la implementación de proyectos que están influyendo en el aumento de la ocupación de la zona costera municipal. Para la investigación ahora presentada, las imágenes de satélite de Google Earth Pro se utilizaron para el análisis espacio-temporal de la evolución de las unidades geomorfológicas delimitadas y el mapeo. A través de ArcGis 10.3, se vectorizaron los modelos evolutivos finales del relieve, así como también se produjeron mapas de uso y ocupación del suelo, además de obtener datos de campo a través de una lista de verificación que correlaciona los procesos y características costeros con los elementos del paisaje. natural y antrópico y sus respectivas etapas morfodinámicas. El área de estudio comprende las unidades de playa Ponta de Pedras y Carne de Vaca, además del entorno del estuario del río Megaó. A partir de los resultados, se encontró que la mayoría de las áreas de estudio se caracterizan por pertenecer a la etapa morfodinámica del medio Integrade, debido a la identificación de geoindicadores de erosión en cuanto a la estabilidad del medio. Los procesos morfodinámicos encontrados en las unidades geomorfológicas están intrinsecamente relacionados con los procesos de urbanización de las zonas costeras.

Palabras-clave: Procesos morfodinámicos. Ambiente costero. Goiana-PE.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Júlia Stefane da Silva Vieira, Universidade Federal de Pernambuco – UFPE, Recife, Pernambuco, Brasil

Graduanda no curso de licenciatura em Geografia pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Atualmente é bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica - PIBIC na área de Geomorfologia Estrutural e professora voluntária no Pré-Acadêmico Professores 3° Milênio - UFPE.

Lucas Reis, Universidade Federal de Pernambuco – UFPE, Recife, Pernambuco, Brasil

Atualmente cursa Graduação em Geografia pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

Osvaldo Girão da Silva , Universidade Federal de Pernambuco – UFPE, Recife, Pernambuco, Brasil

Possui Graduação em Geografia pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Mestrado em Geografia pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e Doutorado em Geografia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Atualmente é Professor do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

Referências

ARAI, Mitsuru. A grande elevação eustática do Mioceno e sua influência na origem do Grupo Barreiras. Geologia USP. Série Científica, v. 6, n. 2, p. 1-6, 2006.

BIRD, Eric. Coastal Geomorphology: An Introduction. 2 ed. Chichester, West Sussex: John Wiley & Sons, Ltd, 2011.

CABRAL, Cláudio J.; SILVA, Wemerson F.; GIRÃO, Osvaldo. Impactos ambientais derivados do uso e ocupação da linha de costa em trechos das praias de Pau Amarelo e Maria Farinha - Município de Paulista/PE: Estudo preliminar. Revista da Casa da Geografia de Sobral (RCGS), v. 16, p. 74-88, 2014.

CABRAL, Cláudio J.; SILVA, Wemerson F.; GIRÃO, Osvaldo. Impactos ambientais derivados do uso e ocupação da linha de costa em trechos das praias de Pau Amarelo e Maria Farinha - Município de Paulista/PE: Estudo preliminar. Revista da Casa da Geografia de Sobral (RCGS), v. 16, p. 74-88, 2014.

CAMERON, W. M. e PRITCHARD, D. W. Estuaries. In: Hill, M.N. (ed.) The Sea. Ideas and Observations on Progress in the Study of the Seas. New York: Intersci., 1963.

CALLIARI, L.J.; MUEHE, D.; HOEFEL, F.G.; TOLDO JR, E. Morfodinâmica Praial: uma breve revisão. Revista Brasileira de Oceanografi a, São Paulo, v. 51, p. 63 – 78, 2003.

CHORLEY, R. J. Geomorphology and General Systems Theory. U. S. Geology Survey. Prof. Paper (500-B), p. 1-10, 1962.

CHORLEY, R. J. e KENNEDY, B. A. Physical Geography: A systems approach. Londres: Prentice Hall. 1971.

CPRH - Companhia Pernambucana de Meio Ambiente. Diagnóstico socioambiental do Litoral Norte de Pernambuco. Recife, Brasil: CPRH, 2003.

DALRYMPLE, R. W., ZAITLIN, B. A. e BOYD, R. Estuarine facies models: Conceptual basis and stratigraphic implications. Journal of Sedimentary Petrology, v. 62, p. 1130-1146, 1992.

DAVIDSON-ARNOTT, Robin. Introduction to Coastal Processes and Geomorphology. New York: Cambridge University Press, 2010.

HASLETT, Simon K. Coastal systems. 2 ed. Londres: Routledge, 2009.

MANSO, Valdir do Amaral Vaz et al. Erosão e Progradação do litoral brasileiro: Pernambuco. Laboratório de Geologia e Geofísica Marinha – LGGM, p. 179-196, 2006.

MASSELINK, Gerhard, HUGHES, Michael G. e KNIGHT, Jasper. Introduction to Coastal Processos & Geomorphology. 2 ed. Londres: Hodder Education, Hachette UK Company. 2011.

MUEHE, Dieter. Aspectos gerais da erosão costeira no Brasil. In: Mercator-Revista de Geografia da UFC, v. 4, n. 7, p. 97-110, 2005.

MUEHE, D. O litoral brasileiro e sua compartimentação. In: Guerra A. J. T., Cunha S. B. (Eds.). In: Geomorfologia do Brasil. Bertrnand Brasil, Rio de Janeiro, 1998, 273-350.

MUEHE, Dieter. Critérios Morfodinâmicos para o Estabelecimento de Limites da Orla Costeira para fins de Gerenciamento. Revista Brasileira de Geomorfologia, v. 2, v. 1, p. 35 - 44, 2001.

Projeto Orla - Fundamentos para gestão integrada. Brasília: Ministério do Meio Ambiente - Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, 2006.

PRITCHARD, D. W. Salinity Distribution and circulation in the Chesapeake Bay Estuarine System. Jornal Mar. Res., v. 11, n. 1, p.106-123. 1952.

TRICART, J. Ecodinâmica. Rio de Janeiro: FIBGE, 1977.

VILES, H.; SPENCER, T. (1995). Coastal problems: geomorphology, ecology and society at the coast. Oceanographic Literature Review, v. 9, n. 42, 812.

VITAL, Saulo R.; GIRÃO, Osvaldo. Análise da suscetibilidade da paisagem à erosão na bacia do alto curso do rio Taperoá (PB). Okara: Geografia em Debate (UFPB), v. 9, p. 4-25, 2015.

Publicado

2020-04-20

Como Citar

STEFANE DA SILVA VIEIRA, J.; HENRIQUE RIBEIRO REIS, L. .; GIRÃO DA SILVA , O. . ANÁLISE MORFODINÂMICA DE AMBIENTES COSTEIRO E ESTUARINO DO MUNICÍPIO DE GOIANA, LITORAL NORTE DO ESTADO DE PERNAMBUCO. Revista Cerrados, v. 18, n. 01, p. 83-106, 20 abr. 2020.