Considerações acerca da territorialização dos serviços na cidade de Montes Claros/MG

Autores

  • Anete Marilia Pereira Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES, Montes Claros, Minas Gerais, Brasil. https://orcid.org/0000-0001-7084-7109
  • Iara Soares de França Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES, Brasil, Minas Gerais, Brasil.
  • Marcos Esdras Leite Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES, Brasil, Minas Gerais, Brasil.
  • Valéria Aparecida Moreira Costa Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES, Brasil, Minas Gerais, Brasil.
  • Isabella Cristina Cordeiro da Silva Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES, Brasil, Minas Gerais, Brasil.

Palavras-chave:

Território, Serviços, Centralidade, Montes Claros.

Resumo

O processo de produção e reprodução do espaço urbano é caracterizado principalmente pela urbanização que se concretiza, sobretudo, pela expansão da malha urbana e pela implantação de novos empreendimentos econômicos. Sendo assim, cada cidade é tomada pela singularidade, constituída por contradições e ideologias específicas, que viabilizam o sistema de redes de consumo construindo uma relação de troca de bens e serviços entre cidades e seu entorno regional. Nesta perspectiva, destaca-se Montes Claros, considerada cidade média e polo regional, tanto pelos serviços prestados à população de cidades circunvizinhas, quanto pelo comércio, fatores que ampliam o fluxo diário de pessoas. Essa centralidade regional afeta o espaço intra-urbano, pois há uma organização espacial dos serviços no propósito de atender à demanda regional.  Neste contexto, o presente artigo busca analisar a territorializaçao dos serviços no espaço intra-urbano da cidade de Montes Claros, decorrente do papel de centro polarizador que a mesma exerce na região Norte de Minas. A metodologia utilizada para o desenvolvimento do artigo consistiu em revisão bibliográfica, pesquisas documentais e empíricas para identificar a territorializaçao. Os resultados permitem refletir sobre a dinâmica destes múltiplos territórios no espaço urbano da referida cidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Anete Marilia Pereira, Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES, Montes Claros, Minas Gerais, Brasil.

Possui graduação em Geografia pela Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES), Mestrado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Doutorado em Geografia pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Atualmente é professora do Departamento de Geociências, atuando também no Programa de Pós-Graduação em Geografia (PPGEO) e no Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Social (PPGDS) da Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES).

Iara Soares de França, Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES, Brasil, Minas Gerais, Brasil.

Possui graduação em Geografia pela Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES), Mestrado e Doutorado em Geografia pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Atualmente é professora do Departamento de Geociências, atuando também no Programa de Pós-Graduação em Geografia (PPGEO) e no Programa de Pós-Graduação em Sociedade Ambiente e Território (PPGSAT) da Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES).

Marcos Esdras Leite, Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES, Brasil, Minas Gerais, Brasil.

Possui graduação em Geografia pela Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES), Mestrado e Doutorado em Geografia pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Atualmente é professor do Departamento de Geociências, atuando também no Programa de Pós-Graduação em Geografia (PPGEO) e no Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Social (PPGDS) da Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES).

Valéria Aparecida Moreira Costa, Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES, Brasil, Minas Gerais, Brasil.

Graduanda em Geografia pela Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES) e Bolsista de Iniciação Científica (FAPEMIG).

Isabella Cristina Cordeiro da Silva, Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES, Brasil, Minas Gerais, Brasil.

Graduanda em Engenharia Civil pela Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES e Bolsista de Iniciação Científica (FAPEMIG).

Referências

ARAÚJO, C. V. B. Ensino superior brasileiro: expansão e transformação a partir dos anos 1990. Dissertação de Mestrado. Universidade Estadual de Montes Claros - Unimontes, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Social/PPGDS, 2014.

CASTELO BRANCO, Mª Luíza. Cidades médias no Brasil. In: SPOSITO, M.E.B. SOBARZO, O. (Org). Cidades Médias: produção do espaço urbano e regional. São Paulo: Expressão Popular, 2006.

CASTILHO, C.J. de M.. As Atividades dos serviços, sua história e seu papel na organização do espaço urbano: uma “nova” perspectiva para a análise geográfica? Revista de Geografia, Recife, v. 14, n. 1/2, p.29-89, jan./dez. 1989

DEMATTEIS, Giuseppe. O território: uma oportunidade para repensar a geografia. In: SAQUET, M. A. Abordagens e Concepções de Território. São Paulo: Expressão Popular, 2007.

FRANÇA, I. S. As novas centralidades de uma cidade média: o exemplo de Montes Claros no Norte de Minas Gerais. 2007. 240 f. Dissertação de Mestrado em Geografia. UFU, Universidade Federal de Uberlândia, Minas Gerais, 2007.

FRANÇA, I. S. ; QUEIROZ, C. G. T. Rede urbana regional e os fluxos no setor de saúde no norte de Minas Gerais. Hygeia: Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde (Uberlândia), v. 9, p. 204-222, 2013.

FUNDAÇÃO JOÃO PINHEIRO. Produto Interno Bruto de Minas Gerais (PIB) - 2013. Disponível em http://fjp.mg.gov.br/index.php/produtos-e-servicos1/2745-produto-interno-bruto-de-minas-gerais-pib-2

HAESBAERT, Rogério. Território e multiterritorialidade: Um Debate: GEOgraphia, n.17, p. 5-20, 2007.

________. Des-territorialização e identidade: a rede gaúcha no nordeste. Niterói: UFF, 1997.

_______. O mito da desterritorialização: do “fim dos territórios” à multi- territorialidade. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2004.

______.Territórios Alternativos. São Paulo: Contexto, 2006.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Censo Demográfico, 2010. Disponível em: http://www.censo2010.ibge.gov.br

LEFEBVRE, H. Lu Production de 1'Espace. Paris: Anthropos, 1974.

RAFFESTIN, Claude. Por uma geografia do poder. Tradução de Maria Cecília França. São Paulo: Ática, 1993.

SANTOS, Milton; SILVEIRA, Maria L. O Brasil: território e sociedade no início do século XXI. São Paulo: Editora Record, 2001.

SANTOS, Milton. Espaço e método. São Paulo: Nobel, 1985.

SANTOS, Milton. O dinheiro e o território. GEOgraphia, Rio de Janeiro, Ano 1. n. 1, p. 7-13, 1999.

SAQUET, Marcos Aurélio. Entender a produção do espaço geográfico para compreender o território. In: SPOSITO, E. (org.) Produção do espaço e redefinições regionais: a construção de uma temática. Presidente Prudente/SP: FCT/UNESP/GAsPERR, 2005.

_______. Por uma geografia das territorialidades e das temporalidades: uma concepção multidimensional voltada para a cooperação e para o desenvolvimento territorial. São Paulo: Outras Expressões, 2011.

______. Abordagens e Concepções de Território. São Paulo: Expressão Popular, 2007.

SAQUET, Marcos Aurélio; BRISKIEVICZ, Michele. Territorialidade e identidade: Um patrimônio no desenvolvimento territorial. Caderno Prudentino de Geografia, n. 31, p.3-16, 2009.

SINGER, Paul.O uso do solo urbano na economia capitalista. In: MARICATO, E. A produção capitalista de casa e (da cidade) no Brasil industrial. São Paulo: Alpha-Omega, 1979. p. 21-36.

SOUZA, M. L. de. O território: sobre espaço e poder, autonomia e desenvolvimento. In: CASTRO, I. E. de; GOMES, P. C. da C.; CORRÊA, R. L. (org.) Geografia: Conceitos e Temas. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1995.

SPOSITO, Eliseu Savério. Sobre o conceito de território: um exercício metodológico para a leitura da formação territorial do sudoeste do Paraná. In: RIBAS, A. D.; SPOSITO, E. S.; SAQUET, M. A. Território e Desenvolvimento: diferentes abordagens. Francisco Beltrão: Unioeste, 2004

SPOSITO, M. E. B. As cidades médias e os contextos econômicos contemporâneos. In: SPOSITO, M. E. B. (org.). Urbanização e cidades: perspectivas geográficas. Presidente Prudente: [s.n.], 2001. p.609-643.

Downloads

Publicado

2016-06-26

Como Citar

PEREIRA, A. M.; FRANÇA, I. S. de .; LEITE, M. E. .; COSTA, V. A. M. .; SILVA, I. C. C. da . Considerações acerca da territorialização dos serviços na cidade de Montes Claros/MG. Revista Cerrados, [S. l.], v. 13, n. 01, p. 140–155, 2016. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/cerrados/article/view/1427. Acesso em: 12 ago. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

<< < 1 2 3 4 5 > >>