A “formação das almas” sertanejas: quando o povo percebe a república e o poder em uma região do interior das Minas

Autores

  • Alysson Luiz Freitas de Jesus Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES, Brasil, Minas Gerais, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.22238/rc24482692v14n22016p141a160

Palavras-chave:

sociedade; poder; norte de Minas; ação política.

Resumo

O presente artigo tem como objetivo avaliar o contexto de início da República na região norte-mineira, especialmente a partir da ação política popular nesse contexto. A ideia é apresentar uma sociedade mais dinâmica, com maior capacidade de organização política, que procurou resolver as suas demandas por meio de instrumentos variados da ação política. A partir do estudo de documentos da Administração Pública da cidade, bem como jornais impressos, como o Correio do Norte, buscamos acesso ao cotidiano das relações na região, demonstrando como as ações coletivas se configuraram como elemento conformador da identidade política norte-mineira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alysson Luiz Freitas de Jesus, Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES, Brasil, Minas Gerais, Brasil.

Possui Graduação em História pela Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES), Mestrado em História pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Doutorado em História Social pela Universidade de São Paulo (USP). Atualmente é professor do Departamento de História e do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES) e professor das Faculdades Santo Agostinho - Montes Claros.

Referências

Fontes

APMC – Administração Pública de Montes Claros

JCN – Jornal Correio do Norte

REFERÊNCIAS

ALMEIDA, Alessandro de. Um voto pelo amor de Deus: Religiosidade cristã e política – Montes Claros – 2000 a 2004. Montes Claros: Unimontes, 2008.

BRITO, Gy Reis Gomes de. Montes Claros: da construção ao progresso – 1917-1926. Montes Claros: Unimontes, 2006.

CARDOSO, Edi de Freitas. Experiência e poder na urbe em expansão: “cultura política popular” em Montes Claros/MG entre 1930 e 1964. Dissertação de Mestrado em História, Belo Horizonte, UFMG, 2008.

JESUS, Alysson Luiz Freitas de. Cotidiano e poder nas relações sociais escravistas e pós-escravidão: o sertão das Minas entre 1850 e 1915. Tese de Doutorado, USP, São Paulo, 2011.

JESUS, Alysson Luiz Freitas de. No sertão das Minas: escravidão, violência e liberdade – 1830-1888. São Paulo: Annablume, 2007.

PAULA, Hermes de. Montes Claros: sua história, sua gente e seus costumes. Montes Claros, s. ed., 1979.

PEREIRA, Laurindo Mékie. A cidade do favor: Montes Claros em meados do século XX. Montes Claros: Unimontes, 2002.

Downloads

Publicado

2016-12-31

Como Citar

JESUS, A. L. F. de. A “formação das almas” sertanejas: quando o povo percebe a república e o poder em uma região do interior das Minas. Revista Cerrados, [S. l.], v. 14, n. 02, p. 141–160, 2016. DOI: 10.22238/rc24482692v14n22016p141a160. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/cerrados/article/view/1378. Acesso em: 24 maio. 2024.