Política e poder em “Os Simpsons no Brasil”

Politics and power in “The Simpsons in Brazil”

Autores

Palavras-chave:

Poder, televisão, política, desenho, Brasil

Resumo

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e a empresa de turismo Rio Tur se incomodaram com o episódio dOs Simpsons, intitulado “O feitiço de Lisa”. Diante desse trauma, o impacto do desenho na política brasileira ficou evidente. A partir desse indício justificamos nossa análise e o recorte temporal, pois o então presidente da República brasileira chegou a exigir desculpas públicas do autor do desenho animado Matt Groening, além do fato de que a Rede Globo de televisão e a empresa de Turismo do Rio de Janeiro terem se posicionado publicamente contra a representação de Brasil expressa ironicamente no episódio “O feitiço de Lisa”. Neste a família Simpson viaja para o Brasil que é um país representado por valores fúteis, marcado por sequestros, sexualidade, pobreza, futebol, carnaval, favelas, corrupção, falta de crenças, dentre outras características pejorativas. Com o intuito de perceber a relação existente entre o poder midiático (televisão) na política, utilizaremos além do próprio episódio a análise de outras fontes como jornais, revistas, páginas de internet do autor ou mesmo de fãs que comentam o capítulo do desenho em evidencia. Dessa maneira, nos preocuparemos também com as percepções dos telespectadores acerca do episódio com vistas a nos aproximarmos das motivações que fizerem deste um desenho polêmico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alessandro de Almeida, Universidade Estadual de Montes Claros – UNIMONTES

Alessandro de Almeida. Doutor em História Social. Professor de História Moderna e Contemporânea do Departamento de História da Universidade Estadual de Montes Claros – UNIMONTES. E-mail: hg6alessandro@gmail.com ou @hg6alessandro. ORCID: https://orcid.org/0000-0003-3348-4489.

Referências

ARENDT, Hanna. A condição humana. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1969.

BENJAMIN, Walter. “A obra de arte na época de sua reprodutibilidade técnica”. In: Obras escolhidas I. São Paulo: Brasiliense, 1985.

_______. Obra de arte na época de sua reprodutividade técnica. In: Teoria da cultura de massa. São Paulo: Paz e Terra, 2000.

BETTI, Paulo. Na marca do pênalti. In: NOVAIS, Adauto (Org.). Rede Imaginária: televisão e democracia. 2. ed. São Paulo: Cia das Letras, 1999.

BLOCH, Marc. Apologia da História ou ofício de historiador. Rio de Janeiro: Zahar, 2001.

CANTOR, Paul A. Os Simpsons: política atomística e a família nuclear. In: Os Simpsons e a Filosofia. São Paulo: Madras, 2004.

CERTEAU, Michel. A invenção do cotidiano: artes de fazer. Rio de Janeiro: Vozes, 1994.

ECO, Umberto. Viagem na irrealidade cotidiana. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1984.

FREITAS, Marcos Vinicius de. Greystoke, a lenda de Tarzan, o rei das selvas: evolucionismo e critica da ciência. In: História da Ciência no Cinema. Belo Horizonte: Argvmentvm, 2005.

GINZBURG, Carlo. Mitos, emblemas e sinais: morfologia e história. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.

IRWIN, Willian et al. Os Simpsons e a Filosofia. São Paulo: Madras, 2004.

_______. Os Super heróis e a Filosofia. São Paulo: Madras, 2005.

LE GOFF, Jacques. Documento/Monumento. In: Enciclopédia Einaudi: Memória e História. Lisboa: Antroposomem, 1989.

LE GOFF, Jacques. Prefácio. In: Apologia da História ou ofício de historiador. Rio de Janeiro: Zahar, 2001.

MCLUHAN, Marshall. Mcluhan por Mcluhan: conferencias e entrevistas. Rio de Janeiro: Ediouro, 2005.

_______. Visão, som e fúria. In: Teoria da cultura de massa. São Paulo: Paz e Terra, 2000.

MARTIN-BARBERO, Jesus. A comunicação no projeto de uma nova cultura política. In: Comunicação na América Latina: desenvolvimento e crise. José Marques de Melo (org). Campinas: Papirus, 1989. p. 83-98.

_______. Dos meios as mediações: comunicação, cultura e hegemonia. 2. ed. Rio de Janeiro: UFRJ, 2001.

_______. Os exercícios do ver: hegemonia audiovisual e ficção televisiva. 2. ed. São Paulo: Senac São Paulo , 2004.

MIGUEL, Luis Felipe. Política e mídia no Brasil: episódios de uma história recente. Brasília: Plano Editora, 2002.

Downloads

Publicado

2020-04-20

Como Citar

de Almeida, A. (2020). Política e poder em “Os Simpsons no Brasil”: Politics and power in “The Simpsons in Brazil”. Revista Caminhos Da Historia, 23(1), 131-144. Recuperado de https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/caminhosdahistoria/article/view/2069

Edição

Seção

Artigos Livres