Caminhos da História https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/caminhosdahistoria <p>A Revista Caminhos da História é uma publicação do Programa de Pós-Graduação em História (PPGH) da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes). Trata-se de um periódico semestral, recebendo submissão de artigos em fluxo contínuo. São bem-vindas contribuições de pesquisadorxs e professorxs de outras instituições; efetivamente, tem-se conseguido este intento, com a publicação de artigos de diversas regiões do país, inclusive do exterior. </p> pt-BR revista.caminhosdahistoria@unimontes.br (Revista Caminhos da História) portal.periodicos@unimontes.br (Equipe Portal Periodicos) Thu, 11 Jan 2024 13:04:17 +0000 OJS 3.3.0.14 http://blogs.law.harvard.edu/tech/rss 60 Apresentação - Dossiê - Formas Autoritárias de ontem e hoje https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/caminhosdahistoria/article/view/7337 <p>Apresentação - Dossiê - Formas Autoritárias de ontem e hoje</p> Francisco Carlos Teixeira da Silva, Felipe Azevedo Cazetta Copyright (c) 2024 Caminhos da História https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/caminhosdahistoria/article/view/7337 Thu, 11 Jan 2024 00:00:00 +0000 Entrevista - Professor Wolfgang Benz https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/caminhosdahistoria/article/view/7338 <p>Entrevista com Professor Wolfgang Benz.</p> Francisco Carlos Teixeira Da Silva, Felipe Azevedo Cazetta Copyright (c) 2024 Caminhos da História https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/caminhosdahistoria/article/view/7338 Thu, 11 Jan 2024 00:00:00 +0000 Guerra oculta – Operação Kantokeun https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/caminhosdahistoria/article/view/7339 <p>“Guerra Oculta” traduz bem a visão com a qual o Ocidental, principalmente com o advento da Guerra Fria, tratou as hostilidades envolvendo a União Soviética e o Império do Japão entra 1937 a 1945.&nbsp; Durante tal período dois grandiosos exércitos testaram o que havia de mais moderno em equipamento e estratégias. Lutaram na terra, céu e na água, exerceram uma diplomacia vigorosa e constituíram um dos momentos mais importantes da Segunda Guerra Mundial e seus conflitos prévios, no Extremo Oriente, somente após a derrota do Japão envolveria os Estados Unidos e o Reino Unido. A derrotada japonesa em 1939 para os soviéticos obrigou o governo de Tóquio a lutar no Oceano Pacífico desviando o foco anterior do Imperialismo/Militarismo japonês, ocasionando o fatídico ataque à Pearl Harbor. As operações soviéticas que evitaram que o Japão penetrasse na Mongólia e na URSS e freasse as suas ações na China, são até hoje largamente desconhecida, favorecendo uma visão de contenção do imperialismo japonês somente por parte de Washington. Podemos, a partir da análise do conflito levar luz a uma série de eventos centrais que orientaram os imperialismos fascistas nos anos de 1930 e 1940.</p> João Claudio Platenik Pitillo Copyright (c) 2024 Caminhos da História https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/caminhosdahistoria/article/view/7339 Thu, 11 Jan 2024 00:00:00 +0000 Ideologia do autoritarismo militar no Brasil: a gênese no exército https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/caminhosdahistoria/article/view/7340 <p>O artigo analisa as ideias e os espaços de produção e circulação dessas ideias que foram articuladas na ideologia que informou e legitimou o protagonismo político do Exército Brasileiro no século XX. Para tanto, discute o emprego da categoria ideologia como ferramenta analítica para a ação política sustentando que a polissemia do termo demanda uma definição articulada com o objeto investigado, uma vez que a produção de um determinado discurso ideológico deve ser investigada junto aos agentes, aos espaços e às crenças daqueles que o formulam e o empregam nas suas lutas políticas. Posteriormente, o texto aborda as ideias predominantes entre os militares do polo intervencionista-controlador do Exército e os espaços institucionais nos quais essas ideias foram articuladas e difundidas a ponto de se tornarem, não sem disputas, dominantes no meio militar durante o período abordado.</p> Eduardo Munhoz Svartman Copyright (c) 2024 Caminhos da História https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/caminhosdahistoria/article/view/7340 Thu, 11 Jan 2024 00:00:00 +0000 Crise espiritual e crise político-econômica: gnoses e projetos políticos pagãos ante a civilização cristã ocidental e secular em busca dos continentes perdidos https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/caminhosdahistoria/article/view/7341 <p>O artigo propõe, como questão, o debate analítico de concepções epistemológicas que se pretendem renovadoras, no âmbito dos movimentos de Direita em curso, no século XXI e que se apresentam como inovações, tendo em vista concepções originais sobre as relações entre Passado mítico e Presente distópico, em suas próprias perspectivas, pois consideram que o desenvolvimento da História Universal teria rompido com uma Ordem Natural religiosa, ou espiritual, forjado por cultura ancestral que fora destruída ao ser substituída por outro processo civilizatório progressista que as teriam invisibilizado, produzido perdas culturais continentais, mas não as destruído, pois emergiriam das forças políticas das Direitas renovadas. Neste trabalho, será apresentado a análise sobre dois movimentes exemplares quanto à categorização: Novas Direitas, configuradas no âmbito do Tradicionalismo. Um deles, a Nova Direita Francesa e o outro, o Movimento Integralista e Linearista Brasileiro. A análise propõe diálogo teórico a partir da explanação de algumas abordagens em curso sobre a trajetória da Política, enquanto desenvolvimento progressivo das relações sociais complexas e movimentos antagônicos que, sem abandonar o campo da Política, se opõem às disputas na ágora democrática progressista e desenvolvem alternativas míticas e místicas para legitimarem seus pontos de vista, enquanto projeto futuro de humanidade sob o comando racial continental, seja a Pátria original (Ur), a Europa ou Atlântida.</p> Marcia Regina da Silva Ramos Carneiro Copyright (c) 2024 Caminhos da História https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/caminhosdahistoria/article/view/7341 Thu, 11 Jan 2024 00:00:00 +0000 O que está por vir: um esboço da história da política externa futura para os tempos de Javier Milei https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/caminhosdahistoria/article/view/7343 <p class="Standard" style="margin-bottom: 0cm; text-align: justify;"><span style="font-size: 12.0pt; font-family: 'Times New Roman',serif;">Para escrever sobre quais podem ser as diretrizes da futura política externa de Javier Milei, utilizamos como metodologia a recomendação de José Luis Romero sobre a História do Futuro: ver a estrutura e as indicações que podem dar uma tonalidade particular aos acontecimentos. Com base neles, o caracterizamos como globalista e através dos segundos apresentados para o cenário eleitoral, e alguns outros após o triunfo, estabelecemos quais podem ser essas orientações.</span></p> Alejandro Simonoff Copyright (c) 2024 Caminhos da História https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/caminhosdahistoria/article/view/7343 Thu, 11 Jan 2024 00:00:00 +0000 O movimento ilustrado em Portugal e as observações de Sebastião José de Carvalho e Melo sobre as relações políticas e econômicas anglo-lusitanas https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/caminhosdahistoria/article/view/7344 <p>O artigo aborda as relações políticas e econômicas Anglo-lusitanas nos escritos de Sebastião José de Carvalho e Melo em Londres, entre 1741 e 1742, época da Ilustração portuguesa. Carvalho e Melo (1699 -1782) esteve a serviço da Coroa lusa na Inglaterra entre 1738 e 1744, representando seus interesses. No exercício de sua função atuou em diversas frentes, como na mediação dos conflitos territoriais entre Portugal e Espanha na América, na defesa das possessões portuguesas na Ásia e, sobretudo, na revisão das alianças políticas e tratados comerciais entre Portugal e Inglaterra. Evidenciamos que sua preocupação não era somente de diagnosticar os problemas do comércio lusitano, mas sugerir os “remédios” que considerava, úteis e modernos, ao desenvolvimento econômico do Reino e de seu Império Ultramarino.</p> Giselle Rodrigues Copyright (c) 2024 Caminhos da História https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/caminhosdahistoria/article/view/7344 Thu, 11 Jan 2024 00:00:00 +0000 O futebol de mulheres em Niterói durante a proibição https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/caminhosdahistoria/article/view/7345 <p>O objetivo deste trabalho é analisar dois movimentos de mulheres que jogaram futebol em Niterói em contextos distintos, mas durante o período no qual essa prática era proibida no Brasil. O primeiro movimento aconteceu entre 1968 e 1969 e o segundo ocorreu entre 1976 e 1979. A principal fonte analisada é o jornal niteroiense <em>O Fluminense</em>, que por ser um periódico local, noticiava sobre os eventos que aconteciam na cidade. Como aporte teórico, foi utilizada a concepção de Ludmila Mourão e Márcia Morel que compreende a trajetória do futebol de mulheres no Brasil como um “efeito sanfona”, levando em consideração a expansão e a retração da prática da modalidade em diferentes contextos. No primeiro movimento observou-se que a razão para a retração da prática foram as pressões realizadas pelas instituições esportivas com o intuito de conter o avanço da modalidade. Por outro lado, no segundo movimento as entidades esportivas não atuaram neste sentido, de modo que o cenário se apresentava favorável para o desenvolvimento da modalidade, mas o que aconteceu foi uma significativa diminuição das notícias sobre o futebol de mulheres.</p> Victor Hugo Gonçalves Batista Copyright (c) 2024 Caminhos da História https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/caminhosdahistoria/article/view/7345 Thu, 11 Jan 2024 00:00:00 +0000 Mulher e professora negra: narrativa e memória no exercício de ensinar no período da pandemia de COVID-19, em Montes Claros, Minas Gerais https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/caminhosdahistoria/article/view/7347 <p>Em 2020, um novo cenário se apresentou a humanidade motivada pela pandemia do Coronavirus. Uma realidade impactante em várias dimensões, contudo, revelando novos desafios para o campo educacional e histórico, campos desse estudo. Como lidar com essa situação nas escolas, em especial, na rede pública e no ensino fundamental em Montes Claros, Minas Gerais? Frente a essa situação, como essa crise pandêmica do Covid-19 estabeleceu as relações envolvendo a educação, raça, classe e gênero? Como podemos “contar” as histórias de vida de mulheres professoras negras referente às suas práticas no processo de ensinar e aprender do ensino fundamental? Quais foram as suas vivências? Com essas indagações, a pesquisa objetivou estudar as narrativas e memórias de mulheres, professoras e negras, no exercício de ensinar nessa época, em Montes Claros. A metodologia utilizada constituiu da História Oral, contando com entrevistas de noves colaboradoras, entretanto, essa narrativa apresenta a história de, apenas uma delas, cujas percepções e vivências são similares. Essa é a história de uma colaboradora que perpassa as experiências coletivas. Constatou-se que, a pandemia surpreendeu a todos e, sobretudo o profissional escolar. Professoras foram obrigadas a adotarem novas medidas, alterando a rotina de trabalho, criando dinâmicas para o formato não presencial. Concluiu-se que, nesse período houve vários enfrentamentos para o exercício do ensinar, em especial nas escolas periféricas, como, por exemplo, falta de recursos tecnológicos e ciência do seu funcionamento. &nbsp;</p> Filomena Luciene Cordeiro Reis, Wenceslau Gonçalves Neto Copyright (c) 2024 Caminhos da História https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/caminhosdahistoria/article/view/7347 Thu, 11 Jan 2024 00:00:00 +0000 Editorial https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/caminhosdahistoria/article/view/7336 <p>Editorial do dossiê e da edição.</p> Ester Liberato Pereira, Rafael Dias de Castro Copyright (c) 2024 Caminhos da História https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/caminhosdahistoria/article/view/7336 Thu, 11 Jan 2024 00:00:00 +0000 Odes ao socialismo https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/caminhosdahistoria/article/view/7348 <p>Resenha do Livro:</p> <p>PRADO JUNIOR, Caio. <strong>URSS, um novo mundo </strong>e<strong> O mundo do socialismo.</strong> São Paulo: Boitempo, 2023.</p> Mucio Tosta Gonçalves Copyright (c) 2024 Caminhos da História https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/caminhosdahistoria/article/view/7348 Thu, 11 Jan 2024 00:00:00 +0000 Resenha do Livro – Sinfonia inacabada: a política dos comunistas no Brasil https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/caminhosdahistoria/article/view/7349 <p>Resenha do Livro:</p> <p>MAZZEO, Antonio Carlos. <strong>Sinfonia Inacabada: </strong>a política dos comunistas no Brasil. 2ª edição. São Paulo: Boitempo, 2022.</p> Anna Paula Figlino Copyright (c) 2024 Caminhos da História https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/caminhosdahistoria/article/view/7349 Thu, 11 Jan 2024 00:00:00 +0000