Ética, economia e subsistência humana através do mercado

Autores

  • Álvaro Maia Batista Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Brasil

Palavras-chave:

Comércio, Moral, Emmanuel Levinas, Karl Polanyi, Norbert Elias

Resumo

Este trabalho discute a relação entre ética, economia e subsistência humana, que, nas sociedades urbanas, ocorre através do mercado. O interesse é compreender o modo como a vida econômica das sociedades ocidentalizadas foi criada e investigar uma possível alternativa. O artigo inicia com uma análise crítica da significação que o comércio assume nessas sociedades e segue com a revisão de algumas concepções éticas elaboradas por economistas. No final, apresenta uma proposta ética radical acompanhada da revisão do conceito de revolução, ambas elaboradas na esteira do pensamento de Emmanuel Levinas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Álvaro Maia Batista, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Brasil

Doutorando em Economia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Brasil. Pesquisador do Grupo de Estudos em Economia Política e Desenvolvimento – GEPODE, Universidade Federal da Bahia, Brasil.

Referências

ADORNO, Teodor; HORKHEIMER, Max. Dialética do esclarecimento: fragmentos filosóficos. Rio de Janeiro: Zahar, 1986.

ARENDT, Hannah. Eichmann em Jerusalém: um relato sobre a banalidade do mal. São Paulo: Companhia das Letras, 2003.

ARENDT, Hannah. A condição humana. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2008.

BARTKY, Sandra Lee. Heidegger and the Modes of World-Disclosure. Philosophy and Phenomenological Research, v. 40, n. 2, Dec., 1979, p. 212-236.

BAUDRILLARD, Jean. A sociedade de consumo. Lisboa: Edições 70, 2003.

BELSHAW, Cyril S.Troca tradicional e mercado moderno. Rio de Janeiro, Zahar, 1968.

BOWLES, Samuel. The moral economy: why good incentives are not substitute for good citizens. New Haven: Yale University Press, 2016.

CHICK, Victoria. Economics and the good life: Keynes and Schumacher. 2012. Disponível em:< https://weaethicsconference.files.wordpress.com/2012/03/chick-ethics-feb121.pdf>. Acesso em: 1 jun. 2019.

DOW, Sheila C. Codes of ethics for economists: a pluralist view. Economic Thought, v. 2, n. 1, p. 20-29, 2013.

DOW, Sheila C. Moral hazard and the banking crisis, 2010. Disponível em:<http://www.boeckler.de/pdf/v_2010_10_29_dow.pdf> . Acesso em: 01 jun. 2019.

ELIAS, Norbert. O processo civilizador – volume 2: formação do estado e civilização. Rio de Janeiro: Zahar, 1993.

ELIAS, Norbert. A sociedade dos indivíduos. Rio de Janeiro: Zahar, 1994.

EMMETT, Ross B. The Elgar Companion to the Chicago School of Economics. Cheltenham: Edward Elgar, 2010.

GEORGESCU-ROEGEN, Nicholas. Bioeconomia: Verso un'altra economia ecologicamente e socialmente sostenible. A cura di Mauro Bonaiuti. Torino: Bollati Boringhieri, 2003.

SWEDBERG, Richard. Markets in Society. In: SMELSER, Neil J.; SWEDBERG, Richard. The handbook of economic sociology. New York: Princeton University Press, 2005, Cap. 11, p. 233-253.

HARVEY, David. Spaces of Capital: Towards a Critical Geography. New York: Routledge, 2001.

HIRSCHMAN, Albert O. As paixões e os interesses: argumentos políticos para o capitalimo antes do seu triunfo. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979.

HOBSBAWM, Eric John. Era dos extremos: o breve Século XX 1914-1991. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

IPEA – INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA. Retrato das desigualdades de gênero e raça. Disponível em:<http://www.ipea.gov.br/retrato/index.html> . Acesso em: 20 jun. 2019.

IPEA – INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA. Atlas da violência 2019. Disponível em:<http://www.ipea.gov.br/atlasviolencia/arquivos/downloads/6593-190605atlasdaviolencia2019.pdf> . Acesso em: 16 jul. 2019.

LATOUR, Bruno. Jamais fomos modernos: ensaio de antropologia simétrica. São Paulo: Editora 34, 2013.

LE GOFF, Jacques. Mercadores e banqueiros da idade média. Lisboa: Gradiva, 1979.

LEVINAS, Emmanuel. Totalité et infini: essai sur l'extériorité. Paris: Kluwer Academic, 1971.

LEVINAS, Emmanuel. Entre nous: essais sur le penser-à-l'autre. Paris: B. Grasset, 1991.

LEVINAS, Emmanuel. Éthique comme philosophie première. Paris: Rivages, 1998.

MINSKY, Hyman P. Stabilizing an unstable economy. New Haven: Yale University Press, 1986.

MILL, John Stuart. A system of logic, ratiocinative and inductive, being a connected view of the principles of evidence, and the methods of scientific investigation. New York: Harper & Brothers, 1882. Disponível em: <http://www.gutenberg.org/files/27942/27942-pdf.pdf?session_id=f90c67812ae55a22ac339b02d5919b7147768358>. Acesso em 10/04/2019.

POLANYI, Karl; ARENSBERG, Conrad M & PEARSON, Harry W. Trade and Markets in the Early Empires. Glencoe: Free Press and Falcon's Wing Press, 1957.

POLANYI, Karl. The great transformation: the political and economic origins of our time. Boston: Beacon Press, 2001.

POLANYI, Karl. A subsistência do homem: e ensaios correlatos. Rio de Janeiro: Contraponto, 2012.

SEN, Amartya. On Ethics and Economics. Chichester: Wiley, 1991.

SEN, Amartya. Development as Freedom. New York: Alfred A. Knopf, 2000.

SKIDELSKY, Robert. El regreso de Keynes. Barcelona: Crítica. 2009.

SMITH, Adam. An inquiry into the nature and causes of the wealth of nations. Chicago: Encyclopaedia Britannica, 1952.

SMITH, Adam. The theory of moral sentiments. Indianapolis: Liberty Fund, 1982.

SOUZA, Ricardo Timm de. Ética como fundamento: uma introdução à ética contemporânea. São Leopoldo: Nova Harmonia, 2004.

SOUZA, Ricardo Timm de. Ética como fundamento II: pequeno tratado de ética radical. Caxias do Sul: EDUCS, 2016.

SUSIN, Luiz Carlos. O homem messiânico: uma introdução ao pensamento de Emmanuel Levinas. Porto Alegre: EST, 1984.

ULATE, Esteban J. Beltrán; SOUZA, Ricardo Timm de. Ethics as a true revolution, another way to read Levinas or beyond. Veritas, v. 63, n.1, p. 72-86, 2018.

Downloads

Publicado

2021-08-13

Como Citar

Maia Batista, Álvaro . (2021). Ética, economia e subsistência humana através do mercado. Revista Argumentos, 18(2), 239–259. Recuperado de https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/argumentos/article/view/4486

Edição

Seção

Artigos