“Revolução com espírito empresarial”: a criação do Clube dos 13 e a modernização do futebol na Folha de S. Paulo

Autores

  • Sérgio Settani Giglio Universidade Estadual de Campinas
  • João Manuel Casquinha Malaia Santos Universidade Federal de Santa Maria

Palavras-chave:

Copa União, Campeonato Brasileiro, CBF, Clube dos 13, Folha de S. Paulo

Resumo

A partir de uma análise do jornal Folha de S. Paulo buscamos compreender os fatos relacionados à criação do Clube dos 13 em 1987. Essa criação, no entanto, foi permeada de disputas de poder que envolveu a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e o Clube dos 13. Nessa disputa foram polarizadas visões maniqueístas que colocavam de um lado, a CBF e seu atraso diante do Clube dos 13 e sua visão empresarial. A análise da Folha de S. Paulo também seguia essa linha, em que a mudança do futebol brasileiro teria que ser feita por meio de uma gestão empresarial. Concluímos que os discursos apresentados, tanto pela Folha quanto pelo Clube dos 13, defendiam uma modernização conservadora e contribuiu para a manutenção de monopólios no futebol brasileiro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sérgio Settani Giglio, Universidade Estadual de Campinas

Docente do Departamento de Educação Física e Humanidades e do Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Educação Física da UNICAMP.

João Manuel Casquinha Malaia Santos, Universidade Federal de Santa Maria

Docente do Departamento de História e do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Santa Maria.

Referências

ANDREFF, Wladimir e SZYMANSKI, Stefan. Handbook on the Economics of Sport. Cheltenham, Reino Unido: Edward Elgar, 2007.

BOURDIEU, Pierre. Como é possível ser esportivo? In: Questões de Sociologia. Rio de Janeiro: Marco Zero, 1983.

____. Sobre a Televisão. Rio de Janeiro, Jorge Zahar, 1997.

FORSTER, John e POPE, Nigel. The Political Economy of Sports Organisations. Londres: Routledge, 2004.

GIGLIO, Sérgio Settani. A história política do futebol olímpico (1894-1988). São Paulo: Intermeios/FAPESP, 2018.

GIULIANOTTI, Richard. Football: A Sociology of the Global Game. Cambridge: Polity Press, 1999.

GODDARD, John. "The Economics of soccer". In: ANDREFF, Wladimir e SZYMANSKI, Stefan. Handbook on the Economics of Sport. Cheltenham, Reino Unido: Edward Elgar, 2007, p.451-458.

HELAL, Ronaldo. Passes e Impasses: futebol e cultura de massa no Brasil. Campinas: Vozes, 1997.

LUCA, Tânia Regina de. História dos, nos e por meio de periódicos. In: PINKSY, Carla Bassanesi (org.). Fontes Históricas. São Paulo: Contexto, 2008, p. 111-154.

OURIQUES, Nilso Domingos. A modernização conservadora do futebol nacional. 1998. 175 f. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 1998.

PRONI, Marcelo Weishaupt. A Metamorfose do Futebol. Campinas: Unicamp, 2000.

____. O futebol-empresa no Brasil. In: GIGLIO, Sérgio Settani; PRONI, Marcelo Weishaupt. (Orgs.). O futebol nas ciências humanas no Brasil. Campinas: Editora da Unicamp, 2020.

RIBEIRO, Luiz Carlos. Futebol: por uma história política da paixão nacional. História: Questões & Debates. Curitiba, n. 57, p. 15-43, 2012.

____. Futebol e política. In: GIGLIO, Sérgio Settani; PRONI, Marcelo Weishaupt. (Orgs.). O futebol nas ciências humanas no Brasil. Campinas: Editora da Unicamp, 2020.

ROCHA, Luiz Guilherme Burlamaqui Soares Porto. Os empresários, a pátria e a bola: nacionalismo, organização empresarial e o financiamento da seleção brasileira de futebol de 1970. Estudos Históricos. Rio de Janeiro, v. 32, n. 68, p. 655-674, 2019.

ROCHA, Max Filipe Nigro. Em busca do feitiço perdido: a revista Placar entre a Seleção Brasileira de 1982, a Revolução São-Paulina e a Democracia Corintiana (1979 -1984). 2013. 225 f. Dissertação (Mestrado em História) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013.

RODRIGUES, Francisco Xavier Freire. O fim do passe e a modernização conservadora no futebol brasileiro (2001-2006). 2007. 346 f. Tese (Doutorado em Sociologia) - Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2007.

SANTOS, Anderson David Gomes dos. A consolidação de um monopólio de decisões: A Rede Globo e a transmissão do Campeonato Brasileiro de Futebol. 2013. 268 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação) - Unidade Acadêmica de Pesquisa e Pós-graduação, Universidade do Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo, 2013.

SANTOS, João Manuel Casquinha Malaia. O Monopólio nos Esportes: uma comparação da organização dos esportes comercializáveis nos Estados Unidos, na Inglaterra e no Brasil (1870-1920). História Econômica & História de Empresas. v. 15, n. 2 (2012), p. 47-80.

SANTOS, João Manuel Casquinha Malaia e FORTES, Rafael. “Brasil-grande, estádios gigantescos”: toponímia dos estádios públicos da ditadura civil-militar brasileira e os discursos de reconciliação. Tempo, Niterói. v. 27, n. 1, p. 166-183, 2021.

SILVA, Carlos Eduardo Lins da. Mil dias: os bastidores da revolução em um grande jornal. São Paulo: Trajetória Cultural, 1988.

SILVA, Fernanda Mauricio da. O Roda Viva e as estratégias de construção de um debate público. In: GOMES, Itania Maria Mota (org.) Gênero televisivo e modo de endereçamento no telejornalismo. Salvador: EDUFBA, 2011, pp. 49-74.

SOUZA, Juliano; MARCHI JUNIOR, Wanderley. Futebol bom é o Europeu?! Sobre as teses do atraso e do desvio na leitura do processo modernizador futebolístico brasileiro. In: GIGLIO, Sérgio Settani; PRONI, Marcelo Weishaupt. (Orgs.). O futebol nas ciências humanas no Brasil. Campinas: Editora da Unicamp, 2020.

TONINI, Marcel Diego; GIGLIO, Sérgio Settani. A transferência de jogadores no sistema FIFA e a migração de brasileiros para a Europa (1920-1970). Estudos Históricos. Rio de Janeiro, v. 32, n. 68, p. 609-632, 2019.

Downloads

Publicado

2021-08-13

Como Citar

Settani Giglio, S., & Casquinha Malaia Santos, J. M. . (2021). “Revolução com espírito empresarial”: a criação do Clube dos 13 e a modernização do futebol na Folha de S. Paulo. Revista Argumentos, 18(2), 45–82. Recuperado de https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/argumentos/article/view/4474

Edição

Seção

Dossiê