As “Vantagens” do Terceiro Setor em Salamon

Autores

  • Alex Gonçalves dos Santos Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC/SP

Palavras-chave:

Terceiro Setor; Associativismo Civil; Sociedade Civil; Serviço Social.

Resumo

O ensaio discute os idearios difundidos por Lester Salamon na Terceira Conferência Ibero-Americana sobre o Terceiro Setor, ocorrida em julho de 1996, na cidade de Salvador-BA/Brasil. Que veio a ser convertida em um texto sob o título: Estratégias para o fortalecimento do Terceiro Setor. Dissertamos e refutamos, usando referências à temática, a partir da extração do texto de Salamon, que faz a defesa na intenção de expandir a ideologia do Terceiro Setor e também, fortalece-lo. Contudo, o autor não leva em consideração as consequências e quais são os determinantes históricos da expansão dessa área. Trata-se também, de demonstrar as fragilidades no discurso de Salamon, sua concepção neoliberal e como isso repercute na sociedade e na profissão de Serviço Social na contemporaneidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alex Gonçalves dos Santos, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC/SP

Mestrado em Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social PUC/SP

Referências

ANTUNES, R. Adeus ao trabalho? Ensaio sobe as metamorfoses e a centralidade do mundo do trabalho. 16ª Ed. São Paulo: Cortez, 2015.

___________; DRUCK, G. A terceirização como regra? Rev. TST, Brasília, vol. 79, no 4, out/dez. 2013. Disponível em: http://aplicacao.tst.jus.br/dspace/bitstream/handle/1939/55995/011_antunes_druck.pdf?sequence=1. Acesso em 24 de maio de 2015.

BATISTA, P. N. A Visão neoliberal dos problemas latino-americanos. Disponível: http://www.consultapopular.org.br/sites/default/files/consenso%20de%20washington.pdf. Acesso em: 29/05/2017.

DURIGUETTO, M. L. Sociedade Civil e Democracia. São Paulo: Cortez, 2007.

ENGELS, F; KAUTSKY, K. O Socialismo Jurídico. 2ª Ed. São Paulo: Boitempo, 2012.

FERNANDES, R. C. Privado, porém público. O terceiro setor na América latina. Rio de Janeiro: Relume/Dumará, 1994.

LAZZARATO, M. O governo das desigualdades. Crítica da insegurança neoliberal. São Paulo: EDUFSCAR, 2012.

LOCKE, J. Segundo tratado sobre o governo civil. São Paulo: EDIPRO, 2014.

MARX, M. O Capital. Livro 3. Volume 4. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2013.

________. Para a Questão Judaica. São Paulo: Expressão Popular, 2009.

________. Sobre a Questão Judaica. São Paulo: Boitempo, 2010.

MAZZEO, A. C. Estado e Burguesia no Brasil: Origens da autocracia burguesa. São Paulo: Boitempo, 2015.

MONTANÕ, C. (Orgs.) O canto da Sereia: crítica à ideologia e aos projetos do "Terceiro Setor". São Paulo: Cortez, 2014.

___________. Terceiro setor e questão social: crítica ao padrão emergente de intervenção social. 6º Ed. São Paulo: Cortez, 2010.

PEREIRA, L. C. B. Reforma do Estado para a cidadania. A reforma gerencial brasileira na perspectiva internacional. São Paulo: Editora 34, 1998.

SALAMON, L. Estratégias para o fortalecimento do Terceiro Setor. Rio de Janeiro, 1996.

SALVADOR, E. Fundo Público e Seguridade Social no Brasil. São Paulo: Cortez, 2010.

SANTOS, A. G dos. O Serviço Social e o conservadorismo na sociedade brasileira contemporânea. Dissertação de Mestrado – Programa de Pós-graduação em Serviço Social. PUC/SP: São Paulo, 2018. Disponível em: https://sapientia.pucsp.br/bitstream/handle/21016/2/Alex%20Gon%C3%A7alves%20dos%20Santos.pdf. Acesso em: 31/03/2019.

Downloads

Publicado

2020-01-14

Como Citar

Gonçalves dos Santos, A. (2020). As “Vantagens” do Terceiro Setor em Salamon. Revista Serviço Social Em Perspectiva, 2(2), 93–106. Recuperado de https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/sesoperspectiva/article/view/341

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)