SERVIÇO SOCIAL E RESIDÊNCIAS EM SAÚDE NO BRASIL

PANORAMA NACIONAL

Autores

  • Marina Monteiro de Castro Faculdade de Serviço Social/Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Sabrina Pereira Paiva UFJF
  • Carina Barbosa de Carvalho Dornelas UFJF
  • Flávia Fernandez Zschaber UFJF

DOI:

https://doi.org/10.46551/rssp.202024

Palavras-chave:

Serviço Social; Residência Multiprofissional; Saúde

Resumo

O presente artigo apresenta parte da pesquisa intitulada “Residência Multiprofissional em Saúde e Serviço Social: mapeamento teórico e político-pedagógico”, realizada entre 2017 e 2018. O estudo documental analisa 86 editais (2017/2018) de residências em saúde, com vagas disponíveis para o Serviço Social, contabilizando 476 vagas no período analisado. As principais áreas de concentração dos programas foram Saúde Mental, Saúde da Família, Saúde do Idoso, Oncologia e Urgência. A região sudeste ainda se coloca como principal região na oferta de vagas, programas e instituições envolvidas, seguida pela região nordeste. As regiões norte e centro-oeste carecem de investimentos nesse modelo de formação. Os programas contam com o envolvimento de outras profissões como enfermagem, psicologia, fisioterapia, nutrição e farmácia, enfatizando a importância do debate e aprendizado propiciado pelas residências no que tange ao trabalho interprofissional, com vistas à construção da integralidade da atenção à saúde. Os dados apresentados são fundamentais para o acompanhamento da inserção do Serviço Social nestes dispositivos formativos, ajudando a construir nossas análises sobre as reais possibilidades de contribuição dos assistentes sociais, através dos Programas, para a defesa da saúde pública e do desenvolvimento de um trabalho ancorado no projeto ético político profissional.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sabrina Pereira Paiva, UFJF

Assistente Social. Doutora em Saúde Coletiva/IESC-UFRJ. Professora da Faculdade de Serviço Social da Universidade Federal de Juiz de Fora – Membro do Grupo de Estudos e Pesquisa em Fundamentos do Serviço Social (GEPEFSS).

Carina Barbosa de Carvalho Dornelas, UFJF

Acadêmica de Serviço Social da Faculdade de Serviço Social da Universidade Federal de Juiz de Fora. Bolsista de Iniciação Científica – BIC/UFJF. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisa em Fundamentos do Serviço Social (GEPEFSS).

Flávia Fernandez Zschaber, UFJF

Acadêmica de Serviço Social da Faculdade de Serviço Social da Universidade Federal de Juiz de Fora. Bolsista de Iniciação Científica – BIC/UFJF. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisa em Fundamentos do Serviço Social (GEPEFSS).

Referências

ABEPSS. Mapeamento das Residências em Área Profissional e Serviço Social. Juiz de Fora, 2018. Disponível em: <http://www.abepss.org.br/arquivos/anexos/relatorio-abepss-residencia-201812031150396627330.pdf>>. acesso de 22 de abril de 2019.

ALBUQUERQUE, M. V. Desigualdades regionais na saúde: mudanças observadas no Brasil de 2000 a 2016. Ciência e Saúde Coletiva. nº22, v.4, p. 1055-1064, 2017.

BRASIL. Lei nº 8.080, de 19 de setembro de 1990. Lei Orgânica da Saúde. Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências. Brasília, 1990.

BRASIL. Ministério da Educação. A democratização e expansão da educação superior no país 2003-2014. Brasília: MEC, 2014.

CAMPOS, F. E. et al. A fixação de profissionais de saúde em regiões de necessidades. Saúde para Debate. nº. 44, p. 13-24, 2009.

CASANOVA, I. A.; BATISTA, N. A.; MORENO, L. R. A Educação Interprofissional e a prática compartilhada em programas de residência multiprofissional em Saúde. Interface. v.22, suplemento1, p.1325-1337, 2018.

CASTRO, M. M. C. Formação em saúde e serviço social: as Residências em questão. Textos & Contextos (Porto Alegre), v. 12, n. 2, p. 349 - 360, jul./dez. 2013a.

CASTRO, M. M. C. O serviço social nos Programas de Residência em saúde: resultados iniciais do mapeamento da ABEPSS. Revista Temporalis. Brasília (DF), ano 13, n. 26, p. 153-171, jul./dez. 2013b.

CECCIM, R. B.; PINTO, L. F. A formação e especialização de profissionais de saúde e a necessidade política de enfrentar as desigualdades sociais e regionais. Revista Brasileira de Educação Médica. v.31, nº 3, p.266-277, set-out 2007.

CFESS. Parâmetros para a Atuação de Assistentes Sociais na Política de Saúde. Série: trabalho e projeto profissional nas políticas sociais. Brasília, 2010.

______. Residência em Saúde e Serviço Social – subsídios para a reflexão. Brasília. 2017.

CORREIA, M. V. EBSERH: Lutas e Resistências à lógica mercantil nas Universidades. BRAVO, M.I; MENEZES, J. S. B. A Saúde nos Governos do Partido dos Trabalhadores e as Lutas Sociais contra a privatização. – Rio de Janeiro: UERJ, Rede Sirius, p. 46-52, 2014.

EBSERH. Sobre os Hospitais Universitários Federais. Disponível em: <http://www.ebserh.gov.br/hospitais-universitarios-federais>. acesso em 21 de abril de 2019a.

_______. Rede Ebserh forma mais de 3 mil residentes no início de 2019. Disponível em: <http://www.ebserh.gov.br/noticias/201903141731-rede-ebserh-forma-mais-de-3-mil-residentes-no-inicio-de-2019>. acesso em 21 de abril de 2019b.

_______. Número de residentes em saúde da Rede Ebserh cresce 33% em 2018. Disponível em: <http://www.ebserh.gov.br/noticias/20190125821-numero-de-residentes-em-saude-da-rede-ebserh-cresce-33-em-2018>. acesso em 21 de abril de 2019c.

IBGE. Norte e nordeste convivem com restrições no acesso a saneamento básico. 2018. Disponível em: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-noticias/2012-agencia-de-noticias/noticias/20979-norte-e-nordeste-convivem-com-restricoes-no-acesso-a-saneamento-basico. acesso em 21 de abril de 2019.

LOBATO, Carolina P. Formação dos trabalhadores de saúde na residência multiprofissional em saúde da família: uma cartografia da dimensão política. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2010.

MARCH, C. InformANDES. Informativo nº 15. Brasília, 2012.

MENDES, Alessandra G. Residência Multiprofissional em saúde e Serviço Social. In: SILVA, Letícia Batista, RAMOS, Adriana. Serviço Social, saúde e questões contemporâneas: reflexões críticas sobre a prática profissional. São Paulo: Campinas, Papel Social, p. 183-200, 2013.

NASCIMENTO, C. C. S; OLIVEIRA, C. M. Educação permanente e Serviço Social: apontamentos sobre a formação profissional. Temporalis. ano 16, n. 31, jan/jun, p. 133-165, 2016.

PAIVA, Sabrina P. A formação profissional em saúde no Brasil e o papel da universidade: conquistas, desafios e dilemas. In: OLIVEIRA, Lêda Maria Leal de; CASTRO, Marina Monteiro de Castro; e STEPHAN-SOUZA, Auta Iselina (Orgs.). Formação em saúde: contribuições do Serviço Social para a construção do SUS. Editora Prismas. 1ª ed., 2017, 280 pags.

PAIVA, S. P.; RESENDE, L. T.; PAULO, M. N. S.; TOMAZ, M. O Serviço Social e o trabalho em equipe multiprofissional nas residências em saúde: estado da arte. Revista Libertas. Programa de Pós-graduação em Serviço Social/UFJF, no prelo.

SARMENTO, L. F. et al. A distribuição regional da oferta de formação na modalidade Residência Multiprofissional em Saúde. Saúde Debate. v.41, n.113, p.415-424, abr-jun 2017.

SILVA, L. B. Residência multiprofissional em saúde no Brasil: alguns aspectos da trajetória histórica. Revista Katálysis. Florianópolis, v. 21, n. 1, p. 200-209, jan./abr. 2018.

Downloads

Publicado

2020-09-22

Como Citar

Monteiro de Castro, M., Pereira Paiva, S. ., Barbosa de Carvalho Dornelas, C. ., & Fernandez Zschaber, F. (2020). SERVIÇO SOCIAL E RESIDÊNCIAS EM SAÚDE NO BRASIL: PANORAMA NACIONAL. Revista Serviço Social Em Perspectiva, 4(2), 216-235. https://doi.org/10.46551/rssp.202024