Acometimento da doença renal crônica nos pacientes em diálise no hospital do rim no interior de Minas Gerais

Autores

  • Isabella Marques Costa Graduandos do curso Médico das Faculdades Unidas do Norte de Minas – FUNORTE
  • Maria Fernanda Dias Basílio Graduandos do curso Médico das Faculdades Unidas do Norte de Minas – FUNORTE
  • Lucas Andrade Meira Graduandos do curso Médico das Faculdades Unidas do Norte de Minas – FUNORTE
  • Maria Letícia Marques Pinheiro Graduandos do curso Médico da Universidade Estadual de Montes Claros – UNIMONTES
  • Josiane Santos Brant Rocha Doutora em Ciência do Desporto.

Resumo

A doença renal crônica (DRC) é a lesão com perda progressiva e irreversível da função renal e, atualmente, cresce como um problema de saúde pública, principalmente pelo aumento do número dos fatores de risco. Objetivos: Caracterizar os fatores de risco para DRC nos pacientes em diálise atendidos no Hospital do Rim da Santa Casa de Montes Claros - MG quanto à doença de base, ao tipo de tratamento utilizado e ao período de tempo da terapêutica utilizada; descrever o perfil epidemiológico dos pacientes com DRC; identificar as complicações decorrentes da DRC. Material e Métodos: trata-se de um estudo clínico, descritivo e documental, realizado no Hospital do Rim da Santa Casa de Misericórdia de Montes Claros (MG) e foram incluídos os pacientes em diálise que assinaram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. Resultados: dos 157 pacientes entrevistados, observou-se 57,3% do sexo feminino, com faixa etária média de 54,34 anos e a maioria (74,5%) com renda familiar menor que dois salários mínimos. Quanto à doença de base, 28,7% apresentavam Hipertensão Arterial Sistêmica, 19,1% Diabetes Mellitus, seguido da Glomerulonefrite (16,6%). Quanto ao tipo de tratamento dialítico, todos os pacientes estavam em hemodiálise e destes 84,7% possuíam a fístula arteriovenosa como tipo de acesso utilizado. Cerca de 36,3% dos pacientes iniciaram o tratamento dialítico há 3 anos aproximadamente. E a complicação mais comum (49%) encontrada foi a alteração do metabolismo do cálcio e do fósforo associados à anemia. Conclusão: a partir dos resultados obtidos percebeu-se a necessidade de um melhor planejamento frente às necessidades reais dos pacientes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-05-28

Como Citar

Marques Costa, I., Fernanda Dias Basílio, M., Andrade Meira, L., Letícia Marques Pinheiro, M. ., & Santos Brant Rocha, J. . (2020). Acometimento da doença renal crônica nos pacientes em diálise no hospital do rim no interior de Minas Gerais. Revista Renome, 4, 25–26. Recuperado de https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/renome/article/view/2656

Edição

Seção

Edição Especial