A IMPORTÂNCIA DA ATIVIDADE FÍSICA NO COMBATE A OBESIDADE INFANTIL

Autores

  • Claúdio Henrique Leal Universidade Unimontes de Montes Claros
  • Pedro Barbarena Universidade estadual De Montes Claros - UNIMONTES

Palavras-chave:

Palavras-chave: Obesidade. Atividade Física. Educação Física Infantil.

Resumo

A obesidade infantil é um problema à escala mundial, por isso torna-se emergente enfatizar a importância da atividade física no combate a obesidade, promover a prevenção deste problema. O objetivo deste artigo é estudar as medidas profiláticas e mapear intervenção no combate à obesidade infantil por meio da atividade física. Ele trata-se de uma revisão de literatura com abordagem qualitativa. Foram selecionados artigos sobre a temática nos principais sites indexados, SciELO, Capes Periódicos e Google acadêmico, realizou-se uma revisão de literatura científica nacional e internacional, utilizando os seguintes descritores: obesidade infantil, atividade física infantil, a importância da boa alimentação infantil e a importância da atividade física no combate a obesidade infantil, agrupados pelo modulador boleano ¨and¨. Foram incluídos os artigos publicados na língua portuguesa, entre os anos de 2018 a 2022,com disponibilidade de texto completo em suporte eletrônico de forma gratuita, publicado em periódicos nacionais, e excluídos artigos de revisão de literatura e que divergiam da temática proposta. Ao término das buscas, contatou que é necessário que a escola e professores busque meios de prevenção à futuros agravos à saúde da crianças ocasionada pela obesidade. De acordo com os resultados da pesquisa, verifica-se que na fase infantil, as crianças desenvolvem hábitos que podem durar por toda a vida. Nesse sentido, é de suma importância realizar um acompanhamento alimentar das crianças, principalmente pais e professores, a fim de evitar problemas de saúde futuros e desenvolver desde a infantil a prática de atividade física para o combate e prevenção da obesidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AGUIAR, Lohane. O brincar como promotor essencial da saúde na infância: um estudo exploratório. 2021. 57 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Educação Física) — Universidade de Brasília, Brasília, 2021

ALMEIDA, L. de M.; FORMIGA, W. A. M.; LIMA, R. F.; SILVA, W. G. da; SILVA, I. L. de A. e; SILVA, S. B. da; FERNANDES, Ingrid, R. M. G.; RAMOS, A. de F.; VIANA, T. A.; NÓBREGA, Érika M. G. de A. Fatores associados ao sobrepeso e obesidade infantil. Revista Eletrônica Acervo Saúde, n. 58, p. e4406, 11 set. 2020.Disponível em: https://acervomais.com.br/index.php/saude/article/view/4406. Acesso: 09 dez. 2021.

ALVARENGA. C.R.T.et al. Ambiente alimentar do entorno de escolas públicas e privadas: oportunidade ou desafio para alimentação saudável? 03.06.20. Disponível em: https://www.scielo.br/j/csc/a/nyx4MCYFPjZCnxqxXBvwhsG/abstract/?lang=pt. Acesso: 10 dez. 2021.

ANDRADE NETO, J. B. Efeitos Fisiológicos do Treinamento Físico de Krav Maga nas variáveis: hemodinâmica, metabólica, hidratação, neuromuscular, hormonal e sono. 2019. 106f. Dissertação (Mestrado em Saúde do Adulto) - Centro de Ciências Biológicas - Universidade Federal do Maranhão - UFMA, São Luís, 2019

ANDRADE NETO, J. B., & Pereira, G. M. (2021). Percepção do colégio militar de Brasília a respeito da inserção de novos conteúdos de lutas na educação física escolar. Revista Form@re-Parfor/UFPI, v. 9, n. 1, 2021.

ARAÚJO, Camila Grazyella Teixeira de. Consumo e comportamento alimentar entre crianças de 2 a 8 anos: uma percepção parental. 2020. Monografia (Bacharelado em Nutrição) - Faculdade de Ciências da Educação e Saúde, Centro Universitário de Brasília, Brasília, 2020. Disponível em: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/prefix/14406. Acesso: 10, dez 2021.

ASSIS, Ágata et al. A influência da publicidade na alimentação infantil. 2021. Trabalho de conclusão de curso (Curso Técnico em Nutrição e Dietética) - Escola Técnica Estadual ETEC de Cidade Tiradentes (Cidade Tiradentes - São Paulo), São Paulo, 2021.

BRUM, M. M. D. (2021). O excesso de peso na infância e adolescência e o risco para diabetes tipo II: uma revisão de produção científica presente na Biblioteca Virtual de Saúde, 2016-2021.

CONCEIÇÃO, E. M. S. M. da .; SILVA, J. P. da .; AGRIPINO, J. L. da S. .; PFINGSTAG, K. F. F. .; FERREIRA, M. D. .; LIMA, R. K. da C. . HÁBITOS ALIMENTARES SAUDÁVEIS NA EDUCAÇÃO INFANTIL. Revista Ibero-Americana de Humanidades, Ciências e Educação, [S. l.], v. 8, n. 1, p. 1781–1800, 2022. DOI: 10.51891/rease.v8i1.4098. Disponível em: https://periodicorease.pro.br/rease/article/view/4098. Acesso em: 16 maio 2022.

COSTA, T. M. S. A atividade física como proposta ao combate da obesidade infantil. Resende, 2021. Disponível em: https://repositorio.aedb.br/jspui/handle/123456789/60. Acesso: 24 maio 2022

HENRIQUES, Patrícia et al. Políticas de Saúde e de Segurança Alimentar e Nutricional: desafios para o controle da obesidade infantil. Ciênc. saúde coletiva, 23(12): 4143-4152, Rio de Janeiro, dezembro. 2018. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413- 81232018001204143&lng=pt&nrm=iso Acesso: 10 dez. 2021.

MURAD. N. et al. Alimentação infantil em tempos de pandemia. Junho de 2020. Brasília/DF. Laboro Ensino Excelência. Disponível em: http://repositorio.laboro.edu.br:8080/jspui/bitstream/123456789/156/1/Alimenta%c3%a7%c3%a3o%20infantil%20em%20tempos%20de%20pandemia.pdf. Acesso: 10 dez. 2021.

OLIVEIRA, Rogério da Silva. Nível de satisfação na hidroginástica de idosos em período de distanciamento social e a influência das práticas corporais ao longo da vida. 2021. Trabalho de Conclusão de Curso. Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

PAIVA, Ana C. Teixeira et al. Obesidade Infantil: análises antropométricas, bioquímicas, alimentares e estilo de vida. Ver. Cuidarte, 9(3): 2387-99, 2018. Disponível em: https://revistacuidarte.udes.edu.co/index.php/cuidarte/article/view/575 Acesso: 10 dez. 2021.

PINTO, J. M. S. Dislipidemia na infância: ações de enfermagem na promoção da alimentação saudável. Monografia. 2020. Mossoró/RN. Faculdade Nova Esperança. Disponível em: http://www.sistemasfacenern.com.br/repositorio/admin/acervo/a867772ffd7192be94d4db7916ef979a.pdf. Acesso: 10 dez. 2021.

SANTOS. G. M. e SILVA. C. A. F. A Obesidade Infantil e Seus Aspectos Psicológicos e Sociais. IJPE, 3 e 2020019, 2020. Revista intercontinental Journal On Physical Education. Disponível em: http://www.ijpe.periodikos.com.br/article/5fcdad720e88258f125fa0e4/pdf/ijpe-2-3-e2020019.pdf. Acesso: 09 dez. 2021.

SANTOS. R. S., Efeitos dos Exercícios Físicos na Obesidade Infantil: Uma revisão Interativa. Monografia. 26-Jul-2021. Paripiranga. Disponível em: https://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/14882. Acesso: 10 dez. 2021.

TRINDADE, L. P. A. Pais: Literacia em saúde para a prevenção da obesidade infantil dos 0 aos 5 anos. Monografia. 16-Out-2020. Revista Repositório comum. Disponível em: https://comum.rcaap.pt/handle/10400.26/33793. Acesso: 09 dez. 2021.

VIVEIROS DE CASTRO, M. A.; DE LIMA, G. C.; PINTO BELFORT ARAUJO, G. Educação alimentar e nutricional no combate à obesidade infantil: visões do Brasil e do mundo. Revista da Associação Brasileira de Nutrição - RASBRAN, [S. l.], v. 12, n. 2, p. 167–183, 2021. DOI: 10.47320/rasbran.2021.1891. Disponível em: https://rasbran.emnuvens.com.br/rasbran/article/view/1891. Acesso em: 24 maio. 2022.

Publicado

2022-09-29 — Atualizado em 2022-12-27

Versões

Como Citar

HENRIQUE LEAL, C.; BARBARENA, P. A IMPORTÂNCIA DA ATIVIDADE FÍSICA NO COMBATE A OBESIDADE INFANTIL. RENEF, [S. l.], v. 5, n. 7, p. 38–48, 2022. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/renef/article/view/5353. Acesso em: 29 jan. 2023.