A INFLUÊNCIA DA EDUCAÇÃO FÍSICA NO DESENVOLVIMENTO MOTOR DOS ALUNOS NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Autores

  • Rosenice Campos da Silva Universidade Estadual de Montes Claros - Unimontes
  • Pedro Octavio Barbanera Universidade estadual De Montes Claros - UNIMONTES

Palavras-chave:

Desenvolvimento motor. Educação infantil. Educação Física.

Resumo

O desenvolvimento motor ocorre a partir da criança com o meio no qual encontra-se inserida. Diante disso, no ambiente escolar o profissional de educação física possui um papel relevante no desenvolvimento de estímulos que são necessários para o desenvolvimento motor infantil. O estudo objetivou analisar a influência da educação física no desenvolvimento motor dos alunos na educação infantil. Especificamente, pretendeu-se identificar os estágios do desenvolvimento motor da criança; analisar a importância das aulas de educação física na educação infantil; e compreender o papel do professor de educação física no desenvolvimento motor dos alunos na educação infantil. Trata-se de um estudo qualitativo do tipo exploratório e descritivo por meio da revisão de literatura. A educação física é benéfica na vida da criança quando trabalhada de forma correta e planejada, possibilitando a vivência corporal por meio de brincadeiras. Por isso, deve se fazer presente no cotidiano dos alunos do ensino infantil, uma vez que por meio da mesma a criança passa a conhecer o seu próprio corpo e suas limitações, estimulando a criatividade, o imaginário e diversas experiências motoras, o que refletirá no desenvolvimento motor preparando-a para lidar com as várias situações no qual poderá ser submetida ao longo da sua vida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BARBOSA, C. L. de A. Educação física escolar: representações sociais. Rio de Janeiro/ RJ: Ed. Shape, 2001.

BONFIETTI, P. E. et al. O/a professor/a de educação física na educação infantil. Revista @mbienteeducação. São Paulo: Universidade Cidade de São Paulo, 2019; 12, (1): 160-176.

BORGES, L. V. A. B. et al. Avaliação do desenvolvimento motor infantil em crianças de alto risco. Rev enferm UFPE on line. 2020;14:e241981. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/244121/34910. Acesso em: 29 mar. 2022.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Base Nacional Comum Curricular/Etapas Do Ensino Fundamental. Secretaria de Educação Fundamental. – Brasília : MEC/SEF,2017.

BRASIL. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil. Secretaria de Educação Básica. Brasília: MEC, SEB, 2010. Disponível em:

http://portal.mec.gov.br/dmdocuments/diretrizescurriculares_2012.pdf. Acesso em: 18 nov. 2021.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC, 2017. Disponível em: http:// basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_20dez_site.pdf. Acesso em: 14 nov. 2021.

CAMARGO, E. P. de; NARDI, R. Planejamento de atividades de ensino de Física para alunos com deficiência visual: dificuldades e alternativas. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, 2007; 6, (2): 378-401. Disponível em: http://www.saum.uvigo.es/reec/volumenes/volumen6/ART9_Vol6_N2.pdf. Acesso em: 16 mar. 2021.

COSTA, C. L. A. et al. Efeito do nível de desenvolvimento em habilidades motoras fundamentais no desempenho de uma habilidade especializada. Motricidade, 2018; 14, (S1): 31-39. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/328253251_Efeito_do_nivel_de_desenvolvimento_em_habilidades_motoras_fundamentais_no_desempenho_de_uma_habilidade_especializada/link/5bc0fbff92851c88fd65cf16/download. Acesso em: 21 nov. 2021.

DELVALLE, E. C. et al. Desenvolvimento motor na educação infantil através da ludicidade. Revista Ibero-Americana de Humanidades, Ciências e Educação. São Paulo, jun. 2021; 7, (6). Disponível em: https://periodicorease.pro.br/rease/article/view/1507/655. Acesso em: 28 out. 2021.

D'AVILA, A. da S.; SILVA, L. O. e. Educação Física na Educação Infantil: O papel do professor de Educação Física. Kinesis, 2018; 36, (1): 44-57. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/kinesis/article/view/31365. Acesso em: 18 nov. 2021.

FERRAZ, O. L.; MACEDO, L. de. Reflexões de professores sobre a educação física na educação infantil incluindo o referencial curricular nacional. Revista Paulista de Educação Física, São Paulo, jan./jun. 2001; 15, (1): 83-102.

GONÇALVES, M. F. et al. O professor de educação física no auxílio do desenvolvimento psicomotor na educação infantil Intellectus Revista Acadêmica Digital, 2020; 61, (1) 37-52. Disponível em: http://www.revistaintellectus.com.br/artigos/70.871.pdf. Acesso em: 16 mar. 2022.

LIMA, A. G. F.; MOTA, A. T. L. Psicomotricidade na Educação Infantil: um estudo no

Centro de Educação Infantil na Cidade de Iguatu-CE. Revista multidisciplinar e de

Psicologia, Iguatu-CE, 2017; 11, (38): 265-286.

LORENZINI, M.V. Brincando a brincadeira com a criança deficiente: novos rumos terapêuticos. São Paulo: Manole, 2002.

MATTOS, M. G. de; NEIRA, M. G. Educação Física Infantil: construindo o movimento na escola. São Paulo: Phorte, 6. ed. 2006.

MARTINS, R. L. D. R; MELLO, A. Da S.. Perfil profissional dos professores de educação física que atuam na educação infantil pública das capitais brasileiras. Revista Humanidades e Inovação, 2019; 6, (15). Disponível em: https://revista.unitins.br/index.php/humanidadeseinovacao/article/view/1544. Acesso em: 22 nov. 2021.

MARTINS, R. L. D. R; TRINDADE, L. H. T.; MELLO, A. Da S. Diálogos entre as produções acadêmico-científicas da Educação Física e os documentos orientadores da Educação Infantil. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, São Paulo, jan./mar.2021; 35, (1): 67-79. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rbefe/article/view/184420/170696. Acesso em: 03 nov. 2021.

MOREIRA, R. M. A Educação Física como meio de inclusão social: mito ou verdade? Efdesportes.com, Buenos Aires, 2008; 116, (12). Disponível em: http://www.efdeportes.com/efd116/a-educacao-fisica-como-meio-de-inclusao-social.htm. Acesso em: 22 mar. 2021.

PIAGET, J. O nascimento da inteligência da criança. Editora Crítica: São Paulo, 1973.

PINHEIRO-RUBIM, K. D. P.R.; ZANELLA, Â. K.; CHIQUETT, E. M. Dos S. Vigilância do desenvolvimento motor de bebês: importância da inserção do fisioterapeuta na puericultura. Fisioterapia e Movimento, 2021; 34, (e34114). Disponível em: https://www.scielo.br/j/fm/a/j8dshdRmKLWdxRWQ8FrLVxq/?lang=pt&format=pdf. Acesso em: 22 nov. 2021.

RODRIGUES N. Dos R. Desempenho Motor e escolar em crianças de 6 a 10 anos: Um estudo associativo. Monografia Universidade Federal do Rio 59 Grande do Sul, Porto Alegre, 2011. Disponível em: www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/32288/000785228.pdf? Acesso em: 22 mar. 2021.

SANTOS, M. A. R.; BRANDÃO, P. P. Base Nacional Comum Curricular e currículo da Educação Física: qual o lugar da Diversidade cultural? Horizontes, 36, (1), 105-118.

SILVA, D. de C. et al. Aspectos motores do desenvolvimento motor e a participação esportiva sistematizada em crianças dos 6 aos 10 anos de idade: uma revisão narrativa. Biomotriz, 2021; 5, (1): 279-290. Disponível em: https://revistaeletronica.unicruz.edu.br/index.php/biomotriz/article/view/547/387. Aceso em: 18 mar. 2022.

SILVA, R. De C. R. Da. Desenvolvimento infantil da criança institucionalizada. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências e Educação, 2021, 15. Disponível em: https://periodicorease.pro.br/rease/article/view/696. Acesso em: 16 nov. 2021.

SILVA, D. De C. Associação entre o desenvolvimento motor e a participação esportiva em crianças dos 6 aos 10 anos de idade. 2020. 79 f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2020. Disponível em: https://www.locus.ufv.br/bitstream/123456789/28147/1/texto%20completo.pdf. Acesso em: 22 nov. 2021.

SOUTO, M. Da C. D. et al. Integrando a Educação Física ao Projeto Político Pedagógico: perspectiva para uma educação inclusiva . Motriz, Rio Claro, jul/set. 2010; 16, (3): 762-775. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/motriz/v16n3/a25v16n3.pdf. Acesso em: 15 maio. 2021.

SOUZA, R. Da S. O trabalho do profissional da educação física no desenvolvimento da lateralidade em escolares. 2021. 58f. TCC (Bacharelado em Educação Física) – Universidade Federal de Pernambuco, Vitória de Santo Antão, 2021. Disponível em: https://repositorio.ufpe.br/bitstream/123456789/42281/1/Souza%2C%20Rayane%20da%20Silva.pdf. Acesso em: 20 abr. 2022.

SOUZA, B. I. S. De. A organização do trabalho pedagógico na educação infantil: especificidades e relações com a Educação Física. Revista de Educação Física, Esporte e Lazer. Motrivivência, Florianópolis, abr./jul. 2019; 31, (58): 01-22. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/motrivivencia/article/view/2175-8042.2019e56519/40203. Acesso em: 04 nov. 2021.

TANI, G.; BASSO, L.; CORRÊA, U. C. O ensino do esporte para crianças e jovens: considerações sobre uma fase do processo de desenvolvimento motor esquecida. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, São Paulo, 2012; 26, (5): 339-350. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbefe/a/PNFGV9kn98tC46sBMJfQj6B/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 14 nov. 2021.

XAVIER FILHO, L. P.; ASSUNÇÃO, J. R. Educação física: Saiba mais. Rio de Janeiro: Âmbito Cultural, 2005.

Publicado

2022-07-07

Como Citar

CAMPOS DA SILVA, R.; OCTAVIO BARBANERA, P. A INFLUÊNCIA DA EDUCAÇÃO FÍSICA NO DESENVOLVIMENTO MOTOR DOS ALUNOS NA EDUCAÇÃO INFANTIL. RENEF, [S. l.], v. 5, n. 5, p. 180–191, 2022. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/renef/article/view/5243. Acesso em: 19 abr. 2024.