O ENSINO DAS LUTAS NA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR

Autores

  • Jéfferson Luiz Santana dos Santos Universidade Estadual de Montes Claros
  • Alexandre Aves Caribé da Cunha Universidade estadual De Montes Claros - UNIMONTES
  • Josária Ferraz Amaral Universidade Federal de Juiz de Fora - MG

Resumo

Foi delineada através de livros e artigos científicos em bancos de dados eletrônicos. Os critérios de seleção dos materiais foram: (I) Publicações na linha temporal de pesquisa entre os anos de 1990 a 2020, visando obter melhor entendimento nessa construção do saber; (II) Estudos de localização em qualquer lugar do mundo; (III) Com explícita abordagem da importância do ensino das lutas nas aulas de educação física escolar; (IV) Estudos realizados com humanos. Para que a valorização da luta na educação de crianças e jovens aconteça, é imprescindível a adoção de novos métodos de ensino. Diante disto, é de suma importância a formação continuada de professores de educação física com o objetivo de conciliar conhecimento e teoria sobre a prática com base na reflexão crítica. Almeja-se que esta pesquisa possa aprimorar o valor acadêmico da disciplina para que esses conteúdos possam ser desenvolvidos, conforme preconiza a literatura e os principais documentos que regulamentam o esporte brasileiro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BARROS, A. M.; GABRIEL, R. Z. Lutas. In: DARIDO, S. C. (Org.). Educação física escolar: compartilhando experiências. São Paulo: Phorte, 2011. P. 75-96.

BETTI, M. Valores e finalidades na Educação Física escolar: uma concepção sistêmica. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, v. 16, n. 1, p. 14-21, 1994.

BETTI, M; ZULIANI, L. R. Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte. V.I, n.1, p. 73-81, 2002.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular/Ministério da Educação. Secretária de Educação Básica. Diretoria de Currículos e Educação Integral. Brasília: MEC, 2017.

______ Base Nacional Comum Curricular/Ministério da Educação. Secretária de Educação Básica. Diretoria de Currículos e Educação Integral. Brasília: MEC, 2018.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Diário Oficial da União, 5 out. 1988.

BRASIL. Ministério da Educação e Cultura. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Educação Física. Brasília: MEC/SEF, 1997.

BRASIL. Ministério da Educação e Cultura. Parâmetros Curriculares Nacionais: Educação física. Vol. 7. Brasília, Secretaria de Educação Fundamental, 2001.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, LDB. 9394/1996. São Paulo: Saraiva, 1996.

BRASIL. Plano Nacional de Educação (PNE). Plano Nacional de Educação 2014-2024. Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014, que aprova o Plano Nacional de Educação (PNE) e dá outras providências. Brasília: Câmara dos Deputados, Edições Câmara, 2014.

BRASIL, Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Educação Física/ Secretaria de Educação Fundamental – Brasília: MEC/SEF, 1998.

CORREA, Edimara Antunes. Alternativas Pedagógicas para a Inclusão das lutas na Educação Física escolar. SC. 2011. 50 f. Monografia (Graduação em Educação Física) – Universidade do Sul de Santa Catarina, Tubarão, 2011.

DARIDO, S. C. Educação física na escola: questões e reflexões. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2003.

FERREIRA, H. S. As lutas na Educação Física escolar. Revista de Educação Física, Rio de Janeiro, v. 135, n.1, p. 36-44, 2006.

FRANCHINI, E.; Del VECCHIO, F. B. Estudos em modalidades esportivas de combate: estado da arte. Rev. bras. Educ. Fís. Esporte, São Paulo, v.25, p.67-81, dez. 2011.

GOMES, M. S. P. Procedimentos pedagógicos para o ensino das lutas: contextos e possibilidades. Tese (mestrado em Educação Física). Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação Física. Campinas, SP, 2008.

HARNISCH, G.S. et al. O conteúdo lutas nas aulas de educação física dos anos finais do ensino fundamental. 2017. Disponível em: http://www.uel.br/eventos/conpef/portal/pages/arquivos/20129073-19877.doc.pdf. Acesso em: mar. 2021.

KUNZ, E. Transformação didático-pedagógica do esporte. 7. ed. Ijuí: Unijuí, 2006.

LANÇANOVA, J. E. S. Lutas na Educação Física Escolar: alternativas pedagógicas. 2006. 70 f. Monografia (Licenciatura em Educação Física) – Universidade da Região da Campanha, Alegrete, 2006.

_________ Lutas na educação física escolar: alternativas pedagógicas. 2007. Disponível em: http://lutasescolar.vilabol.uol.com.br/lutas_na_educ_fis_escolar .pdf. Acesso em: mar. 2021.

LIBÂNEO, José Carlos. Organização e gestão da escola: teoria e prática. Goiânia: Alternativa, 2004.

MATTOS, M. G. Educação Física infantil: construindo o movimento na escola. 7. ed. São Paulo: Ágora, 220p. 2000.

MOCARZEL, R. C.S. Artes marciais e jovens: violência ou valores educacionais? Um estudo de caso de um estilo de Kung-fu / Rafael Carvalho da Silva Mocarzel. – Niterói, 108p. 2011.

PAES, R, R. A pedagogia do esporte e os jogos coletivos. In: DE ROSE JÚNIOR, D. Esporte e Atividade Física na Infância e na Adolescência: uma abordagem multidisciplinar. Porto Alegre: Artmed, 2002. p. 1-200.

PRADO, B. M. B. Educação física escolar: um novo olhar. Passo Fundo – RS, v. 10, n. 21, JUL, 2015.

PREYER, C. T. Educação física escolar: a importância da diversificação no ensino de seus conteúdos. 94f. (Monografia) – Faculdade de Educação. Universidade Estadual de Campinas, Campinas: 2000.

RUFINO, L. G. B.; DARIDO, S. C. O ensino das lutas nas aulas de educação física: Análise da prática pedagógica à luz de especialistas. Rev. Educ. Fís./UEM, v. 26, n. 4, p. 505-518, 4. Trim. 2015.

SILVA, E. I. As lutas como recurso pedagógico nas aulas de educação física. Universidade do Extremo do Sul Catarinense – UNESC. Dez/2015.

Publicado

2022-07-29 — Atualizado em 2022-07-29

Versões

Como Citar

SANTANA DOS SANTOS, J. L.; AVES CARIBÉ DA CUNHA, A.; FERRAZ AMARAL, J. . O ENSINO DAS LUTAS NA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR. RENEF, [S. l.], v. 5, n. 6, p. 77–87, 2022. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/renef/article/view/5241. Acesso em: 12 ago. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)