PRIMÓRDIOS DA NATAÇÃO EM MONTES CLAROS/MG: REPRESENTAÇÕES DE DISTINÇÃO SOCIAL NA PRAÇA DE ESPORTES

  • Marina Graziele Mendes Pereira Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES
  • Ester Liberato Pereira Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES

Resumo

O presente estudo, de caráter histórico e documental, busca elaborar uma narrativa histórica da prática esportiva da natação em Montes Claros, na região norte de Minas Gerais, entre 1940 a 1945. Para a elaboração dessa pesquisa, utilizaram-se fontes documentais impressas, tais como jornais, coletadas por meio de uma pesquisa documental no Centro de Pesquisa e Documentação Regional (CEPEDOR). Após a coleta de dados, tais fontes foram submetidas a uma análise documental. A interpretação das informações evidencia que a Praça de Esportes, arquitetada em 1941, consistiria em um padrão de orgulho para a cidade de Montes Claros. Ao ter o Minas Tênis Clube, de Belo Horizonte, como espelho na constituição das praças de esportes pelo estado, o governo edificou, em cada uma dessas praças, uma piscina. Assim, abriram-se oportunidades para parte da população vivenciar distintas práticas esportivas, tais como o tênis e a natação. De tal modo, a partir de seu estabelecimento, passa a ser utilizada para eventos esportivos e ocasiões de lazer, conformando um espaço que justapôs estas esferas a uma elite sociocultural e político-econômica da população de Montes Claros. Ainda na década de 1940, a piscina da Praça de Esportes da cidade veio a ser experimentada por alguns nadadores especializados. A partir desse marco na história de Montes Claros, a natação veio a se desenvolver gradualmente; começaram a surgir treinos com foco na formação de uma equipe para representar a cidade, competições náuticas começaram a ser realizadas na Praça e até mesmo fora da cidade, a natação infantil conquistou seu espaço na Praça e, devido ao grande desenvolvimento do esporte, houve abertura do concurso de professores de natação. Portanto, na primeira metade do século XX, a natação configurou-se como um lócus de domínio simbólico, que permitiu, a uma elite da cidade, conquistar representações de distinção social na esfera pública dos eventos e dos meios de comunicação social esportivos.

Biografia do Autor

Marina Graziele Mendes Pereira, Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES

Acadêmico do Curso Educação Física - Licenciatura Unimontes.

Ester Liberato Pereira, Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES

Professora do Curso de Educação Física - Bacharelado Unimontes. 

Publicado
2020-01-17
Como Citar
Graziele Mendes PereiraM., & Liberato PereiraE. (2020). PRIMÓRDIOS DA NATAÇÃO EM MONTES CLAROS/MG: REPRESENTAÇÕES DE DISTINÇÃO SOCIAL NA PRAÇA DE ESPORTES. Revista Eletrônica Nacional De Educação Física, 2(2), 09. Recuperado de //www.periodicos.unimontes.br/index.php/renef/article/view/420
Seção
Estudos socioculturais do esporte e da Educação Física