ASPECTOS ECONÔMICOS DA CADEIA PRODUTIVA DO PEQUI NOS MUNICÍPIOS DA MICRORREGIÃO DE MONTES CLAROS.

Autores

  • Graziano Leal Fonseca Universidade Estadual de Montes Claros
  • Maria Tereza Pereira dos Santos Universidade Estadual de Montes Claros
  • Maria Ivete Soares de Almeida Universidade Estadual de Montes Claros

Resumo

Considerado o segundo maior bioma de Brasil, o Cerrado apresenta em sua fitofisionomia uma grande riqueza de espécies, base para o extrativismo que garantem a sobrevivência de inúmeras famílias habitantes de comunidades rurais. Dentre os inúmeros produtos extraídos do Cerrado com potencial para comercialização se destaca o Pequi. Dessa forma Minas Gerais tem no desenvolvimento da cadeia produtiva do pequi, uma alternativa que contribui com o desenvolvimento local de regiões mais pobres do Estado. Assim o presente artigo tem como objetivo destacar a relevância econômica do extrativismo do pequi para as populações rurais de diversos municípios que compõe a Microrregião de Montes Claros, no Norte de Minas Gerais. O levantamento de dados foi conduzido por etapas, divididas em pesquisa bibliográfica, levantamento e análise de indicadores sociais e econômicos, trabalho de campo com realização de entrevistas, visitas as Ematers e as comunidades rurais. Com esses procedimentos foi possível analisar que os municípios que compõe a microrregião de Montes Claros apresentam grande potencial para o desenvolvimento do extrativismo do pequi, mesmo que a renda e os lucros sejam distribuídos de forma desigual e não seja explorado todo seu potencial. Carecendo assim de maior incentivo de órgãos públicos e organização das comunidades extrativistas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-04-07

Como Citar

LEAL FONSECA, G. .; PEREIRA DOS SANTOS, M. T. .; SOARES DE ALMEIDA, M. I. . ASPECTOS ECONÔMICOS DA CADEIA PRODUTIVA DO PEQUI NOS MUNICÍPIOS DA MICRORREGIÃO DE MONTES CLAROS. Revista Desenvolvimento Social, [S. l.], v. 21, n. 1, p. 127–141, 2020. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/rds/article/view/1876. Acesso em: 25 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos