Desenvolvimento socioeconômico e novas fronteiras agrícolas em municípios da região do Matopiba

Autores

DOI:

10.46551/rc24482692202402

Palavras-chave:

Agronegócio, Fronteira Agrícola, Desenvolvimento Socioeconômico, Análise Fatorial

Resumo

O crescimento da produção agrícola brasileira identificou um grande dinamismo estrutural, considerando a abertura do mercado interno por meio da produção industrial, da agregação de novas áreas, antes isoladas, e à produção integrada à economia nacional. Ocorrendo assim, neste território um crescimento da produção de grãos e a melhoria nos indicadores socioeconômicos. Todavia, existem estudos mostrando que os resultados não são caraterizados em melhores condições de vida da população. O presente estudo buscou-se analisar o desenvolvimento socioeconômico, a partir da expansão do agronegócio, nos municípios da nova fronteira agrícolas (MATOPIBA) nos anos de 2000 e 2010. Para consolidar a análise, além da pesquisa bibliográfica e documental, utilizou-se da Análise Fatorial (AF) para desenvolver a construção de um índice de desenvolvimento socioeconômico que suscite compreender o grau de desenvolvimento socioeconômico dos municípios que fazem parte da nova fronteira agrícola, o MATOPIBA. O modelo de AF teve uma adequação satisfatória e apontou uma variância total explicada superior a 0,70 da variância total das 15 variáveis escolhidas. Na extração dos fatores proveio em 04 constructos que foram utilizados para a construção do Índice de Desenvolvimento Socioeconômico e possibilitou uma classificação em três graus de desenvolvimento (baixo, médio e alto) entre os municípios utilizados no estudo. Os resultados apresentaram que o índice de desenvolvimento socioeconômico é bem discrepante e expõem uma heterogeneidade nos municípios estudados. As evidências destacam a necessidade da elaboração de uma política pública destinada a promover o desenvolvimento territorial, devendo esta considerar aspectos relevantes, como educação, saúde, desigualdade, saneamento básico, dentre outros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisdalva Rosa de Jesus, Universidade Federal do Ceará– UFC, Fortaleza (CE), Brasil

É Graduada em Matemática e em Administração pela Universidade Federal do Piauí (UFPI) e Mestre em Economia Rural pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Atualmente é professora DE/EBTT do Instituto Federal do Piauí (Campus Uruçuí).

Endereço: Rod.PI-247 Km-07, s/n Portal dos Cerrados - Uruçuí-PI, Brasil.

Ahmad Saeed Khan, Universidade Federal do Ceará– UFC, Fortaleza (CE), Brasil

É Graduado em Agronomia pela West Pakistan Agricultural University, Mestrado em Economia Agrícola pela West Pakistan Agricultural University, Mestrado em Economia pela Colorado State University e Doutorado em Economia Agrícola e Recursos Naturais - Oregon State University. Professor do Programa de Pós-graduação em Economia Rural e do Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente da Universidade Federal do Ceará (UFC), pesquisador visitante da Universidade Regional do Cariri (URCA) e bolsista do CNPQ.

Endereço: Rua Campus do Pici s/n – Campus do Pici, Bloco 826. Fortaleza-Ceará, Brasil.

Kilmer Coelho Campos, Universidade Federal do Ceará– UFC, Fortaleza (CE), Brasil

É Graduado em Administração pela Universidade Estadual do Ceará (UECE), Graduado em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Ceará (UFC), Mestrado em Economia Rural pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e Doutorado em Economia Aplicada pela Universidade Federal de Viçosa (UFV). Professor Associado IV do Departamento de Economia Agrícola da Universidade Federal do Ceará e Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Economia Rural da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Endereço: Rua Campus do Pici s/n – Campus do Pici, Bloco 826. Fortaleza-Ceará, Brasil.

Downloads

Publicado

2024-02-01

Como Citar

JESUS, Francisdalva Rosa de; KHAN, Ahmad Saeed; CAMPOS, Kilmer Coelho. Desenvolvimento socioeconômico e novas fronteiras agrícolas em municípios da região do Matopiba. Revista Cerrados, [s. l.], v. 22, n. 01, p. 30–57, 2024. DOI: 10.46551/rc24482692202402. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/cerrados/article/view/6708. Acesso em: 14 jul. 2024.