Dynamics in urban state housing production: reflections on space formation

Autores

DOI:

https://doi.org/10.46551/rc24482692202018

Palavras-chave:

Public policy. Urban planning. Urban management. Housing.

Resumo

The multiple strategies for social housing production and market alter the functional and also social structure of urban space. The articulation of the real estate developers, the state movement and the growing demand for the units, besides expanding the real estate business through spaces for capital circulation, arouses the need for reflection on the interests where the projects are located. The general objective of this research is to reflect on how the movement and production favors the formation of spatialities within the production of the Minha Casa Minha Vida Program (PMCMV).  For the construction of the analysis it was necessary to combine several sources, which were systematized in order to cross the theoretical contributions and observation in the field and information derived from the choice of projects aimed at Track 1 - Condominium Systems in PMCMV. It should be noted that the research aims to contribute to the verticalization of studies on medium and small cities and will allow following and updating discussions on sectoral policies. It can be used to evaluate the structure and municipal management and how the social function of the city has been performed.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lisandro Pezzi Schmidt , Universidade Estadual do Centro-Oeste – Unicentro, Guarapuava, Paraná, Brasil

He has a degree and Masters in Geography from the Universidade Estadual de Maringá (UEM) and PhD in Geography from the Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Currently, he is professor at the Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro), Guarapuava, Paraná.

Márcia da Silva, Universidade Estadual do Centro-Oeste – Unicentro, Guarapuava, Paraná, Brasil

Shes has a degree and PhD in Geography from UNESP from the Presidente Prudente-SP and a post-doctorate from the University of Lisbon, Portugal. Currently, she is professor at the Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro), Guarapuava, Paraná.

Referências

ABRAMO, Pedro. A cidade caleidoscópia: coordenação espacial e convenção urbana. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2007.

AMORIM, Wagner V. A produção da habitação social de mercado nas cidades médias de Londrina/PR e Maringá/PR. Espaço Aberto, Rio de Janeiro: UFRJ, v. 5, n. 1, p. 95-119, 2015.

ARRETCHE, Marta. Federalismo e igualdade territorial: uma contradição em termos? Revista DADOS, Rio de Janeiro, v. 53, n. 03, p. 587-620, 2010.

CÂMARA BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO (CBIC). Perenidade dos Programas Habitacionais. 2016. Disponível em: <http://cbic.org.br/sites/default/files/Perenidade%20dos%20Programas%20Habitacionais.pdf>. Acesso em 25 jul. 2019.

BOTELHO, Adriano. Capital volátil, cidade dispersa, espaço segregado: algumas notas sobre a dinâmica do urbano contemporâneo. Cadernos Metrópole, São Paulo, v. 14, n. 28, p. 297-315, 2012.

BRASIL. Lei Nº 11.977/09, de 7 de julho de 2009. Brasília, 2009.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal: Centro Gráfico, 1988.

BRASIL. Lei n. 13.465/2017, de 11 de julho de 2017. Brasília, 2017.

BUENO, Laura Machado de M. Inovações para a concretização dos direitos à cidade: limites e possibilidades da lei e da gestão. In: BUENO, Laura Machado de Mello; CYMBALISTA, Renato (oRGS.). Planos Diretores Municipais: novos conceitos de planejamento territorial. São Paulo: Annablume, 2007, p. 11-24.

CARDOSO, Adauto L.; ARAGÃO, Thêmis A. Reestruturação do setor imobiliário e o papel do Programa Minha Casa Minha Vida. In: XII Seminário da Rede Iberoamericana de Pesquisadores sobre Globalização e Território (RII). Belo Horizonte, 2012.

FERNANDES, Edésio. Reforma urbana e reforma jurídica no Brasil: duas questões para reflexão. In: COSTA, Geraldo Magela; MENDONÇA, Jupira Gomes de (Org.). Planejamento urbano no Brasil: trajetória, avanços e perspectivas. Belo Horizonte, 2008. p.123-135.

FURTADO, Fernanda; SMOLKA, Martin O. Recuperação de mais-valias fundiárias urbanas na América Latina: bravura ou bravata? In: SANTORO, Paula (org.). Gestão social da valorização da terra. São Paulo: Polis, 2004. p. 39-51.

GAZETA DO POVO. Paraná tem 192 áreas classificadas como subnormais. Curitiba, 21 dez. 2011. Vida e Cidadania. Disponível em: https://www.gazetadopovo.com.br/vida-e-cidadania/parana-tem-192-areas-classificadas-como-subnormais-atjspb2aivqv4citw4kyojf4e/

Acesso em: 8 out. 2020.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Tipologias do território. 2019. Disponível em: <https://www.ibge.gov.br/geociencias/organizacao-do-territorio/tipologias-do-territorio.html>. Acesso em: 8 out. 2020.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Aglomerados Subnormais 2019: Classificação Preliminar e informações de saúde para o enfrentamento à COVID-19. 2019. Disponível em: <https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv101717_notas_tecnicas.pdf>. Acesso em: 8 out. 2020.

LAN, Diana; LINARES, Santiago; NUCCI, Josefina; PONS, Magdalena L. La Lógica de la organización espacial em la ciudad de Tandil. In: ELIAS, Denise; SPOSITO, Maria Encarnação Beltrão; SOARES, Beatriz Ribeiro (Orgs.). Agentes econômicos e reestruturação urbana e regional: Tandil e Uberlândia. São Paulo: Expressão Popular, 2010.

LOJKINE, Jean. O Estado capitalista e a questão urbana. São Paulo: Martins Fontes, 1981.

MARICATO, Ermínia. O Minha Casa é um avanço, mas a segregação urbana fica intocada. In: Carta Maior, 27/05/2009. Disponível em: <http://www.cartamaior.com.br>. Acesso em: 5 nov. 2015.

MOURA, Rosa. Metropolização e territórios emergentes no sul do Brasil. SOARES, Weber; MATOS, Ralfo (Orgs.). Desigualdades, redes e espacialidades emergentes no Brasil. Rio de Janeiro: Gramond, 2010. p. 187-221.

PONTAROLO, Tairine M.; SCHMIDT, Lisandro P. Atividade imobiliária e fragmentação da moradia: apontamentos sobre o Programa “Minha Casa Minha Vida” na cidade de Guarapuava-PR. In: I Simpósio Nacional de Métodos e Técnicas da Geografia e XXII Semana de Geografia. Maringá, outubro de 2013a.

PONTAROLO, Tairine M.; SCHMIDT, Lisandro P. Interesses especulativos na produção do espaço: o programa ― Minha Casa, Minha Vida em Guarapuava-PR. Campo Mourão. Anais SEURB – II Simpósio de Estudos Urbanos. Agosto, 2013b, p. 1-24.

PONTAROLO, Tairine M; SCHMIDT, Lisandro P. O Programa Minha Casa, Minha Vida como uma política nacional de desenvolvimento urbano: interesses especulativos e fragmentação da moradia em Guarapuava-PR. In: VIII Encontro Nacional de Pesquisadores em Gestão Social: construindo novas pontes e expandindo fronteiras. Cachoeira-BA, 2014.

PONTAROLO, Tairine M. Negócio do Estado e negócio privado: o Programa Minha Casa Minha Vida em Guarapuava-PR. Guarapuava: UNICENTRO, 2015. 264p. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-graduação em Geografia, Universidade Estadual do Centro-Oeste, Guarapuava, 2015.

PONTAROLO, Tairine M.; SCHMIDT, Lisandro P. A atuação do capital incorporador e do estado na construção do espaço urbano de Guarapuava-PR. Caminhos de Geografia, Uberlandia, v. 17, n. 57, p.149–166, 2016.

ROLNIK, Raquel. Guerra dos lugares: a colonização da terra e da moradia na era das finanças. Boitempo, 2015.

SCHEFFER, Sandra M. Espaço urbano e política habitacional: uma análise sobre o programa de lotes urbanizados da PROLAR- Ponta Grossa. 2003. 122 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais Aplicadas), Universidade Estadual de Ponta Grossa, Ponta Grossa, 2003.

SCHEFFER, Sandra M. A construção do espaço local por políticas nacionais de habitação: o Programa Minha Casa Minha Vida em Ponta Grossa. 2017. 239 f. Tese (Doutorado em Gestão Urbana), Universidade Católica do Paraná, Curitiba, 2017.

SILVA, Joyce Reis P. da; ROLNIK, Raquel, KLINTOWITZ, Danielle Cavalcanti; COBRA, Patrícia Lemos Nogueira; EMILIANO, Elisamara de Oliveira. Disponibilidade de solo urbano para habitação de interesse social e regulação urbanística: conflitos e desafios. XIV Encontro Nacional da ANPUR. Rio de janeiro, 2011.

SMOLKA, Martim O. O capital incorporador e seus movimentos de valorização. Cadernos IPPUR, Rio de Janeiro, v. 1, n. 3, p. 41-77, 1987.

SOJA, Eduard W. Geografias pós-modernas: a afirmação do espaço na teoria social crítica. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1993.

SPOSITO, Maria Encarnação B. A produção do espaço urbano: escalas, diferenças e desigualdades socioespaciais. In: CARLOS, Ana Fani Alessandri; SOUZA, Marcelo Lopes de; SPOSITO, Maria Encarnação Beltrão (orgs.). A produção do espaço urbano: agentes e processos, escalas e desafios. São Paulo: Contexto, 2014. p. 123-145.

Downloads

Publicado

2020-10-16

Como Citar

SCHMIDT , L. P. .; SILVA, M. DA. Dynamics in urban state housing production: reflections on space formation. Revista Cerrados, v. 18, n. 02, p. 275-296, 16 out. 2020.