Pirapora – Buritizeiro: esboço de uma análise histórica de desenvolvimento local

Autores

  • Ricardo Ferreira Ribeiro

Palavras-chave:

Pirapora. Buritizeiro. Vale do São Francisco. Desenvolvimento Local

Resumo

Pirapora e Buritizeiro, duas cidades mineiras localizadas em margens opostas do Alto São Francisco, que até 1962 estavam unidas em um mesmo município, apresentam uma trajetória histórica de desenvolvimento local bastante representativa de processos semelhantes ocorridos na região. Tiveram, na primeira metade do século XX, um crescimento rápido associado à sua condição de porto fluvial e terminal ferroviário, que declina com novas vias de escoamento da produção regional. Um outro surto de desenvolvimento ocorre a partir da criação da SUDENE e dos incentivos públicos oferecidos que contribuem para um expressivo crescimento econômico e do processo de urbanização, resultando em impactos sociais e ambientais igualmente significativos. O artigo analisa esta trajetória desde as suas origens no processo de colonização até a busca de alternativas através de projetos populares
com preocupações sociais e ambientais recentes, dentro de uma exaustiva pesquisa documental e bibliográfica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ÁLVARES DA SILVA, Breno; DINIZ, Domingos & MOTA, Ivan P. Bandeira. Pirapora: um porto na História de Minas. Belo Horizonte: Interativa, 2000.

BRAZ, Brasiliano. São Francisco nos caminhos da História. São Francisco: s/ed, 1977.

BURTON, Richard Francis. Viagem de canoa de Sabará ao oceano Atlântico. Belo Horizonte: Itatiaia; São Paulo: Ed. da Universidade de São Paulo, 1977.

COMPANHIA DE DISTRITOS INDUSTRIAIS. Distritos Industriais Montes Claros, Pirapora, Uberaba, Juiz de Fora, Santa Luzia, Sete Lagoas, Uberlândia. Belo Horizonte: Imprensa Oficial, 1971.

COSTA, Cláudia M. R. et al (org.) Biodiversidade em Minas Gerais: um atlas para a sua conservação. Belo Horizonte: Fundação Biodiversitas, 1998.

COSTA, José Ribeiro. Toponímia de Minas Gerais com estudo histórico da divisão territorial e administrativa. Belo Horizonte: Imprensa Oficial, 1970.

ENGENHEIROS E ECONOMISTAS CONSULTORES. O Médio São Francisco - Relatório Final do levantamento geo-econômico (1956-1957). São Paulo: Comissão do Vale do São Francisco, 1957.

FERREIRA, Jurandyr Pires. Enciclopédia dos Municípios Brasileiros.Rio de Janeiro: IBGE, 1959.

FUNDAÇÃO JOÃO PINHEIRO. Anuário Estatístico de Minas Gerais 1990-1993. Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro, 1994.

___________. Anuário Estatístico da Região Mineira do Nordeste 1994. Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro, 1994a.

HALFELD, H.G.F. Atlas e Relatório concernente a Exploração do Rio de São Francisco - desde a Cachoeira da Pirapora até ao Oceano Atlântico. São Paulo: Empresa das Artes, 1994.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATISTICA (IBGE). Censo Agropecuário. Brasília: IBGE, 1970.

LIMA, Noraldino. No Valle das Maravilhas. Belo Horizonte: Imprensa Oficial, 1925.

MATA-MACHADO, Bernardo Novais da. História do sertão noroeste de Minas Gerais. Belo Horizonte: Imprensa Oficial, 1991.

MATTA MACHADO, Fernando da. Navegação do Rio São Francisco Rio de Janeiro: Topbooks, 2002.

MATOS, Raimundo José da Cunha. Corografia histórica da Província de Minas Gerais (1837 ) - Volume I . Belo Horizonte: Arquivo Público Mineiro, 1979.

MELLO, Antônio de Oliveira. As Minas reveladas (Paracatu no tempo). Paracatu: Ed. da Prefeitura Municipal de Paracatu, 1994.

MINAS GERAIS. Minas segundo o Recenseamento de 1920. Belo Horizonte: Imprensa Oficial, 1926.

PIERSON, Donald. O homem no Vale do São Francisco. Rio de Janeiro: Ministério do Interior/SUVALE, 1972.

POHL, Johann Emanuel. Viagem no interior do Brasil. Belo Horizonte: Itatiaia; São Paulo: Ed. da Universidade de São Paulo, 1976.

RAPM - Revista do Arquivo Público Mineiro. Catálogo de Sesmarias. Belo Horizonte, ano XXXVIII, 1988.

REIS, Geraldo Antônio. Algumas considerações sobre o processo de desenvolvimento recente da Região Mineira do Nordeste. SANTOS, Gilmar Ribeiro dos. Trabalho, Cultura e Sociedade no Norte/Nordeste de Minas: Considerações a partir das Ciências Sociais. Montes Claros: Best Comunicação e Marketing, 1997.

ROCHA, José Joaquim da. Geografia Histórica da Capitania de Minas Gerais. Descrição geográfica, topográfica, histórica e política da Capitania de Minas Gerais. Memória histórica da Capitania de Minas Gerais. Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro, 1995.

SATURNINO, Heloísa M. Atividades e Produtos de Importância Econômica da Área Mineira da Caatinga. Informe Agropecuário. Belo Horizonte: EPAMIG, v.17 nº 181, 1994.

SENNA, Nelson Coelho de. Annuario de Minas Geraes. Belo Horizonte: s/ed, 1918.

SILVEIRA, Victor. Minas Geraes em 1925. Belo Horizonte: Imprensa Oficial, 1926.

VEIGA, José Pedro Xavier da. Efemérides Mineiras. Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro, 1998.

WELLS, James W. Explorando e viajando três mil milhas através do Brasil - do Rio de Janeiro ao Maranhão. Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro, 1995.

ZARUR, Jorge. A Bacia do medio São Francisco (uma analise regional). Rio de Janeiro: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatistica, Conselho Nacional de Geografia, 1946.

Downloads

Publicado

2009-10-31

Como Citar

RIBEIRO, R. F. Pirapora – Buritizeiro: esboço de uma análise histórica de desenvolvimento local. Revista Cerrados, [S. l.], v. 6, n. 01, p. 153–178, 2009. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/cerrados/article/view/2942. Acesso em: 28 maio. 2024.