A produção do espaço urbano a partir do Programa Minha Casa Minha Vida: inserção urbana e/ou desigualdades socioespaciais em Marabá - PA

Autores

  • Marcus Vinicius Mariano Souza Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará – UNIFESSPA, Marabá, Pará, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.22238/rc24482692v14n22016p30a51

Palavras-chave:

Produção do espaço urbano; desigualdades socioespaciais; inserção urbana; Marabá.

Resumo

O presente trabalho teve como objetivo analisar a produção do espaço urbano na cidade de Marabá (PA) a partir da lógica estatal, por meio da construção de conjuntos habitacionais do Programa Minha Casa Minha Vida, de forma que se procurou verificar se esta produção tem possibilitado a inserção urbana das novas áreas ou levado ao estabelecimento de desigualdades socioespaciais. Tendo como referência espacial o Residencial Vale do Tocantins e a partir da aplicação de formulários neste local concluiu-se que a produção do espaço pela lógica estatal tem ampliado as desigualdades socioespaciais, na medida em que a decisão de se estabelecer neste local não pertence à sua população e não lhes foram dadas condições mínimas para reprodução social na cidade, manifestada na ausência dos equipamentos públicos de consumo coletivo. A ausência de escolas e postos de saúde e as dificuldades de locomoção dos moradores através do transporte público coletivo configuram a dificuldade de inserção urbana a que esta população está submetida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcus Vinicius Mariano Souza, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará – UNIFESSPA, Marabá, Pará, Brasil.

Possui Graduação, Mestrado e Doutorado em Geografia, todos cursados na Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Atualmente é professor na Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA).

Referências

ABRAMO, P. O mercado informal e a produção da segregação espacial na América: a cidade COM-FUSA informal. In: LEAL. S.; LACERDA, N. (org.). Novos padrões de acumulação urbana na produção do habitat: olhares cruzados Brasil-França. Recife: Ed. Universitária UFPE, 2010. p.211-240.

BOTELHO, Adriano. O urbano em fragmentos: a produção do espaço e da moradia pelas práticas do setor imobiliário. São Paulo: Annablume/FAPESP, 2007. 316p.

CARDOSO, Adauto Lúcio; ARAGÃO, Thêmis Amorim. A reestruturação do setor imobiliário e o Programa Minha Casa Minha Vida. In: MENDONÇA, J.P.; COSTA, H.S.M. (orgs). Estado e capital imobiliário: convergências atuais na produção do espaço urbano brasileiro. Belo Horizonte: Ed. C/Arte, 2011. p.81-104.

CARLOS, Ana Fani Alessandri. A prática espacial urbana como segregação e o "direito à cidade" como horizonte utópico. In: VASCONCELOS, P.A.; CORRÊA, R.L.; PINTAUDI, S. (orgs.). A cidade contemporânea: segregação espacial. São Paulo: Contexto, 2013. p.95-111.

______. A condição espacial. São Paulo: Contexto, 2011. 157p.

______. A (re)produção do espaço urbano. 1ªed. 1ªreimpr. São Paulo: Edusp, 2008. 270p.

COMISSÃO PASTORAL DA TERRA (CPT). Diagnóstico das ocupações urbanas de Marabá. 2010. [s.n.t.].

EDUCAÇÃO e saúde estão bem longe do "Vale do Tocantins". Correio do Tocantins, Marabá, 8-10 dez.2012. Caderno Cidade, p.8.

FERREIRA, João Sette Whitaker (coord). Produzir casas ou construir cidades? Desafios para um novo Brasil Urbano: parâmetros de qualidade para a implementação de projetos habitacionais e urbanos. São Paulo: LABHAB/FUPAM, 2012. 200p.

FIX, Mariana. Financeirização e transformações recentes no circuito imobiliário no Brasil. 263f. 2011.Tese (Doutorado em Desenvolvimento Econômico), Instituto de Economia, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2011.

FUNDAÇÃO JOÃO PINHEIRO (FJP). Déficit habitacional municipal no Brasil. Belo Horizonte: FJP/CEI, 2013. 78p.

GODOY, Paulo Roberto Teixeira. A produção do espaço: uma reaproximação conceitual da perspectiva lefebvriana. In: Revista GEOUSP, São Paulo, Nº 23, pp. 125-132, 2008.

IBGE. Censo Demográfico 2010: resultados gerais da amostra. Disponível em: <http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/censo2010/resultados_gerais_amostra/resultados_gerais_amostra_tab_uf_microdados.shtm>. Acesso em 12 jan. 2014.

LEFEBVRE, Henri. The production of space. Oxford: Blackwell, 1991. 454p.

MARICATO, Ermínia. O “Minha Casa Minha Vida” é um avanço, mas segregação urbana fica intocada. In: Carta Maior [on line], São Paulo, 25 maio 2009. Disponível em: http:// http://cartamaior.com.br/?/Editoria/Politica/O-Minha-Casa-e-um-avanco-mas-segregacao-urbana-fica-intocada/4/15160. Acesso em 28 out. 2015.

MELAZZO, Everaldo Santos. Estratégias fundiárias e dinâmicas imobiliárias do capital financeirizado no Brasil. In: Mercator, Fortaleza, v.12, p.29-40, set.2013. Número especial (2).

POMPEU, Ulisses. Dilma será recebida por protestos de populares. Correio do Tocantins [on line], Marabá, 20 mar.2014. Disponível em: http://www.ctonline.com.br/?inicial&noticia=maraba&titulo=Jv%2FHmeb2KlOcYIcm. Acesso em 20 mar.2014.

RODRIGUES, Arlete Moysés. Desigualdades socioespaciais - a luta pelo direito à cidade. In: Cidades: Revista Científica, Presidente Prudente, v.4, n.6, p.73-88, 2007.

SHIMBO, Lúcia Z. O "segmento econômico" do mercado imobiliário e os programas públicos: faces da política habitacional contemporânea no Brasil. In: LEAL, S.; LACERDA, N. (orgs). Novos padrões de acumulação urbana na produção do habitat: olhares cruzados Brasil - França. Recife: Ed. UFPE, 2010, p.123-149.

SOJA, Edward. Geografias pós-modernas: a reafirmação do espaço na teoria social crítica. Rio de Janeiro: Zahar, 1993.

SOUZA, Marcus Vinicius Mariano. O projeto ALPA e a produção do espaço urbano em Marabá (PA): a cidade-mercadoria e as desigualdades socioespaciais. 297f. 2015. Tese (Doutorado em Geografia) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2015.

¬¬¬

SPOSITO, M.E.B. O chão em pedaços: urbanização, economia e cidades no Estado de São Paulo. 508p. 2004. Tese (Livre Docência) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Tecnologia, Presidente Prudente, 2004.

______. Novos conteúdos nas periferias urbanas das cidades médias do Estado de São Paulo, Brasil. In: Investigaciones Geográficas, Boletín del Instituto de Geografia-UNAM, Cidade do México, n.54, p.114-139, 2004a.

______. Loteamentos fechados em cidades médias paulistas - Brasil. In: SPOSITO, E.S.; SPOSITO, M.E.B.; SOBARZO, O. (org.). Cidades médias: produção do espaço urbano e regional. São Paulo: Expressão Popular, 2006. p.175-197.

Downloads

Publicado

2016-12-31

Como Citar

SOUZA, M. V. M. A produção do espaço urbano a partir do Programa Minha Casa Minha Vida: inserção urbana e/ou desigualdades socioespaciais em Marabá - PA. Revista Cerrados, [S. l.], v. 14, n. 02, p. 30–51, 2016. DOI: 10.22238/rc24482692v14n22016p30a51. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/cerrados/article/view/1370. Acesso em: 24 maio. 2024.