“A los toros!”: as touradas em Feira de Santana (1893-1905)

“A los toros!”: bullfighting in Feira de Santana (1893-1905)

Autores

Palavras-chave:

História, Estudos do Lazer, Touradas, Sertão, Feira de Santana

Resumo

Almeja identificar e analisar os espetáculos tauromáquicos promovidos em Feira de Santana, Bahia, na transição do século XIX ao XX. Considerado o uso dos periódicos como fonte histórica, foram consultados jornais publicados em Feira de Santana e outras regiões no período. Nos espetáculos feirenses, foram identificados toureiros profissionais espanhóis e animais selecionados de fazendas da região. Existiram eventos que não fizeram diferenciação etária ou de gênero nos valores das entradas do espetáculo, porém ocorreu distinção social com a comercialização de variados tipos e valores de ingresso. Para atender as touradas feirenses, existiram arenas armadas provisoriamente em espaço já projetado, o hipódromo, ou em área aberta contígua ao traçado urbano orgânico, o Campo do Gado. Assim como em outros divertimentos que aportaram à cidade, o transporte ferroviário teve implicação decisiva na interiorização das touradas. Conclui-se que a fiesta de los toros se expressou na cidade como uma diversão mercantilizada, exibida de maneira esporádica por companhias tauromáquicas itinerantes. As práticas experimentadas não foram capazes de transformá-la em um divertimento tradicional na urbe.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fábio Santana Nunes, Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS)

Doutorando do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Estudos do Lazer - Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Mestre em Educação - Universidade Federal da Bahia (UFBA). Professor no Curso de Educação Física da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Membro do Grupo de Pesquisa em História do Lazer (HISLA/CNPq). E-mail: fsnunes@uefs.br. ORCID: https://orcid.org/0000-0001-6194-7562

Referências

AMARAL, Daniel Venâncio de Oliveira; DIAS, Cleber. Nos trilhos do lazer: entretenimento urbano e mercado de diversões em Divinópolis, Minas Gerais, 1890-1920. Revista de História Regional 22(2): 237-261, 2017.

AMAZONAS, Manaus, n. 141, p. 01, 08 jul. 1893.

BAHLS, Aparecida Vaz da Silva. O verde na metrópole: a evolução das praças e jardins em Curitiba (1885-1916). 1998. Dissertação (Mestrado em História) - Setor de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Paraná, Paraná, 1998.

BIBBÓ, Caroline Bertarelli. Divertimentos em Ouro Preto no final do século XIX. 2017. Dissertação (Mestrado em Estudos do lazer) - Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional, Universidade Federal de Minas Gerais, 2017.

BOAVENTURA, Eurico Alves. A Paisagem Urbana e o Homem. Editora UEFS, 2006.

BRASIL. Directoria Geral de Estatistica. Recenseamento do Brasil (Realizado em 1 de Setembro de 1920). Vol. IV, 4ª Parte. Rio de Janeiro: Typ. da Estatistica, 1926.

BRITO, Carlos Alberto; OLIVEIRA, Arcênio José (org.). Memórias: periódicos feirenses 1877/1888. Fundação Senhor dos Passos, Núcleo de Preservação da Memória Feirense, 2007.

CAPUCHA, Luís. Festas de touros na Península Ibérica: uma leitura sociológica. In: MELO, Victor Andrade de (org.). "Pois temos touros": touradas no Brasil do século XIX. Rio de Janeiro: 7Letras, 2017.

CASCUDO, Luís da Câmara. Vaqueiros e cantadores. São Paulo: Global, 2005.

CAVALCANTI, Adriana Priscilla Costa; CASTRO JÚNIOR, Luís Vitor. Boi na pista!: sociabilidade, esporte e lazer na Princesa do Sertão. Feira de Santana; UEFS Editora, 2019.

CORREIO PARAENSE, Belém, n. 171, p.01, 27 nov. 1892.

COSTA, Lívia Gozzer. Capitães da Feira e outras crianças: a infância pobre e abandonada de Feira de Santana entre 1879 e 1945. 2013. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Feira de Santana, Feira de Santana, 2013.

CUNHA, Nayara Fernandes de Almeida. Os coronéis e os outros: sujeitos, relações de poder e práticas sociais em Feira de Santana (1907-1927). 2013. Dissertação (Mestrado em História) – Universidade Estadual de Feira de Santana, Feira de Santana, 2013.

DIÁRIO DA BAHIA, Salvador, n. 249, p. 02, 07 nov. 1889.

DIARIO DO POVO, Salvador, n.17, p. 01, 24 maio 1889.

DIAS, Cleber. Mercantilização do Lazer no Brasil. Licere, Belo Horizonte, v.21, n.2, jun/2018.

DIAS, Douglas da Cunha; MATOS, Lucília da Silva; BAHIA, Mirleide Chaar; PINHEIRO, Welington da Costa; OLIVEIRA, Aline da Silva. Tourada: primórdio do esporte em uma Belém do Pará sob os acenos da modernidade (1870 a 1910). In: MATOS, Lucília da Silva; BAHIA, Mirleide Chaar (org.). Política pública, memória e diversidade nas práticas de esporte e lazer no estado do Pará. Belém: Paka-Tatu, 2019.

ESTADO DO PARÁ, Belém, n. 1077, p. 04, 25 mar. 1914.

FEIJÓ, Ivan Luiz Chaves. Tauromaquia e identidade: significados sociais e políticos do toureio a pé na Espanha do século XVIII. Anais... 30° Simpósio Nacional de História - História e o futuro da educação no Brasil, Recife-PE, 2019. Disponível em: https://www.snh2019.anpuh.org/resources/anais/8/1554406494_ARQUIVO_TauromaquiaeIdentidadeANPUH2019trabalhoparaapresentacao.pdf . Acesso em: 13 ago. 2020.

FOLHA DO NORTE, Feira de Santana, n.2036, p. 02, 17 jul.1948.

FOLHA DO NORTE, Feira de Santana, n. 1613, 08 jun. 1940.

FOLHA DO NORTE, Feira de Santana, n. 1607, p. 01, 27 abr. 1940

FOLHA DO NORTE, Feira de Santana, n. 1492, 12 fev. 1938

FOLHA DO NORTE, Feira de Santana, n. 280, p. 01, 26 jul.1914.

GAZETA DE NOTÍCIAS, Rio de Janeiro, n. 80, p. 08, 20 mar. 1892.

HALBWACHS, Maurice. A memória coletiva. 2 ed. São Paulo: Centauro, 2013.

IBGE. População nos Censos Demográficos, segundo os municípios das capitais - 1872/2010. 2010. Disponível em: https://censo2010.ibge.gov.br/sinopse/index.php?dados=6 . Acesso em: 12 fev. 2020.

JORNAL DE NOTÍCIA, Salvador, n. 5509, p. 02, 18 maio 1898.

JORNAL DE NOTÍCIA, Salvador, n.5555, p. 02, 16 jul. 1898.

JORNAL DE NOTÍCIA, Salvador, n. 3791, p. 03, 16 jul. 1892.

JORNAL DE NOTÍCIA, Salvador, n. 3771, p. 01, 20 jun. 1892.

JORNAL DO COMERCIO, Rio de Janeiro, n.115, p. 01, 26 abril de 1909.

KARLS, Cleber Eduardo; MELO, Victor Andrade. Tradição e modernidade: as touradas na Porto Alegre do século XIX. História Unisinos, São Leopoldo, v. 18, n. 2, p. 352-363, maio/ago. 2014.

KARLS, Thaina Schwan; MELO, Victor Andrade de. Novas dinâmicas de lazer: as fábricas de cerveja no Rio de Janeiro do século XIX (1856-1884). Movimento, Porto Alegre, v. 24, n. 1, p. 147-160, jan./mar. 2018.

LAGEDINHO, Antônio do. A Feira na década de 30: memórias. Feira de Santana: [s.n.], 2004.

LIMA, Lizandra de Souza. Percepções históricas sobre o lazer e a educação nas práticas de sociabilidade em Alagoinhas-BA. 2018. Dissertação (Mestrado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2018.

LUCA, Tânia Regina de. História dos, nos e por meio dos periódicos. In: PINSKY, Carla Bassanezi (org.). Fontes históricas. São Paulo: Contexto, 2019. p. 111-153.

MACHADO, Franklin de C. Feira de Santana-Álbum. São Paulo: Cacimbinha, 1965.

MARTÍNEZ, Antonio Luis López. El mercado taurino en los inicios de la tauromaquia moderna, Sevilla, Fundación Real Maestranza de Caballería de Sevilla/Fundación de Estudios Taurinos, Universidad de Sevilla, 2013.

MELLO, Carlos Alberto Almeida; BRITO, Carlos Alberto Oliveira (org.). Inauguração da Biblioteca Pública Municipal da Feira de Santana. Feira de Santana: Fundação Senhor dos Passos, Núcleo de Preservação da Memória Feirense, 2020.

MELLO, Carlos Alberto Almeida; BRITO, Carlos Alberto Oliveira (org.). Memórias: Arnold Ferreira da Silva. Feira de Santana: Fundação Senhor dos Passos, Núcleo de Preservação da Memória Feirense, 2018.

MELO, Victor Andrade de (org.). "Pois temos touros": touradas no Brasil do século XIX. Rio de Janeiro: 7Letras, 2017.

MELO, Victor Andrade de. “Pois temos touros?”: as touradas no Rio de Janeiro do XIX (1840-1852)”. Análise Social, 215, l (2.º), p. 382-404, 2015.

MELO, Victor Andrade de. Uma diversão adequada? As touradas no Rio de Janeiro do século XIX (1870-1884). História (São Paulo), v.32, n.2, p. 163-188, jul./dez. 2013b.

MELO, Victor Andrade de. As touradas nas festividades reais do Rio de Janeiro colonial. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, v. 19, n. 40, p. 365-392, 2013a.

MELO, Victor Andrade de. Das touradas às corridas de cavalo e regatas: primeiros momentos da configuração do campo esportivo no Brasil. In: PRIORE, Mary Del; MELO, Victor Andrade de (org.). História do esporte no Brasil: do Império aos dias atuais. São Paulo: Editora Unesp, 2009. p. 35-70.

MELO, Victor Andrade de. Dicionário do esporte no Brasil no final do século XIX e início do século XX. Campinas: Autores Associados, 2007.

O COMMERCIO DE SÃO PAULO, São Paulo, n. 2827, p. 04, 25 jan.1902.

O CRUZEIRO. Rio de Janeiro, n. 15, p. 27, 23 jan.1960.

O DEMOCRATA, Belém, n. 107, p. 03, 13 maio 1893.

O MUNICÍPIO, n. 132, p. 02, [s. d.], 1893.

O PROGRESSO, Feira de Santana, n.04, p. 02, 10 ago. 1882.

O PROGRESSO, Feira de Santana, n. 410. p. 01, 22 dez. 1907.

O PROPULSOR, Feira de Santana, n.192, p. 03, 17 jun. 1900.

O PROPULSOR, Feira de Santana, n.164, p. 01, 03 dez. 1899.

O PROPULSOR, Feira de Santana, n.159, p. 01, 29 out. 1899.

O PROPULSOR, Feira de Santana, n. 96, p. 02, 14 ago. 1898.

O PROPULSOR, Feira de Santana, n.85, p. 01, 29 maio 1898.

O PROPULSOR, Feira de Santana, n.84, p. 02, 22 maio 1898.

O PROPULSOR, Feira de Santana, n.78, p. 03, 10 abr. 1898.

O PROPULSOR, Feira de Santana, n.65, p. 01, 09 jan. 1898.

O PROPULSOR, Feira de Santana, n. 35, p. 02, 12 de jun. 1897.

O PROPULSOR, Feira de Santana, n.30, p. 01, 09 maio 1897.

O PROPULSOR, Feira de Santana, n.12, p. 02, 01 jan. 1897.

O PROPULSOR, Feira de Santana, n. 08, p. 04, 05 dez. 1896.

O PROPULSOR, Feira de Santana, n. 07, p. 04, 29 nov. 1896.

O PROPULSOR, Feira de Santana, n.06, p. 04, 20 nov. 1896.

OLIVEIRA, Clovis Ramaiana Moraes. Canções da cidade amanhecente: Urbanização, Memória e Silenciamentos em Feira de Santana, 1920-1960. Salvador: EDUFBA, 2016.

OLIVEIRA, Clovis Ramaiana Moraes. De empório a Princesa do Sertão: Utopias civilizadoras em Feira de Santana (1893-1937). 2000. Dissertação (Mestrado em História) - Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2000.

POPPINO, Rollie. Feira de Santana. Bahia. Editora Itapuã. 1968.

ROCHA JUNIOR, Coriolano Pereira da; MELO, Victor Andrade de As touradas na Cidade da Bahia: transições na dinâmica pública soteropolitana. História e Perspectivas, Uberlândia, n. 54, p.189-211, jan./jun. 2016.

RODRIGUES, Marilita Aparecida Arantes. Constituição e enraizamento do esporte na cidade: uma prática moderna de lazer na cultura urbana de Belo Horizonte (1894 – 1920). 2006. Tese (Doutorado em História) – Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2006.

SANTOS, Aline Aguiar Cerqueira dos. Diversões e civilidade na “Princesa do Sertão” (1919-1946). 2012. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Feira de Santana, Feira de Santana, 2012.

SANTOS, Flávia; MELO, Victor. Entre o rural e o urbano: as touradas na São Paulo do século XIX (1877-1889). Revista IHGB, Rio de Janeiro, ano 175, n. 463, p. 39-69, abr./jun. 2014.

SARGES, Maria de Nazaré. "Tauromachia", Tauromania: migrantes galegos e práticas culturais em Belém. In: Cristina Donza Cancela; Rafael Chambouleyron (org.). Migrações na Amazônia. Belém: Açaí, v. 2, 2010. p. 55-66.

SARGES, Maria de Nazaré. O Colyseu: arena de touros e toureiros do além-mar – Belém do Pará (1894-1900). In: MATOS, Maria Izilda; SOUSA, Fernando de; HECKER, Alexandre (orgs.). Deslocamentos e histórias: os portugueses. Bauru: EDUSC, 2008. p. 321-335.

SILVA, Aldo José Moraes. Natureza sã, civilidade e comércio em Feira de Santana: elementos para o estudo da construção de identidade social no interior da Bahia (1833- 1937). 2000. Dissertação (Mestrado em História) - Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2000.

SILVA, Reginaldo Carvalho da. Dionísio pelos trilhos do trem: circo e teatro no interior da Bahia, Brasil, na primeira metade do século XX. 2014. Tese (Doutorado em Artes Cênicas.) - Escola de Teatro, Universidade Federal da Bahia, Salvador; Ècole Doctorale Lettres, Langues, Spectacles, Université Paris Ouest La Défense, Paris, 2014.

SIMÕES, Kleber José Fonseca. Os homens da Princesa do Sertão: modernidade e identidade masculina em Feira de Santana (1918-1928). 2007. 138f. Dissertação (Mestrado em História) - Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2007.

SOARES, Priscila Gonçalves. Práticas corporais e diversão em Juiz de ForaBH: o discurso do jornal O Pharol (1876 - 1915). 2010. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, 2010.

VIEIRA, David Durval Jesus. Sensibilidade (in)civilizada: poder público, animais de tração e touradas em Belém (1897-1911). Revista Espacialidades, v. 7, n. 1, p. 148-170, 2014.

XIMENES, Maria Alice. Corpo e roupa: território da existência e da cultura: reflexões para o redesenho do corpo feminino no século XIX, 2004. Dissertação (Mestrado em Artes) - Instituto de Artes, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2004

Downloads

Publicado

2021-01-05

Como Citar

Santana Nunes, F. (2021). “A los toros!”: as touradas em Feira de Santana (1893-1905): “A los toros!”: bullfighting in Feira de Santana (1893-1905). Revista Caminhos Da Historia, 26(1), 54–79. Recuperado de https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/caminhosdahistoria/article/view/3693

Edição

Seção

Dossiê