Viagem das coisas e das ideias: porto, embarcações e produtos importados nos meados da Belém oitocentista

Journey of things and ideas: port, boats and imported products in the middle of 19th century Belém

Autores

  • Melina Aline Freitas Sales Universidade Federal do Pará (UFPa)
  • Leila Moureio Universidade Federal do Pará (UFPa)

Palavras-chave:

Civilização, embarcações estrangeiras, importação, Império

Resumo

Este artigo busca entender a intensidade das entradas de embarcacOes estrangeiras no porto de Belem entre os anos de 1840 e 1857, levando em consideração o aumento continuo das visitas no periodo que sucedeu a Cabanagem no Para. Parte-se da nocao de que nos meados do seculo XIX o processo civilizador ao se consolidar na Europa se espraiou para varias partes do mundo, tendo alcançado significativa apropriacdo na Provincia do Pará por possuir urn porto que the colocou ern contato direto com os portos Americans, Portugueses, Ingleses e Franceses. Atraves da apresentacao historiográfica e do levantamento realizados em periodicos e em um manifesto de importacdo de mercadorias portuguesas tracou-se urn quadro quantitativo da presenca de embarcaceies estrangeiras na Provincia, sem ignorar os aspectos simbolicos que permearam a sua insercao no conjunto da modernidade nacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Melina Aline Freitas Sales, Universidade Federal do Pará (UFPa)

Aluna de mestrado do Programa de Pós-Graduação em História Social da Amazônia da Universidade Federal do Pará. E-mail: mabiahistoria@bol.com.br.

Leila Moureio, Universidade Federal do Pará (UFPa)

Professora da Faculdade de História do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas e do Programa de Pós-
Graduação em História Social da Amazônia da Universidade Federal do Pará.

Referências

ALDEN, Dauril. 0 significado da producao de cacau na regiao da Amazônia no fim do period() colonial.. urn ensaio da história economica comparada. Belem: UFPA/NAEA, 1974.

ALENCASTRO, Luiz Felipe de. "Vida privada e ordem privada no Imperio". In: ALENCASTRO, Luiz Felipe de. (org). Historia da vida privada no Brasil. Imperio: a corte e a modernidade nacional. Sao Paulo: Companhia das Letras, 1997, pp. 11-93.

______O trato dos viventes: formacao do Brasil no Atlantico Sul. Sao Paulo: Companhia das tetras, 2000.

BAENA, A. L. M. Compendio das Eras da Provincia do Para. 2a Ed. Belem: UFPA, 1969.

BARATA, Manoel. Formacao Historica do Para (Colecao Amazonica). Belem: Editora Universitaria: UFPA, 1973.

BATISTA, Luciana Marinho. Muito Alern dos Seringais: Elites, Fortunas e Hierarquias no Grao-Para, c. 1850-1870. Dissertação (Mestrado em Historia Social). Rio de Janeiro: Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2004.

BOURDIEU, Pierre. O poder simbolico. Lisboa: Difusao Editorial LTDA, 1989.

COELHO, Geraldo Martires. Letras e Baionetas: novos documentos para a historia da imprensa no Para. Belem: Cultural Cejup, 1989.

______. Anteato da Belle Epoque: Imagens e Imaginacao de Paris na Amazônia de 1850. In: Revista Cultura do Para. v. 16, n°. 2, julho/dezembro, 2005, p. 199-215.

______O violino de Ingres: Leituras de Historia Cultural. Belem: Paka-Tatu, 2005.

CRUZ, Ernesto. Historia da Associacao Comercial do Para. 2a Ed. Belem: Editora Universitaria. UFPA, 1996.

______. Procissao dos Seculos: Vultos e Episodios da Historia do Parci. Belém: Imprensa Oficial, 1952.

ELIAS, Norbert. 0 processo civilizador. Rio de Janeiro: Jorje Zahar, 1994.

GADELHA, Maria Regina A. Fonseca. Conquista e Ocupacao da Amazonia: A fronteira norte do Brasil. Estudos Avancados. v. 16, n° 45, mai/ago, 2002, p. 63-80.

GIMARAES, Luiz Antonio Valente. As casas & as coisas: Um estudo sobre a Vida Material e Domesticidade nas moradias de Belém — 1800-1850. Dissertação (Mestrado em Hist6ria Social da Amazonia). Belem: Universidade Federal do Para, 2006.

GRAHAM, Richard. Construindo uma nacao no Brasil do seculo XIX: Visoes novas e antigas sobre classe, cultura e estado. Diálogos. DHI/UEM, v. 5, n. 1, p. 11-47, 2001.

GREGORIO, V. M. Uma face de Jano: A navegacao do rio Amazonas e a formacao do Estado brasileiro (1838-1867). Dissertação (Mestrado em História Social). Sao Paulo: USP, 2008.

HOLANDA, Sergio Buarque de. Moncaes. 3a Ed. Sao Paulo: Brasiliense, 1990.

LOPES, Simeia de Nazare. "Casas de Negocios, Tabernas e Quintais: O controle social sobre os agentes do comercio no pós-Cabanagem". In: Revista Estudos Amazonicos. v. 1, n°. 1, Jul./Dez., 2006, pp. 39-54.

MACEDO, Sidiana da Consolacao Ferreira. Daquilo que se come: Uma hist& ria do abastecimento e da alimentacao em Belém (1850-1900). Dissertacdo (Mestrado em Historia Social da Amazonia). Belem: Universidade Federal do Para, 2009.

MACHADO, Jose Roberto de Arruda. A quebra da mola real das sociedades: A crise politica do Antigo Regime Portugues da Província do Grao Para (1821-25). Dissertacao (Mestrado em Hist6ria Social). Sao Paulo: Universidade de Sao Paulo, 2006.

RICCI, Magda. "0 Fim do Grao-Para e o Nascimento do Brasil: Movimentos sociais, Levantes e Desercaes no Alvorecer do Novo Imperio (1808-1840)". In: PRIORE, Mary Del; GOMES, Flavio dos Santos (orgs). Os Senhores dos Rios. Rio de Janeiro: Elsevier, 2003.

ROMERO, Jose Luis. Latinoamerica: Las ciudades y las ideas. 2 ed. Buenos Aires: Siglo XXI Editores, 2004.

SALLES, V. A Mfisica e o tempo no Grao-Pard. Belem: Conselho Estadual de Cultura, 1980.

______. O negro no Para sob o regime da escravidao. 3a Ed. Belem: IAP; Programa Raizes, 2005.

SANTOS, R. Historia economica da Amazonia (1800-1920). Sao Paulo: T. A. Queiroz, 1980.

SCHWARCZ, Lilia Moritz. A Longa Viagem da Biblioteca dos Reis. Do terremoto de Lisboa a Independencia do Brasil. Sao Paulo: Companhia das Letras, 2002.

VIEIRA JUNIOR, A. Otaviano; BARROSO, Daniel. S. Historia de "movimentos": embarcacaes e populacao portuguesas na Amazônia Joanina. R. Bras. Est. Pop. v. 27, n. 1, jan./jun., 2010.

WEINSTEIN, Barbara. A borracha na Amazonia: Expanstio e Decade'ncia (1850-1920). Sao Paulo: Edusp, 1993.

Downloads

Publicado

2011-07-01

Como Citar

Freitas Sales, M. A. ., & Moureio, L. . (2011). Viagem das coisas e das ideias: porto, embarcações e produtos importados nos meados da Belém oitocentista: Journey of things and ideas: port, boats and imported products in the middle of 19th century Belém. Revista Caminhos Da Historia, 16(2), 101–118. Recuperado de https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/caminhosdahistoria/article/view/3297

Edição

Seção

Dossiê