À mesa com Parzival (séc. XIII): rituais em torno da alimentação e relações de poder

Autores

  • Daniele Gallindo Gonçalves Silva Universidade Federal de Pelotas - UFPel

Palavras-chave:

Ritual; Relações de poder; Parzival

Resumo

Tendo como ponto de partida os trabalhos do medievalista alemão Gerd Althoff acerca da configuração das relações de poder em rituais, esse artigo propõe-se a analisar dois momentos específicos oriundos da épica cortês Parzival (séc. XIII) de Wolfram von Eschenbach. O primeiro deles diz respeito às refeições coletivas em presença de monarcas e o segundo, ao jejum; ambos possuindo conexão íntima com a governança dos corpos. Desta forma, abordaremos além das teorias de ritual e poder, a correlação dessas com a encenação desses dois momentos dentro da épica em questão, com a finalidade de compreender como as refeições (ou a decisão pela ausência dessas) tornam-se atos de demonstração de poder, seja sobre o outro ou sobre si.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniele Gallindo Gonçalves Silva, Universidade Federal de Pelotas - UFPel

Graduada em Alemão pela UFRJ, mestra em História Comparada pela UFRJ e doutora em Mediävistik
Germanistik pela Universidade de Bamberg. Atua como professora adjunta de Literatura Alemã na
Universidade Federal de Pelotas (UFPel), assim como também no PPGH da mesma instituição.

Downloads

Publicado

2020-01-13

Como Citar

Gallindo Gonçalves Silva, D. (2020). À mesa com Parzival (séc. XIII): rituais em torno da alimentação e relações de poder. Revista Caminhos Da Historia, 22(1), 66-85. Recuperado de https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/caminhosdahistoria/article/view/326