Um breve panorama sobre as coleções gregas das “atas do concílio de Éfeso (431)”

  • Robson Murilo Grando Della Torre Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES
Palavras-chave: Antiguidade Tardia; concílio de Éfeso (431); coleções canônicas

Resumo

O objetivo deste trabalho é apresentar, de forma sucinta, as principais coleções gregas de “atas do concílio de Éfeso” (431) tal como editadas pelo filólogo alemão Eduard Schwartz entre 1927 e 1930. Desse modo, pretendo, a um só tempo, oferecer um panorama sobre as opiniões do editor acerca dessas coleções – que nem sempre são levadas em conta pela historiografia no estudo desse concílio – e advogar, na mesma linha de Schwartz, que cada uma dessas coleções deve ser entendida como um documento único, fruto de desenvolvimentos históricos e teológicos dos séculos posteriores. Sendo assim, há uma importante dimensão ideológica nessas coleções que deve ser avaliada pelos pesquisadores no trato com a documentação relativa ao concílio de 431.

Biografia do Autor

Robson Murilo Grando Della Torre, Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES

Doutor em História pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Professor de História Antiga e Medi-
eval da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), Campus São Francisco.

Publicado
2020-01-13
Seção
Artigos Temáticos