Um debate sobre a atuação do Partido Comunista Brasileiro (PCB) no campo entre os anos de 1948 e 1964

A debate on the performance of the Brazilian Communist Party (PCB) in the countryside between the years 1948 and 1964

Autores

Palavras-chave:

Terra Livre, Camponeses, Trabalhadores Rurais, Partido Comunista, Comunistas

Resumo

Este trabalho apresenta resultados parciais de uma pesquisa de mestrado sobre a atuação dos comunistas e do jornal “Terra Livre” junto aos camponeses entre os anos de 1948 e 1964. Com a entrada do PCB na clandestinidade em 1947, no governo do presidente Eurico Gaspar Dutra, o partido passou a privilegiar as ações armadas como forma de conquista do poder. Neste sentido, o uso de documentos históricos sobre a atuação dos comunistas no campo, como o Manifesto de Janeiro de 1948 e o Manifesto de Agosto de 1950 escritos pelo secretário do partido Luiz Carlos Prestes são fontes importantes para compreender o comportamento adotado pelo partido no meio rural. O jornal atuou de forma intensa a partir do ano de 1954, período em que apoiou a luta pela Reforma Agrária e a sindicalização dos camponeses, sem deixar de lado as lutas dos posseiros contra a expulsão que eram submetidos. Nesta perspectiva, as matérias dos exemplares do jornal são documentos que permitem destacar que o objetivo da direção pecebista era o de estimular os lavradores a lutarem pelos direitos sociais que eram desrespeitados como salário-mínimo e 13º salário. A partir da declaração de 1958, o debate foi direcionado a respeito da garantia de tais benefícios destacados anteriormente, sendo que os comunistas abandonaram a perspectiva de revolução no campo. As manchetes do periódico são documentos complementares que permitem compreender o papel da imprensa em divulgar as estratégias de ação campo por parte dos dirigentes partido.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rafael Sandrin, Universidade Estadual Paulista de Franca-SP

Mestre em História (PPH-UEM). Doutorando do Programa de Pós-Graduação em História. Universidade Estadual Paulista de Franca-SP, Brasil. E-mail: rafaelsandrin69@gmail.com. ORCID: https://orcid.org/0000-0002-6404-2483. 

Referências

CASTANHO, S.M. A ação do PCB, da ULTAB e do jornal ““Terra Livre”” na luta pela Reforma Agrária. In: CASTANHO, S.M. Lei, trabalho e política no Brasil. Maringá: Eduem, 2009.

COSTA, L.F.C O sindicalismo rural brasileiro em construção. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1996.

COSTA, H.da. Em busca da memória: Comissão de Fábrica, Partido e sindicato no pós-guerra. 1ª Ed. São Paulo, Página Aberta, 1995.

FALEIROS, I. Percursos e Percalços no campo (1922-1964). Tese (Doutorado) - Programa de Pós-Graduação em Sociologia, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1989.

GRYNSPAN; DEZEMONE. As Esquerdas e a descoberta do campo brasileiro: Ligas Camponesas, comunistas e católicos (1950-1964). In: FERREIRA, J; REIS, D. Nacionalismo e Reformismo Radical (1945-1954). Rio de Janeiro: Civilização brasileira, 2007.

GUIMARÃES, A.P. Quatro Séculos de Latifúndio. In: STÉDILE, J.P. A Questão Agrária no Brasil (org). São Paulo: Expressão Popular, 2005.

MEDEIROS, L.S, de. Lavradores, trabalhadores agrícolas, camponeses: Os comunistas e a constituição de classes no campo. Tese (Doutorado) - Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1995.

MOTTA, R.P.S. Em Guarda contra o perigo vermelho: O Anticomunismo no Brasil (1917-1964). Tese (Doutorado)- Programa de Pós-Graduação em História, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2000

PRADO JR, C. A Questão Agrária no Brasil. Brasília: Editora Brasiliense, 1979.

PRESTES, L.C. Manifesto de Agosto de 1950. In: VINHAS, M. O partidão: A luta por um partido de massas. São Paulo: Hucitec, 1982.

PRIORI, A. O PCB e a Questão Agrária: os manifestos e os debates políticos acerca de seus temas. In: MAZZEO, A.; LAGOA, M.I. Corações Vermelhos (org). Os comunistas brasileiros no século XX. 1. ed. São Paulo: Cortez, 2003, vol1, p.61-81.

RIDENTI, M. O Fantasma da Revolução Brasileira. São Paulo: Edunesp, 2010.

SANTOS, O. O Programa do Partido, a Questão Agrária, a organização e as lutas dos camponeses. Intervenção do IV Congresso do Partido Comunista Brasileiro. Novembro de 1954. Problemas. Revista Mensal de Cultura Política, nº64, dezembro de 1954 a fevereiro de 1955.

SILVA, A.da. O despertar do campo: Lutas camponesas no interior do Estado de São Paulo (1930-1945). São Paulo: Arquivo do Estado, Imprensa oficial, 2003.

SKIDMORE, T. Brasil: De Getúlio a Castelo (1930-1964). Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1982.

STOLCKE, V. Cafeicultura, homens, mulheres e capital (1850-1980). Brasília: Editora Brasiliense, 1986.

VINHAS, M. O partidão: A luta por um partido de massas. São Paulo: Hucitec, 1982.

Downloads

Publicado

2020-07-01

Como Citar

Sandrin, R. (2020). Um debate sobre a atuação do Partido Comunista Brasileiro (PCB) no campo entre os anos de 1948 e 1964: A debate on the performance of the Brazilian Communist Party (PCB) in the countryside between the years 1948 and 1964. Revista Caminhos Da Historia, 25(2), 31-47. Recuperado de https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/caminhosdahistoria/article/view/2829