Fronteira(s):

entre-lugar(es) de dor, potência e de produção de pensamento nômade

Palavras-chave: Minas Gerais, baianeiros, mineiros, entre-lugar

Resumo

Resenha do livro:

COSTA, João Batista de Almeida. Mineiros e Baianeiros: a configuração do englobamento, da exclusão e do entre-lugar em Minas Gerais. Montes Claros: Editora Unimontes, 2017.

Referências

ANDERSON, Benedict. Comunidades imaginadas: reflexões sobre a origem e a difusão do nacionalismo. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.
ARRUDA, Maria Arminda do Nascimento. Mitologia da mineiridade. O imaginário mineiro na vida política e social do Brasil. São Paulo: Brasiliense, 1990.
BENJAMIN, Walter. Charles Baudelaire. Um lírico no auge do capitalismo. In: Obras escolhidas III. São Paulo: Brasiliense, 1994.
BHABHA, Homi K. O local da cultural. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 1998.
DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. Mil platôs - capitalismo e esquizofrenia, (vol. 5). São Paulo: Editora 34, 1997.
DUMONT, Louis. Homo hierarchicus. O sistema de castas e suas implicações. São Paulo: Edusp, 1992.
ELIAS, Norbert; SCOTSON, John L. Os estabelecidos e os outsiders. Sociologia das relações de poder a partir de uma pequena comunidade. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2000.
NORA, Pierre (org) Les lieux de mémorie. Paris: Gallimard, 1997. 3 volumes.
RODRIGUES, Nelson. Complexo de vira-latas. In: À sombra das chuteiras imortais. São Paulo: Cia. das Letras, 1993, p. 51-52.
Publicado
2020-02-14
Seção
Resenhas