Qualidade do emprego e condições de vida das famílias dos empregados agrícolas e não agrícolas da mesorregião do Norte de Minas Gerais

Quality of employment and life conditions for families of agricultural and non-agricultural employees in Norte of Minas Gerais mesoregion

Autores

Palavras-chave:

Emprego agrícola e não agrícola, modernização agrícola, novo rural, Índice de Qualidade do Emprego (IQE); Índice das Condições de Vida (ICV).

Resumo

O trabalho analisa a qualidade do emprego e as condições de vida das famílias dos empregados agrícolas nas três principais culturas geradoras de emprego (café, cana-de-açúcar e milho) e não agrícolas na mesorregião Norte de Minas. Para os cálculos do Índice de Qualidade do Emprego (IQE) e Índice das Condições de Vida (ICV), foram utilizados dados do Censo Demográfico de 2000 e 2010, que tomou como referência de construção a metodologia desenvolvida por Kageyama e Rehder (1993) e Balsadi (2000 e 2007). Os resultados apontam para o aumento do emprego qualificado na década de 2000 nas culturas analisadas, queda de emprego não qualificado nas mesmas culturas e aumento do emprego não agrícola no meio rural, evidenciando o deslocamento de trabalhadores de atividades agrícolas para as não agrícolas na mesorregião. Já a qualidade do emprego (IQE) piorou no café, para os empregos qualificados e não qualificados, e para os qualificados na cana-de-açúcar e milho, enquanto os indicadores de ICV melhoraram para todas as atividades agrícolas e não agrícolas em diferentes proporções.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Raquel Caixeta Gandolfi, Universidade Federal de Uberlândia

Doutora em Economia Professor da Faculdade de Gestão e Negócios/Universidade Federal de Uberlândia (UFU). E-mail: raquelcgandolfi@ufu.br, ORCID:  https://orcid.org/0000-0003-2593-2616

Clesio Marcelino de Jesus, Universidade Federal de Uberlândia

Doutor em Economia.  Professor do Programa de Pós-Graduação em Economia (PPGE) do Instituto de Economia e Relações Internacionais da Universidade Federal de Uberlândia - IERI/UFU. E-mail: clesiomj@ufu.br,  ORCID: http://orcid.org/0000-0002-0249-5196.

Peterson Elizandro Gandolfi, Universidade Federal de Uberlândia

Doutor em Administração de Empresas.  Professor Programa de Pós-Graduação Gestão Organizacional – Mestrado Profissional da Faculdade de Gestão e Negócios, Universidade Federal de Uberlândia (UFU). E-mail: peterson@ufu.br, ORCID:  http://orcid.org/0000-0003-0913-6353.

Referências

BALSADI, O. V. Características do Emprego Rural no Estado de São Paulo nos anos 90. (dissertação de mestrado) - Instituto de Economia, Universidade Estadual de Economia, Campinas, 2000.

BALSADI, O. V. Mudanças Rurais e o Emprego no Estado de São Paulo nos anos 90. . São Paulo: Editora Annablume, 2002.

BALSADI, O. V.. Qualidade do emprego e condições de vida das famílias dos empregados na agricultura brasileira no período 1992-2004. Texto para Discussão (Brasília), v. 25, p. 1-104, 2007.

BASTOS, S.; GOMES, J. Mudança na Composição da Produção Agrícola Mineira: análise das culturas dinâmicas (1994-2008). Encontro Nacional de Economia Política, 16. Anais... Uberlândia, 2011.

BORGES, M. G.; LEITE M. E.; LEITE, M. R. Mapeamento do Eucalipto no Estado de Minas Gerais Utilizando o Sensor Modis. Espaço Aberto, PPGG - UFRJ, Rio de Janeiro, V. 8, N.1, p. 53-70, 2018.

FERREIRA JÚNIOR, S.; BAPTISTA, A. J. M. S.; LIMA, J. E. A modernização agropecuária nas microrregiões do Estado de Minas Gerais. Brasília: SOBER. Revista de Economia e Sociologia Rural, v.42, n.1, 2004.

FIGUEIREDO, N. M. S. Modernização, Distribuição de renda e pobreza na agricultura brasileira: 1875, 1980, 1985. São Paulo: ESALQ/USP, 1996 (Tese de doutoramento).

FUNDAÇÃO JOÃO PINHEIRO. Perfil de Minas Gerais. Belo Horizonte: Editora FJP, 2000.

GRAZIANO DA SILVA, J. Progresso técnico e Relações de Trabalho na agricultura paulista. Tese de Doutoramento. Unicamp, São Paulo, 1980.

GANDOLFI, M. R. C. Qualidade do Emprego e Condições de Vida dos Empregados assalariados rurais agrícolas e não agrícolas das mesorregiões mais e menos modernizadas do Estado de Minas Gerais: um estudo entre os anos 2000 a 2010. Tese de Doutoramento. IE/UFU, Uberlândia, 2016.

GANDOLFI, M. R. C.; JESUS, C. M.; GANDOLFI, P. E. Qualidade do Emprego nas Culturas de Café, Cana-de-açúcar e Milho: estudo comparativo 2000/2010 entre mesorregiões de Minas Gerais. Revista de economia e sociologia rural, v. 57, p. 63-80, 2019.

GRAZIANO DA SILVA, J. A Modernização Dolorosa: Estrutura agrária, fronteira agrícola e trabalhadores rurais no Brasil. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1981.

IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Censo Demográfico 2000. Disponível em <http://www.ibge.gov.br>. Acesso em 2015

IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Censo Demográfico 2010. Disponível em <http://www.ibge.gov.br>. Acesso em 2015.

JESUS, C. M.; ORTEGA, A. C.; PEROSA, B. B. Cachaça “Região de Salinas”: Uma Indicação Geográfica de Procedência em Construção. In: XVII Seminário sobre a Economia Mineira, 2016, Diamantina-MG. Anais do XVII Seminário sobre a Economia Mineira. Belo Horizonte - MG: UFMG / Cedeplar, 2016. v. 1. p. 383-400.

KAGEYAMA A. Desenvolvimento Rural. Conceitos e Aplicação ao Caso Brasileiro. Porto Alegre: Editora da UFRGS. 2008.

KAGEYAMA, A.; LEONE, E. T. Trajetórias da modernização e emprego agrícola: Brasil, 1985-1996. Revista de Economia e Sociologia Rural, Brasília, v. 40, n.1, p. 9-28, 2002.

KAGEYAMA, A.; HOFFMAN, R. Modernização da Agricultura e Distribuição de Renda no Brasil. Pesquisa e Planejamento Econômico, Rio de Janeiro, v. 15, n. 1, p.171-208. 1985.

KAGEYAMA A. e REHDER, P. O. Bem-estar rural no Brasil na década de oitenta. Revista de Economia e Sociologia Rural. Brasília, v.01, n.1, jan-mar., p.23-44,1993.

KAGEYAMA, A.; SILVEIRA, J. M. J. Agricultura e questão regional. Revista de Economia e Sociologia Rural, Brasília/DF, v. 05, n.2, p. 9-03, 1997.

MAIA, A. G.; SAKAMOTO. A Nova Configuração do mercado de trabalho agrícola Brasileiro. In BUAINAIN, A. M; ALVES, E; SILVEIRA, J. M. D; NAVARRO, Z. O Mundo Rural no Brasil do século 21: a formação de um novo padrão agrário e agrícola. Brasília-DF: Embrapa, 2014.

NASCIMENTO, C. A. Evolução das famílias extensas no Brasil e grandes regiões: pluriatividade e trabalho doméstico, 1992-1999. Dissertação (Mestrado) - Unicamp, Campinas, 2002.

ORTEGA, A. C.; JESUS, C. M. A modernização da atividade cafeeira e seus impactos na estrutura produtiva e sobre o pessoal ocupado no Território do Café do Cerrado. In: XLVIII Congresso da Sober, 2010, Campo Grande. Tecnologias, desenvolvimento e integração. Brasília: Sober, anais..., 2010, v. 1, p. 1-20.

RIBEIRO, A.E. M.; AYRES, E. C. B.; ASSIS, T. R. O trabalho rural nas muitas Minas. Economia Ensaios, Uberlândia, v. 16, n.1, p. 119-140, 2003.

TEIXEIRA F. A. O processo de expansão da Cana de Açúcar e seus impactos sobre a qualificação do trabalhador: Análise comparativa para os Estados de Minas Gerais, Goiás, São Paulo, Paraná e Mato Grosso do Sul. (Tese de Doutoramento). Programa de Pós-Graduação em Economia. Universidade Federal de Uberlândia, 2015.

Downloads

Publicado

2020-07-20

Como Citar

Caixeta Gandolfi, M. R. ., Marcelino de Jesus, C. ., & Elizandro Gandolfi, P. . (2020). Qualidade do emprego e condições de vida das famílias dos empregados agrícolas e não agrícolas da mesorregião do Norte de Minas Gerais: Quality of employment and life conditions for families of agricultural and non-agricultural employees in Norte of Minas Gerais mesoregion. Revista Argumentos, 17(2). Recuperado de https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/argumentos/article/view/3053

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)