POTENCIAL DOS EXERGAMES NA REDUÇÃO DE SINTOMAS DE DEPRESSÃO EM IDOSOS

Autores

  • Elizabete de Oliveira Barbosa
  • Vinícius Dias Rodrigues
  • Renato Sobral Monteiro Junior

Palavras-chave:

Exercício Físico. Idosos. Saúde Mental.

Resumo

A depressão é caracterizada por alterações no humor, afetando muitos idosos. A literatura tem mostrando a importância do exercício físico como tratamento não farmacológico para melhorar a saúde mental dessa população, mas poucos estudos têm investigado o efeito dos exergames sobre os sintomas depressivos. Objetivo: Analisar o efeito do treinamento com exergames comparado ao treinamento de força na redução dos sintomas de depressão em idosos não institucionalizados. Método : Participaram do nosso estudo 14 idosos, sendo 8 do grupo exergame (GEX) e 6 do grupo força (GF), com idade ≥60 anos. Os idosos foram submetidos à avaliação dos sintomas depressivos com a Escala Geriátrica de Depressão (GDS). Os treinamentos ocorreram duração de 30-45 min cada e 24 sessões, 2x por semana, com intensidade (moderada) controlada por meio da percepção subjetiva de esforço (moderada). O treinamento com exergame foi realizado com Nintendo Wii e a plataforma Wii Balance Board (Nintendo®, Kyoto, Japão), utilizando os jogos RowingSquat, Lunge, TableTilt, Sword Play Duel, Sword Play Showdown, Penguin Slide, Perfect 10 e Tilt City. No treinamento de força utilizou-se o remo agachamento, agachamento ântero-posterior, agachamento na cama elástica, puxada frontal na polia alta e adução de ombros com extensão de cotovelos na polia alta. O teste de Shapiro-Wilk foi utilizado para verificar a normalidade dos dados. O Teste t Independente e o teste U de Mann-Whitney para analisar a diferença entre os dados pós e pré-intervenções p ≤ 0,05. Em complemento, foi utilizado o tamanho do efeito (Cohen’s d). A interpretação dos valores de tamanho do efeito foi realizada de acordo com Hopkins: Trivial 0-0,19, Pequeno 0,2-0,59, moderado 0,6-1,1, Grande 1,2-1,9, muito grande 2-3,9, quase perfeito 4 e perfeito 4 Resultado: Os grupos eram homogêneos (Tabela 1) e apresentaram redução nos sintomas de depressão, porém sem diferença significativa(p>0,05). Entretanto, um tamanho do efeito muito grande de redução nos sintomas depressivos (-3,4) foi identificado no GEX em relação GF (Tabela 2). Conclusão: O treinamento com exergames tem maior potencial de reduzir os sintomas de depressão em idosos não institucionalizados do que o treinamento de força.

Palavras-chave: Exercício Físico. Idosos. Saúde Mental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-10

Como Citar

BARBOSA, E. DE O. .; RODRIGUES , . V. D.; MONTEIRO JUNIOR, R. S. . POTENCIAL DOS EXERGAMES NA REDUÇÃO DE SINTOMAS DE DEPRESSÃO EM IDOSOS. Revista Eletrônica Nacional de Educação Física, v. 3, n. 3, p. 42 - 43, 10 dez. 2020.