O IMPACTO DA QUALIDADE DE VIDA ATRAVÉS DOS PROCESSOS DE CULTURA ORGANIZACIONAL ALIADA A GESTÃO ESTRATÉGICA NO SETOR PÚBLICO

Autores

  • CARLOS ALEXANDRE DE BORTOLO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ – UEM – PR
  • LETÍCIA BARBOSA SANTOS INSTITUTO FEDERAL DO NORTE DE MINAS GERAIS - IFNMG

DOI:

https://doi.org/10.46551/epp2021928

Resumo

A junção das atividades ao bem-estar dos trabalhadores no que diz respeito à qualidade de vida no trabalho tem ganhado cada vez mais destaque. O objetivo geral do estudo foi analisar o impacto da qualidade de vida no trabalho através dos processos de cultura organizacional aliada a gestão estratégica no setor público em um órgão de ensino superior no município de Montes Claros. Os procedimentos metodológicos aplicados nesta pesquisa seguiram as delimitações propostas da pesquisa “As influências da cultura organizacional na prestação de serviços públicos”, assim trata-se de um estudo de natureza aplicada, exploratória e descritiva. Para a análise e identificação foi utilizado o Instrumento Brasileiro para Avaliação da Cultura Organizacional – IBACO adaptado à realidade do setor público, o questionário dispôs de 43 perguntas distribuídas em 06 fatores entre Valores e Práticas Organizacionais, foram utilizadas técnicas de estatística com escala Likert de cinco pontos para
mensuração do grau da cultura organizacional. A amostra foi composta por 50 respondentes da área administrativa de uma instituição pública de ensino superior, obtendo 47 retornos. Após as análises dos dados em relação aos resultados do IBACO, pode-se entender a Cultura Organizacional moderada, que quer dizer que a instituição cumpre suas metas e atende as necessidades do usuário, no entanto seus colaboradores transitam por um ambiente cordial e diplomático, onde a qualidade de vida no trabalho é tida como baixa, o que foi descrito pela insatisfação dos servidores. Portanto, acerca da temática delimitada é possível contribuir com à instituição pesquisada demonstrando que as proposições afincadas podem ser reposicionadas, com a finalidade de propiciar um melhor bem-estar e produtividade; e viés preventivo em organizações públicas instaurar um plano de
qualidade de vida no trabalho.


Palavras-chave: Qualidade de Vida no trabalho, Cultura Organizacional, Planejamento Estratégico e Setor
Público.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

CARLOS ALEXANDRE DE BORTOLO, UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ – UEM – PR

DOUTOR EM GEOGRAFIA PELA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ – UEM – PR.

LETÍCIA BARBOSA SANTOS, INSTITUTO FEDERAL DO NORTE DE MINAS GERAIS - IFNMG

PÓS-GRADUADA EM GESTÃO PÚBLICA PELO INSTITUTO FEDERAL DO NORTE DE MINAS GERAIS

Referências

ALVES, Cinthya Rafaela Araújo; CORREIA, Ana Maria Magalhães; DA SILVA, Armistrong Martins. Qualidade de vida no trabalho (QVT): um estudo em uma instituição federal de ensino superior. Revista Gestão Universitária na América Latina-GUAL, 2019, 12.1: 205-227.

BERTONI, Rodrigo Borges; DA CRUZ, Marcia Rohr; CAMARGO, Maria Emilia. Impactos da cultura e clima organizacional nas organizações. Gestão de pessoas: bases teóricas e experiências no setor público/ organizado por Marizaura Reis de Souza Camões, Maria Júlia Pantoja e Sandro Trescastro Bergue. – Brasília : ENAP, 2010.

CARBONE, Pedro Paulo. Cultura organizacional do setor público brasileiro: desenvolvendo uma metodologia de gerenciamento da cultura. Revista de Administração Pública, 2000, 34.2.

Carmo, L. J. O., Assis, L. B. D., Martins, M. G., Saldanha, C. C. T., & Gomes, P. A. (2018).

Gestão estratégica de pessoas no setor público: percepções de gestores e funcionários

acerca de seus limites e possibilidades em uma autarquia federal.

CHIAVENATO, Idalberto. Teoria geral da administração volume I. São Paulo: Makron, 2001.

CHIAVENATO, Idalberto; SAPIRO, Arão. Planejamento estratégico. Elsevier Brasil, 2004.

DAFT, Richard L. Organizações: teorias e projetos. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2003.

DE OLIVEIRA, J. S. G.; CAMPELLO, M. L. C. Clima e cultura organizacional no desempenho das empresas. In: SIMPÓSIO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO E TECNOLOGIA, 2008. Anais eletrônicos...Disponível em: Acesso em: 13 nov. 2019.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. Editora Atlas SA, 2008.

FERREIRA, Mário César. Qualidade de vida no trabalho: uma abordagem centrada no olhar dos trabalhadores. Paralelo 15, 2012.

KLEIN, Leander L.; PEREIRA, Breno AD; LEMOS, Ricardo B. Qualidade de vida no trabalho: parâmetros e avaliação no serviço público. RAM. Revista de Administração Mackenzie, v. 20, n. 3, 2019.

MATIAS PEREIRA, J. Manual de gestão pública contemporânea. São Paulo: Atlas, 2009.

NADLER, D. A.; LAWLER, E. E. Quality of work life: perspectives and directions. Organizational Dynamics, v. 11, n. 3, 1983.

PATIAS, Tiago Zardin; MINHO, Caren Silvana Vieira. As influências da cultura organizacional na prestação de serviços públicos. 2012.

SAMPIERI, Hernandez Roberto. COLLADO, Carlos Hernandez. LUCIO, Maria del Pilar Baptist. Metodologia da Pesquisa. Tradução: Dayse

Vazde Moraes 5 (2013).

Downloads

Publicado

2022-02-11

Edição

Seção

Artigos