A INDÚSTRIA DE CIMENTO NO BRASIL E O ESTADO: RELAÇÕES ESTREITAS

Autores

  • Laurindo Mékie Pereira Universidade Estadual de Montes Claros - Unimontes
  • Irineu Ribeiro Lopes Universidade Estadual de Montes Claros - Unimontes

Resumo

Resumo: O objetivo desse artigo é examinar o surgimento e expansão da indústria de cimento do Brasil e apresentar as principais tramas e articulações que viabilizaram o seu desenvolvimento no processo de industrialização e modernização da infraestrutra do país. Analisamos em destaque a desenvoltura política e econômica das lideranças dos produtores de cimento junto ao Estado,verificamos a sua forte relação com os grupos que dominavam o ramo da construção civil pesada. Esta simbiose (Construtora, Industria de Cimento e Estado) transformou o Brasil na década de 1970 em um verdadeiro canteiro de obras, contribuindo desta forma para o surgimento de diversas fábricas de cimento em todo país, elevando o Brasil condição de
autossufiente na produção de cimento.

Palavras-chave: Indústria de Cimento, Estado e Construção civil pesada

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Laurindo Mékie Pereira, Universidade Estadual de Montes Claros - Unimontes

Doutor em historia pela Universidade de São Paulo/USP ,professor do Departamento de História
e da Pós-Graduacao em História da Universidade Estadual de Montes Claros/UInimontes.Bolsista
FAPEMIG/ BIPTDT

Irineu Ribeiro Lopes, Universidade Estadual de Montes Claros - Unimontes

Mestre em História Social pela Universidade Estadual de Montes Claros, professor do Departamento
de História da Unimontes.

Referências

ABCP. Cimento e Concreto, nº 65, boletim de 1953 reeditado com o mes- mo número em 1955, 1956, 1957

e 1961. ________ . Notas e Comentários, nº 28, 1950.

Boletim Comemorativo dos 30 anos de criação da Fundação Educacional de Montes Claros, em abril de 2006,arquivo da Escola Técnica..

CAMPOS, Pedro Henrique Pereira. A Ditadura dos Empreiteiros: as em- presas nacionais de construção pesada, suas formas associativas e o Esta- do ditatorial brasileiro 1964-1985. Tese de Doutorado em História Social. Universidade Federal Fluminense, Rio de Janeiro, 2012.

CARDOSO, Fernando Henrique. Empresário Industrial e Desenvolvimento Econômico no Brasil. Tese de Doutorado defendida em 1963, na USP (1964, p. 172-174).

CARVALHO, Beatriz Maury de. Impactos e Conflitos da Produção de Cimento no Distrito Federal. Dissertação de Mestrado. Universidade Nacional do Brasil – Unb, Brasília-DF, de 2008.

CHAVES, Marcelo Antonio. Da periferia ao centro da(o) capital: perfil dos trabalhadores do primeiro complexo cimenteiro do Brasil, São Paulo, 1925- vc 1945. Dissertação de Mestrado. Universidade Estadual deCampinas, Ins- tituto de Filosofia e Ciências Humanas. - Campinas, SP : [s.n.], 2005.

DINIZ, Clélio Campolina. Estado e Capital Estrangeiro na Indústria Mineira. Belo Horizonte – UFMG, 1981, p. 130-178.

DULCI, Otavio Soares. Política e recuperação econômica em Minas Gerais. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 1999.

FONSECA, Geraldo (Org.). MORAES, Amyntas Jacques de. O Contemporâneo do Amanhã. Edição da Família. V. 1, 2 e 3. Belo Horizonte: Editora KMR, 1989.

FURTADO, C. Formação econômica do Brasil. 30. ed. São Paulo: Editora Nacional, 2001.

GRAMSCI, Antônio. Cadernos do Cárcere – volume 1. Edição e tradução, Carlos Nelson Coutinho; co-edição, Luiz Sérgio Henriques e Marco Aurélio Nogueira – 3 ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2004, vol. 1 e 5.

LOPES, Juarez Rubens Brandão. Desenvolvimento e Mudança Social: Formação da sociedade urbano-industrial no Brasil. 3. ed. São Paulo, Editora Nacional; Brasília, INL, 1976

MENDONÇA, Sônia Regina de. Estado e economia no Brasil: opções de desenvolvimento. 3 ed. Rio de Janeiro: Graal, 1988

MELERO, Roberto Ap. Lopes. A indústria cimenteira no Brasil. Tese de mestrado em Geografia Humana, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo. São Paulo, 1996.

OLIVEIRA, F. A. de. A reforma tributária de 1966 e a acumulação de capital no Brasil. São Paulo: Brasil Debates, 1981.

OLIVEIRA, Fabrício Augusto de. A Evolução da Estrutura Tributária e do Fisco Brasileiro: 1889-2009. IPEA, Brasília. 2010.

PROCHNIK, Victor. A dinâmica da indústria de cimento no Brasil. Rio de Janeiro, UFRJ, Instituto de Economia Industrial, 1983, dissertação de mestrado.

PROCHNIK, Victor; PEREZ, A., SILVA, C.M.S. A Globalização na Indústria de Cimento. Rio de Janeiro: Universidade Federal do Rio de Janeiro/ Instituto de Economia Industrial, 1998. p. 91.

REZENDE, Maria José de. A ditadura militar no Brasil : repressão e pretensão de legitimidade : 1964-1984 [livro eletrônico] – Londrina : Eduel, 2013.p. 192

SANTOS, Joeme Rodrigues dos. Ação e reação em oligopólio homogêneo, um estudo de caso: a indústria capixaba de cimento. Vitória: FUCAPE, 2005.

SIQUEIRA, Elcio. Companhia Brasileira de Cimento Portland Perus: contribuição para uma história da indústria pioneira do ramo no Brasil (1926-1987). Dissertação de mestrado. UNESP, Campus de Araraquara, São Paulo 2001.

Downloads

Publicado

2021-04-07

Edição

Seção

Artigos