A ECONOMIA AMBIENTAL PROPORCIONADA ATRAVÉS DA RECICLAGEM PELA ASSOCIAÇÃO MONTES CLAROS DE CATADORES DE RECICLÁVEIS – MONTESUL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.46551/rvg2675239520202105113

Palavras-chave:

Coleta de Resíduos Sólidos. , Reciclagem, Calculadora Ambiental

Resumo

O presente artigo teve como objetivo apresentar a importância da reciclagem de resíduos sólidos realizada pela Associação Montes Claros de Catadores de Recicláveis – MONTESUL na cidade de Montes Claros - MG e identificar os dados de economia de água, energia elétrica e gases do efeito estufa (GEEs), obtidos através aplicação da calculadora ambiental. Para atingir os objetivos propostos foi utilizado em sua metodologia, inicialmente uma revisão de literatura para dar embasamento científico ao trabalho em seguida foram aplicados o cálculo Recuperação e Reciclagem de Materiais de Resíduos Sólidos (AMS-III.AJ) nos materiais coletados pela associação para identificar os dados de economia de água, energia elétrica e gases do efeito estufa (GEEs). A economia de água e energia elétrica proporcionada pela MONTESUL através da reciclagem no período de fevereiro a julho de 2020, seria suficiente para abastecer a população da microrregião do Morada do Parque que abrange quatro bairros com população de 4.434 habitantes por um período de 20 dias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pedro Bicalho Maia, Faculdades Santo Agostinho

Engenheiro Ambiental - Faculdade Santo Agostinho de Montes Claros – MG.

Referências

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE RESÍDUOS SÓLIDOS E LIMPEZA PÚBLICA – ABLP. 2012. Disponível em <http://www.ablp.org/conteudo/bibliografia.php?pag=integra&cod=221>. Acesso em: 28 jul. 2020.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EMPRESAS DE LIMPEZA PÚBLICA E RESÍDUOS – ESPECIAIS - ABREPEL. 2019. Disponível em <http://rmai.com.br/v4/Read/1549/abrelpe-lanca-edicao-2019-do-panorama-dos-residuos-solidos-no-brasil.aspx>. Acesso em: 28 jul. 2020.

ATLAS. 2020. Disponível em <http://admin.montesclaros.mg.gov.br/upload/montes-claros/files/secoes/noticias/2020/04_Abril/02/Atlas%20Ambiental%20de%20Montes%20Clarosa.pdf.pdf>. Acesso em: 29 jul. 2020.

BORGES, Janaína Freitas. Acúmulo De Lixo: ações de intervenção para destino correto do lixo na cidade de Palmópolis - Minas Gerais. UFMG - Universidade Federal de Minas Gerais. Faculdade de Medicina. Núcleo de Educação em Saúde Coletiva. Especialização em atenção básica em saúde da família. Teófilo Otoni – MG. 2014.

CAVAGNOL, Joares. Plano de ação para implantação de um sistema de coleta seletiva de resíduos em São Miguel do Oeste. Trabalho apresentado ao Curso de Pós-Graduação – MBA em Gestão Ambiental e Projetos Sustentáveis da Universidade do Oeste de Santa Catarina. Universidade do Oeste de Santa Catarina – UNOESC. Campus de São Miguel do Oeste. 2011.

CEMPRE - Compromisso Empresarial para Reciclagem “Política Nacional de Resíduos Sólidos - Agora é lei”. 2010. Disponível em <http://www.cempre.org.br/dowlonad/pnrs_002.pdf.>. Acesso em: 19 jun. 2020.

GOUVEIA, Nelson. Resíduos sólidos urbanos: impactos socioambientais e perspectiva de manejo sustentável com inclusão social. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 17, n. 6, p. 1503-1510, june 2012.

MINISTÉRIO DAS CIDADES. Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento. Diagnóstico do Manejo de Resíduos Sólidos 2010. Tabelas de informações e indicadores. 2012. Brasília: MCIDADES.SNSA, 2012. 2.090 p.: gráficos, tabelas.

PEREIRA, Neto, J. T. Quanto vale nosso lixo. Ed. independente. Viçosa: IEF/UNICEF, 1995.

Downloads

Publicado

2020-10-06

Como Citar

Bicalho Maia, P. (2020). A ECONOMIA AMBIENTAL PROPORCIONADA ATRAVÉS DA RECICLAGEM PELA ASSOCIAÇÃO MONTES CLAROS DE CATADORES DE RECICLÁVEIS – MONTESUL . Revista Verde Grande: Geografia E Interdisciplinaridade, 2(02), 105 - 113. https://doi.org/10.46551/rvg2675239520202105113