O USO DAS TECNOLOGIAS COMO FERRAMENTA NA EXPROPRIAÇÃO DE DIREITOS

UM ENFOQUE SOBRE O ENSINO REMOTO NA GRADUAÇÃO EM SERVIÇO SOCIAL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.46551/rssp202325

Palavras-chave:

Tecnologias da Informação e Comunicação, Ensino Remoto Emergencial, . Formação profissional em Serviço Social.

Resumo

O presente trabalho aborda o conceito de "capitalismo de plataforma" e sua influência na exploração capitalista, destacando a transformação nos padrões de acumulação e organização do trabalho através das plataformas digitais. Trata-se de um ensaio teórico pautado em estudos bibliográficos. A análise enfoca o período da pandemia da Covid-19, que trouxe consigo a necessidade de adotar o ensino remoto como medida emergencial para substituir as aulas presenciais. A pandemia intensificou uma série de contradições que já vinham sendo evidenciadas pela crise sistêmica a que o capitalismo está submetido na atualidade. Discutimos o uso de plataformas privadas e a possibilidade de comercialização de dados que suscitam preocupações sobre a mercantilização do ensino superior e a desigualdade educacional. O ensino remoto representou desafios significativos para estudantes e professores, afetando a vivência acadêmica, as interações e trocas de conhecimento que ocorrem no ambiente presencial, além de estar na contramão do projeto de educação e formação defendido pelo Serviço Social, que preza por um ensino superior democrático, que considere a diversidade social e econômica dos que frequentam a universidade pública.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Géssica Tamires da Silva Anselmo, Universidade Estadual da Paraíba

Assistente Social, graduada e mestra em Serviço Social pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), membra do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Trabalho e Proteção Social (GETRAPS) da UEPB. ORCID: https://orcid.org/0000-0003-2038-8498. E-mail: gessica_anselmo@hotmail.com 

Mônica Barros da Nóbrega, Universidade Estadual da Paraíba - UEPB

Assistente Social, graduada em Serviço Social pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), mestra em Sociologia pela UFPB, doutora em Serviço Social pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), professora efetiva da UEPB, membra do GETRAPS da UEPB. ORCID: 0000-0002-2981-4353. E-mail: monicabnobrega@yahoo.com.br

Referências

ABEPSS. Diretrizes gerais para o curso de Serviço Social: com base no currículo mínimo aprovado em assembleia geral extraordinária de 8 de novembro de 1996. Rio de Janeiro: ABEPSS, 1996.

ABEPSS. Relatório da Pesquisa sobre o perfil discente de pós-graduação em Serviço Social. ABEPSS, 2018. Disponível em: <http://www.abepss.org.br/arquivos/anexos/arquivo-2-pesquisa-abepss-202004021016188712970.pdf >Acesso em: 31/03/2021

ABEPSS. A Formação em Serviço Social e o Ensino Remoto Emergencial. Brasília: ABEPSS, 2021. Disponível em: <https://www.abepss.org.br/arquivos/anexos/20210611_formacao-em-servico-social-e-o-ensino-remoto-emergencial-202106141344485082480.pdf>Acesso em: 10/06/2021

ALVES, Lynn. EDUCAÇÃO REMOTA: ENTRE A ILUSÃO E A REALIDADE. Interfaces Científicas, Aracaju, v.10, n. 1, p. 348– 364, 2020. Disponível em: <https://periodicos.set.edu.br/educacao/article/view/9251/4047> Acesso em: 21/12/2020

BRASIL. MEC-SESU. Coordenação da Comissão de Especialistas de Ensino. Comissão de Especialistas de Ensino (CCEE). Comissão de Especialistas de Ensino em Serviço Social (Coness). Diretrizes Curriculares. Curso Serviço Social. Brasília, fevereiro de 1999. Disponível em: <http://www.cfess.org.br/arquivos/legislacao_diretrizes.pdf>. Acesso em: 15/06/2022

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). Relatório Síntese de Área: Serviço Social. Brasília: INEP, 2019. Disponível em:<https://download.inep.gov.br/educacao_superior/enade/relatorio_sintese/2018/Servico_Social.pdf >Acesso em: 15/03/2021

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria MEC n. 544, de 16 de junho 2020. Dispõe sobre a substituição das aulas presenciais por aulas em meios digitais, enquanto durar a situação de pandemia do novo coronavírus - Covid-19. 2020b Disponível em: <https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-544-de-16-de-junho-de-2020-261924872 >Acesso em: 18/01/2021

COLMÁN, Evaristo. Notas sobre o ensino de "informática" nos cursos de Serviço Social. Serviço Social em Revista, Londrina, v. 7, n.1, jul/dez p.187-208, 2004. Disponível em: <https://www.uel.br/revistas/ssrevista/c_v7n1_colman.htm> Acesso em: 05/05/2022

CRUZ, Leonardo Ribeiro da; SARAIVA, Filipe de Oliveira; AMIEL, Tel. Coletando dados sobre o Capitalismo de Vigilância nas instituições públicas do ensino superior do Brasil. In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL LAVITS, 6, 2019, Salvador. Anais [...]. Salvador: LAVITS, 2019. Disponível em: <http://lavits.org/wp-content/uploads/2019/12/Cruz_Saraiva_Amiel-2019-LAVITS-1.pdf> Acesso em: 17/01/2021

DOMENICI, Thiago. Laureate usa robôs no lugar de professores sem que alunos saibam. Agência Pública, 2020. Disponível em: <https://apublica.org/2020/04/laureate-usa-robos-no-lugar-de-professores-sem-que-alunos-saibam/>. Acesso em: 24/03/2021

FAIRWORK. Fairwork Brazil ratings 2021: towards decent work in the platform economy. Porto Alegre: Fairwork, 2022. Disponível em: <https://fair.work/wp-content/uploads/sites/17/2022/03/Fairwork-Report-Brazil-2021-PT-1.pdf> Acesso em: 16/04/2022

GONZALEZ, Lauro; ARAUJO, Marcelo. EFEITOS DA EXCLUSÃO DIGITAL NO ACESSO AO AUXÍLIO EMERGENCIAL. Blog/Impacto, FGV, 27 mai. 2021. Disponível em: <https://www.impacto.blog.br/site/wp-content/uploads/2021/05/Auxilio_InclusaoDigital_VersaoFinal_2505.pdf> Acesso em: Acesso em: 15/06/2022

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Síntese de indicadores sociais: uma análise das condições de vida da população brasileira: 2020/IBGE, Coordenação de População e Indicadores Sociais. - Rio de Janeiro: IBGE, 2020. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv101760.pdf Acesso em: 03/02/2021

IAMAMOTO, Marilda Villela. A formação acadêmico-profissional no Serviço Social brasileiro. In: Revista Serviço Social e Sociedade. N. 120, out./dez. São Paulo: Cortez, n. 120, 2014, p. 609 -639.

LOPES, Robélia do Nascimento; SILVA, Vinicius Paulino Lopes da. AUXÍLIO EMERGENCIAL E PANDEMIA NO BRASIL: a utilização das tecnologias da informação e comunicação enquanto expressão da expropriação do direito à segurança de renda. In: X JORNADA INTERNACIONAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS, 2021, Ambiente Virtual. Anais [...]. São Luís: Universidade Federal do Maranhão, 2021. Disponível em:<http://www.joinpp.ufma.br/jornadas/joinpp2021/images/trabalhos/trabalho_submissaoId_1309_1309612ebed675c8c.pdf> Acesso em: 28/10/2022.

MÉSZÁROS, István. A educação para além do capital. 2. ed. Tradução de Isa Tavares. São Paulo: Boitempo, 2008.

NETO, Antônio Sales Rios. Capitalismo de vigilância e o novo ser-patriarcal. OutrasPalavras, 2022. Disponível em: <https://outraspalavras.net/crise-civilizatoria/capitalismo-de-vigilancia-e-o-novo-ser-patriarcal/>Acesso em: 07/12/2022

NETTO, José Paulo. Crise do capital e consequências societárias. In: Serviço Social e Sociedade. São Paulo, n. 111, p. 413-429, jul./set. 2012.

NIC.br. Núcleo da Informação e Coordenação do Ponto BR . Pesquisa sobre o uso das tecnologias de informação e comunicação: pesquisa TIC Domicílios, ano 2019. 2020. Disponível em: <http://cetic.br/arquivos/domicilios/2019/domicilios/>Acesso em: 25/03/2021

RABELLO, Guilherme. O que é Big Data e por que é tão valioso para sua empresa. Siteware, 2022. Disponível em: <https://www.siteware.com.br/gestao-estrategica/o-que-e-big-data>Acesso em: 13/02/2023

SANTOS, Cláudia Mônica dos. OS INSTRUMENTOS E TÉCNICAS: MITOS E DILEMAS NA FORMAÇÃO PROFISSIONAL DO ASSISTENTE SOCIAL NO BRASIL. Rio de Janeiro: O Autor, 2006. 309 p. Tese (Doutorado) – Programa de Pós-graduação em Serviço Social da Escola de Serviço Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2006.

SAVIANI, Dermeval; GALVÃO, Ana Carolina. Educação na pandemia: a falácia do “ensino” remoto. Universidade e Sociedade, Brasília, n. 67, p. 36– 49 2021. Disponível em:<https://www.andes.org.br/img/midias/0e74d85d3ea4a065b283db72641d4ada_1609774477.pdf> Acesso em: 04/03/2021

The Economist, «The secrets of big tech », The Economist, Londres, 30 de abril de 2022. Disponível em: <https://www.economist.com/business/the-finance-secrets-of-big-tech/21808956>Acesso em: 04 de Jun de 2022

VALENTIM, Erika Cordeiro do Rêgo Barros; PAZ, Fernanda Alves Ribeiro. Serviço Social e TICs: a prática profissional no contexto da Covid-19. In: Revista Katálysis, [s.l.], v. 25, n. 1, p. 114-124, jan./abr. 2022. Disponível em: <https://periodicos.ufsc.br/index.php/katalysis/article/view/82538/48240> Acesso em: 15/09/2022

VIEIRA, Bárbara Muniz. Faculdades particulares de SP lotam salas virtuais com até 180 alunos e demitem mais de 1.600 professores durante pandemia. G1 SP — São Paulo, 2020. Disponível em: <https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2020/09/02/faculdades-particulares-de-sp-lotam-salas-virtuais-com-ate-180-alunos-e-demitem-mais-de-1600-professores-durante-pandemia.ghtml> Acesso em: 23/03/2021

Downloads

Publicado

2023-09-22

Como Citar

Anselmo, G. T. da S., & Nóbrega, M. B. da. (2023). O USO DAS TECNOLOGIAS COMO FERRAMENTA NA EXPROPRIAÇÃO DE DIREITOS: UM ENFOQUE SOBRE O ENSINO REMOTO NA GRADUAÇÃO EM SERVIÇO SOCIAL. Revista Serviço Social Em Perspectiva, 7(2), 197–215. https://doi.org/10.46551/rssp202325