INSATISFAÇÃO CORPORAL EM JOVENS UNIVERSITÁRIOS: UMA ANÁLISE EM HOMENS FISICAMENTE ATIVOS E INSUFICIENTEMENTE ATIVOS

Autores

  • Maurício Almeida
  • Thainá Richelli Oliveira Resende
  • Priscila Figueiredo Campos
  • Pedro Henrique Berbert de Carvalho

Palavras-chave:

Imagem corporal. Atividade Física. Jovens.

Resumo

A insatisfação corporal pode ser definida pelos sentimentos negativos que os indivíduos têm sobre o próprio corpo. Em homens, destaca-se a insatisfação em relação aos ombros, peitorais e braços, principalmente em relação à aquisição de um corpo musculoso e definido. A insatisfação corporal em homens é um dos principais fatores mediadores para o desenvolvimento dos transtornos alimentares e da dismorfia muscular. O objetivo do presente estudo foi descrever o nível de insatisfação corporal em adultos universitários, comparando os escores de homens fisicamente ativos e insuficientemente ativos. Trata-se de uma pesquisa quantitativa e corte transversal conduzida com 455 estudantes universitários (Midade = 21,94, DP = 3,58 anos) que responderam a um instrumento de medida de insatisfação corporal, a Male Body Attitudes Scale-Revised (MBAS-R). A prática de atividade física semanal foi avaliada em minutos, sendo considerados fisicamente ativos aqueles que reportaram prática superior a 150 minutos. Estudo aprovado pelo Comitê de Ética e Pesquisa da Universidade Federal de Juiz de Fora (parecer n° 2.138.995). Realizou-se análise descritiva dos dados, seguida de teste de comparação entre os grupos (fisicamente ativos versus insuficientemente ativos) pelo teste t de Student para amostras  independentes. Utilizou-se o software SPSS v. 21.0 adotando nível de significância de 5%. Indivíduos fisicamente ativos (M = 36,46, DP = 10,28) e insuficientemente ativos (M = 37,43, DP = 9,88) não apresentaram diferenças significantes em relação aos escores da MBAS-R (t[453] = -0,983; p = 0,32). É possível concluir que homens universitários, independentemente da prática de atividade física, apresentam sintomas de insatisfação corporal. Nesse sentido, novas pesquisas são necessárias para compreender se a modalidade de exercício praticada pode influenciar o aumento/redução da insatisfação corporal nesse grupo.

Palavras-chave: Imagem corporal. Atividade Física. Jovens.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-10

Como Citar

ALMEIDA, M. .; RESENDE, T. R. O. .; CAMPOS, P. F. .; CARVALHO, P. H. B. DE . INSATISFAÇÃO CORPORAL EM JOVENS UNIVERSITÁRIOS: UMA ANÁLISE EM HOMENS FISICAMENTE ATIVOS E INSUFICIENTEMENTE ATIVOS. Revista Eletrônica Nacional de Educação Física, v. 3, n. 3, p. 54, 10 dez. 2020.

Edição

Seção

Estudos socioculturais do esporte e da Educação Física