CORRELAÇÃO ENTRE O TEMPO DE TELA E O TEMPO DE ATIVIDADE FÍSICA NO TEMPO LIVRE EM MULHERES PARTICIPANTES DO PROGRAMA ACADEMIA DA SAÚDE BETIM

Autores

  • Vinícius Coimbra Viana
  • Bárbara Zille de Queiroz

Palavras-chave:

Atividade Física. Exercício Físico. Aptidão Física.

Resumo

A inatividade física (IF) é considerada um dos dez principais fatores de risco de morte em todo planeta, mas apesar do consenso acerca dos benefícios da atividade física (AF), 44,1% dos brasileiros são considerados insuficientemente ativos. Esses valores podem ser influenciados pelo tempo dispendido em uso de telas, já que a literatura aponta tal associação. Sendo assim, o objetivo do estudo foi verificar a correlação entre o tempo diário de tela em casa (TTC) e os minutos semanais de atividades físicas no tempo livre (AFTL) em mulheres participantes do Programa Academia da Saúde de Betim-MG (PAS). A amostra foi composta por 85 mulheres com idades entre 18 e 59 anos, que se matricularam no PAS em 2019. Os minutos semanais de AF foram obtidos através da multiplicação da frequência semanal de prática (dias de prática) pelos minutos diários despedidos com a AFTL. Para a definição do TTC, utilizou-se a soma das horas destinadas ao uso diário e residencial de aparelho celular, televisão e computador. Os dados foram retirados do banco de dados do PAS, que é alimentado pelas avaliações iniciais realizadas para o ingresso nas atividades do programa. O projeto foi aprovado pelo CEP Betim (CAAE:16804619.0.0000.5651). Foi realizada análise descritiva das variáveis e análise de correlação através do coeficiente de Spearman (p≤0,05). A média de idade foi de 40,29 (± 11,3) anos. O tempo semanal médio em AFTL foi de 95 (±129,5) minutos, e o TDTC apresentou média de 2h e 55min/dia (± 2,28). A prática de AFTL foi reportada por 43,4% da amostra, enquanto 56,6% não relatou esse comportamento. Foi identificada correlação inversa entre TTC e AFTL. Quanto maior foi o TTC, menores foram os minutos despendidos semanalmente com AFTL (p=0,03, r=-0,24). Os resultados apresentados trazem perspectivas importantes para a construção de estratégias de estímulo à prática regular de AFTL. Uma dessas estratégias pode ser a redução do TTC associado a ações de promoção da AFTL.

Palavras-Chave: Atividade Física. Exercício Físico. Aptidão Física.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-10

Como Citar

COIMBRA VIANA, V. .; ZILLE DE QUEIROZ, B. . CORRELAÇÃO ENTRE O TEMPO DE TELA E O TEMPO DE ATIVIDADE FÍSICA NO TEMPO LIVRE EM MULHERES PARTICIPANTES DO PROGRAMA ACADEMIA DA SAÚDE BETIM. Revista Eletrônica Nacional de Educação Física, v. 3, n. 3, p. 25, 10 dez. 2020.