Mototaxistas nos bairros da região sul na cidade de Montes Claros: os relatos sobre a profissão

Motorbike drivers in neighborhoods in the southern region of the city of Montes Claros: reports on the profession

Autores

  • Rejane Meireles Amaral Rodrigues Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes)
  • Cristiano Barbosa Faculdades Santo Agostinho

Palavras-chave:

Mototaxista, Montes Claros, Transporte alternativo, Trabalhador informal

Resumo

Atualmente tem-se percebido o aumento da informalidade e flexibilização no mercado de trabalho e reafirmação de formas alternativas de subsistência. Nesse aspecto, o presente artigo buscou estudar o serviço de mototáxi na cidade de Montes Claros/MG através de relatos dos profissionais da área. Pautando na perspectiva de abordagem da lógica histórica foram realizadas entrevistas com os profissionais que atuam em um dos quatro pontos de atendimento nos bairros Melo, São Luiz e Funcionários. As hipóteses adotadas e o resultado final apontam para o fato de a atividade ter surgido em decorrência do desemprego involuntário; ser informal, na qual atuam profissionais com baixo grau de qualificação, além de não gerar renda elevada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rejane Meireles Amaral Rodrigues, Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes)

Doutora em História pela Universidade de Uberlândia. Professora no programa de Pós-Graduação Stritu
Sensu em História da Universidade Estadual de Montes Claros/MG

Cristiano Barbosa, Faculdades Santo Agostinho

Professor de Economia Brasileira e Regional das Faculdades Santo Agostinho, Economista e Advogado,
Especialista Geografia e Meio Ambiente

Referências

ANTUNES, Ricardo. A classe-que-vive-do-trabalho: a forma de ser da classe

trabalhadora hoje. IN: Os sentidos do trabalho: ensaio sobre a afirmação e

negação do trabalho. 6.ed. São Paulo: Boitempo, 2002, p.101-117

______. Apêndices à primeira edição: crise do movimento operário e a centralidade

do trabalho hoje. IN: Os sentidos do trabalho: ensaio sobre a afirmação e negação

do trabalho. 6.ed. São Paulo: Boitempo, 2002, p.185-223

CAPELAS, Estela; HUERTAS NETO; MARQUES, Rosa Maria. Relações de trabalho e flexibilização. IN: MAREQUES, Rosa Maria; FERREIRA, Mariana Ribeiro Jansen [org.]. O Brasil sob nova ordem: a economia brasileira contemporânea: uma análise dos governos Collor a Lula. São Paulo: Saraiva, 2010. P.217-244.

DELGADO, Guilherme. O setor de subsistência na economia e na sociedade brasileira: gênese histórica, reprodução e configuração contemporânea. IN RAMALHO, Jether Pereira; ARROCHELLAS, Maria Helena [org.]. Desenvolvimento, subsistência e trabalho informal no Brasil. São Paulo: Cortez, 2004, p.45-76

FURTADO, Celso. Formação econômica do Brasil. 17. Ed. São Paulo: Ed. Nacional, 1980.

HOBSBAWN, E. O mundo do trabalho. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987, p.33-53

KON, Anita. Economia de serviços: teoria e evolução no Brasil. Rio de Janeiro:

Elsevier, 2004, p.145-176

MONTES CLAROS. Lei nº 2779 de 16 de novembro de 1999. Montes Claros, 11 nov. 1999, p.3

______. Lei nº 2900 de 24 de maio de 2001. Montes Claros, 11 nov. 1999, p.3

OFFE, Claus. O futuro do mercado de trabalho. IN: O capitalismo desorganizado:

transformações contemporâneas do: transformações contemporâneas do trabalho

e da política. São Paulo, Brasiliense, 1994, p.71-105.

______. Três perspectivas para o problema do desemprego. IN: O capitalismo desorganizado: transformações contemporâneas do: transformações contemporâneas do trabalho e da política. São Paulo, Brasiliense, 1994, p.105-130.

SOUZA, Jobson Monteiro de. Economia brasileira. São Paulo: Pearson, 2009, p.68-80.

THEODORO, Mário. As características do mercado de trabalho e as origens da informalidade no Brasil. IN RAMALHO, Jether Pereira; ARROCHELLAS, Maria Helena [org.]. Desenvolvimento, subsistência e trabalho informal no Brasil. São Paulo: Cortez, 2004, p.77-112.

THOMPSON. E. P. A miséria da teoria ou um planetário de erros: uma crítica ao pensamento de Althusser. Rio de Janeiro: Zahar, 1981, p.46-65, 180-201.

VASCONCELOS, Carlos Raimundo Assis. Transporte alternativo perfil do moto taxi do município de Eunápolis. 2009, 56 f. Monografia (Especialização LATO SENSU) - Instituto a Vez do Mestre, Eunápolis, 2009

WILLIANS, Raymond. Marxismo e literatura. Rio de Janeiro: Zahar, 1979, p.75-142.

Downloads

Publicado

2013-01-02

Como Citar

Meireles Amaral Rodrigues, R., & Barbosa, C. (2013). Mototaxistas nos bairros da região sul na cidade de Montes Claros: os relatos sobre a profissão: Motorbike drivers in neighborhoods in the southern region of the city of Montes Claros: reports on the profession. Revista Caminhos Da Historia, 18(1), 91–106. Recuperado de https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/caminhosdahistoria/article/view/3227

Edição

Seção

Dossiê