Bem-estar psicológico nos adolescentes da cidade de Montes Claros, Estado de Minas Gerais - Brasil.

Autores

  • Maria de Fatima Matos Maia Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro - UTAD

Palavras-chave:

adolescência, autoestima, bem-estar psicológico, bem-estar subjetivo, depressão, índice de massa corporal.

Resumo

Introdução: Poucos estudos indagam sobre os fatores biopsicossociais e culturais que interferem no bem-estar durante a fase da adolescência. Objetivo: Caracterizar o bem-estar em adolescentes escolarizados residentes na Cidade de Montes Claros, Estado de Minas Gerais - Brasil. Metodologia: Estudo descritivo, quantitativo e comparativo com abordagem qualitativa, possuindo natureza exploratória e que pretende verificar as relações entre as variáveis independentes propostas e o bem-estar psicológico, o bem-estar subjetivo, a depressão, a autoestima e o índice de massa corporal em adolescentes. A amostra foi composta de 1864 adolescentes, 48.8% do sexo masculino e 51.2% do feminino, dos quais, na divisão em sub estágios, 36.1% se encontram na adolescência inicial, 36.2% na média e 27.7% na final, considerando as faixas etárias ou grupos etários como: adolescência inicial (12 - 14 anos), adolescência média (15 - 17 anos) e adolescência final (18 - 20 anos). Como procedimentos estatísticos foram adotados o “teste t” de Student, ANOVA, MANOVA, MANCOVA e o nível de significância estipulado foi 5% (p ≤ .05). Os instrumentos específicos utilizados foram: o questionário de C. Ryff de bem-estar psicológico versão curta adaptada por Rosa Novo; o “Development of the Memorial University of Newfoundland Scale of Happiness - MUNSH”, o Beck Depression Inventory – BDI, o Rosenberg Self-Esteem Scale e o IMC (calculado através da fórmula IMC= peso/estatura2). Resultados: Bem-estar psicológico: sexo (p= .003; F=8.876): sexo masculino (M=3.34;DP=0.31) e sexo feminino (M=3.39;DP=0.31). Álcool (p= .011; F=6.440): adolescentes consumidores (M=3.39;DP=0.32) e não consumidores (M=3.34;DP=0.31). Nível de autoestima (p= .000; F=14.830): baixa (M=3.23;DP=0.30), média (M=3.34;DP=0.31) e alta auto- estima (M=3.52;DP=0.32). Bem-estar subjetivo: religiosidade (p= .001; F=10.602): religiosos (M=0.46;DP=2.52) e não religiosos (M=0.27;DP=2.25). Tipo de residência (p= .007; F=3.530): barracão (M=0.69; DP=2.48) casas próprias (M=0.62; DP=2.50), apartamentos (M=0.43; DP=2.36), casas alugadas (M=0.21; DP=2.62) e outros tipos de moradia (M=-1.50;DP= 2.38). Prática de esportes (p=.000;F=14.335): praticantes (M=0.38; DP=2.45) e não praticantes de esportes (M=-0.19; DP=2.66). Nível de autoestima (p=.000;F=14.612): baixa autoestima (M=0.76; DP=2.31), média (M=0.51; DP=2.52) e alta autoestima (M=-1.00; DP=2.49). Escolaridade da mãe (p= .009;F=3.417): mãe com ensino médio (M=0.52; DP=2.45), ensino superior (M=0.47; DP=2.48), com outros níveis de ensino (M=0.45; DP=2.52), com ensino fundamental (M=0.14; DP=2.51) e mães analfabetas (M= -1.13; DP=2.13). Depressão geral: Escolaridade (p=.000;F=19.298): ensino fundamental (M=57.32; DP=15.36), ensino médio (M=52.86;DP=17.71) e ensino superior (M=52.58;DP=14.09). O tipo de residência (p=.001;F= 4.991): outros tipos de moradia (M=66.22; DP =15.69), barracão (M= 52.54; DP=16.85), casa alugada (M= 52.28; DP =15.73), casas próprias (M= 50.35; DP =14.82). O consumo de álcool (p= .00; F=14.368): consumidores (M=55.83; DP=14.93) e não consumidores (M=52.68; DP=14.94). O nível de auto-estima (p= .00; F=122.228): alta (M=71.63; DP=16.89), autoestima média (M=49.10; DP=14.07) e baixa autoestima (M=42.03;12.76). A religiosidade (p=.00; F=11.082): não religiosos (M=56.36;DP=13.90) e os religiosos (M=52.15;DP=14.97). Autoestima: religiosidade (p= .00; F=9.928): ao religiosos (M=3.60; DP=0.63), não religiosos (M=3.42; DP=0.64). Tipo de residência (p= .02 F=2.922): casas próprias (M=3.66; DP=0.65), apartamento (M=3.62; DP=0.57), casas alugadas (M=3.55; DP=0.62), barracão (M=3.49; DP=0.53) e outros tipos de residência (M=3.22; DP=0.78). Sexo (p= .00; F=16.537): masculino (M=3.45; DP=0.64) e feminino (M=3.57; DP=0.66).Índice de massa corporal: Sexo (p= .00; F=28.788): masculino (M=17.32; DP=3.16) e o feminino (M=16.68; DP=2.53). A faixa etária (p= .00; F=12.711): final (M=17.62; DP=2.65), média (M=17.25; DP=2.58) e faixa etária inicial (M=16.02; DP=2.58). A escolaridade (p= .01 F=6.753): o ensino superior (M=17.62; DP=2.70), ensino médio (M=17.10; DP=2.60) e ensino fundamental (M=16.26; DP=2.60). Consumo de álcool (p= .00 F=25.531): adolescentes que consomem álcool (M=17.37; DP=2.80) e os não consumidores (M=16.62; DP=16.62). Conclusões: Entre os adolescentes escolarizados da cidade de Montes Claros, Estado de Minas Gerais – Brasil, aqueles que são do sexo feminino, consumidores de álcool e com baixa autoestima evidenciaram melhores índices de bem-estar psicológico. Os adolescentes que possuem melhores níveis de bem-estar subjetivo são aqueles os quais possuem mães com nível de escolaridade médio, residem em barracões, são religiosos, possuem baixa autoestima, são praticantes de esportes e não possuem hábito de consumir bebidas alcóolicas. Existem índices mais acentuados de traços depressivos nos adolescentes os quais estão cursando o ensino fundamental, habitam casas cedidas, invadidas ou doadas, não professam uma religião, são consumidores de bebidas alcoólicas e possuem autoestima alta. Os adolescentes do sexo feminino as quais residem em casas próprias e possuem religiosidade mostraram maiores índices de autoestima. O índice de massa corporal se apresentou é impactante no adolescente do sexo masculino que está na fase final da adolescência, os quais consomem álcool.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria de Fatima Matos Maia, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro - UTAD

[Tese de Doutoramento em Ciências do Desporto] Universidade Trás-os-Montes e Alto
Douro. Vila Real, 2009.

Downloads

Publicado

2020-01-31

Como Citar

DE FATIMA MATOS MAIA, Maria. Bem-estar psicológico nos adolescentes da cidade de Montes Claros, Estado de Minas Gerais - Brasil. RENEF, [s. l.], v. 3, n. 3, p. 46–48, 2020. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/renef/article/view/725. Acesso em: 13 jul. 2024.

Edição

Seção

Resumos