DE EDSON ARANTES DO NASCIMENTO A PELÉ: O MAIS DEUS DOS HUMANOS

Autores

  • Geogino Jorge de Souza Neto Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES

DOI:

https://doi.org/10.46551/rn2022131900072

Resumo

 

 

 “O difícil, o extraordinário, não é fazer mil gols, como Pelé. É fazer um gol como Pelé”.

Carlos Drummond de Andrade

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEIDA, M; GUTIERREZ; MARQUES, R. O esporte contemporâneo e o modelo de concepção das formas de manifestação do esporte. Revista da Faculdade de Educação Física da UNICAMP, Campinas, v. 6, n. 2, p. 42-60, 2008.

ASSIS, C. Mitos da contemporaneidade no esporte: um olhar jornalístico sobre atletas de alto rendimento. In: XII Congresso de Ciências da Comunicação na Região Norte. Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação, 2013.

LUCENA, Geslaine Farias de; BRUM, Larissa; SERAFIM, Vanessa; BETTINE, Marco. Espetacularização do esporte: influências do atleta na sociedade. In: EFDeportes.com, Revista Digital. Buenos Aires, Año 20, Nº 209, Octubre de 2015. Disponível em: http://www.efdeportes.com/ Acesso em: 22/06/2023.

NASCIMENTO, Abdias. O genocídio do negro brasileiro. São Paulo: Perspectivas, 2016.

NASCIMENTO, Edson Arantes do. Pelé: a autobiografia. Rio de Janeiro: Sextante, 2006.

REVISTA O CRUZEIRO, edição 47, ano 1971.

RODRIGUES FILHO, Mario. O negro no futebol brasileiro. Rio de Janeiro: Mauad, 2003.

VALE, P. O Esporte de Alto Rendimento: Produção de Atletas no Contemporâneo. Trabalho apresentado na reunião científica do CEAPIA, p.1-22, 2003.

Publicado

2023-07-04 — Atualizado em 2023-07-04

Versões

Como Citar

JORGE DE SOUZA NETO, G. DE EDSON ARANTES DO NASCIMENTO A PELÉ: O MAIS DEUS DOS HUMANOS. RENEF, [S. l.], v. 14, n. 21, p. 96–105, 2023. DOI: 10.46551/rn2022131900072. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/renef/article/view/6795. Acesso em: 25 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigo Convidado