FATORES DETERMINANTES DE QUEDAS EM IDOSOS E O PAPEL DO EXERCÍCIO FÍSICO COMO FORMA DE PREVENÇÃO: REVISÃO DE LITERATURA

Autores

  • Leonardo Geamonond Nunes Universidade Federal do Triângulo Mineiro - UFTM

DOI:

10.35258/rn2018081200025

Palavras-chave:

Acidentes por quedas; Exercício; Idosos

Resumo

A queda é definida como um acontecimento não intencional, tendo como consequência a mudança de posição do indivíduo a um nível mais baixo, proporcionando um alto impacto na saúde dos idosos. Para produção da seleção desta revisão, foram realizadas buscas em bibliotecas da área de ciências biológicas como Scientific Eletronic Library Online (SCIELO)Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS). Foram utilizados os descritores em português: “Acidentes por quedas”, “Exercício” e “Idosos”. Durante a busca, houve o cruzamento combinado dessas palavras, fazendo usos do operador boleano “AND”. Foram aplicados filtros como: amostra composta por idosos, idioma somente em português e somente artigos publicados entre os anos de 2010 e 2017. Foram selecionados sete artigos para a leitura final e destes 42,86% (n=3) foram publicados em 2012. Com relação aos fatores determinantes para quedas, o baixo equilíbrio com 23,08% (n=3) foi o mais presente. Baixa mobilidade e baixa força de membros inferiores foram relatados duas vezes nos artigos (15,39%). Fatores extrínsecos como tropeço e escorregão foram mencionados uma vez nos estudos (7,69%). Sobre o papel do exercício físico, os principais benefícios relatados foram aumento da força, citado quatro vezes (33,3%) e favorecimento no equilíbrio foi citado duas vezes (16,7%). Segundo os tipos de atividades aplicadas nos estudos, três tipos de treinamentos foram mencionados, o treinamento de força foi o mais mencionado, cinco vezes (35,71%) seguido de atividades de alongamentos e equilíbrio que foram relatadas três vezes (14,28%). As quedas ocorrem por diversas causas e ter conhecimento sobre seus fatores e possíveis intervenções realizadas de forma adequada, pode ser uma boa estratégia na redução de quedas em idosos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANTONIO MARANHÃO SÁ, A. C.; BACHION, M. M.; LOSADA DE MENEZES, R. Exercício físico para prevenção de quedas: ensaio clínico com idosos institucionalizados em Goiânia, Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, v. 17, n. 8, p. 2117-2127, ago. 2012. Disponível em: http://www.redalyc.org/html/630/63023073022/. Acesso em: 18 set. 2017.

BUENO-CAVANILLAS, A.; PADILLA-RUIZ, F.; JIMÉNEZ-MOLEÓN, J. J.; PEINADO-ALONSO, C. A.; GÁLVEZ-VARGAS, R. Risk Factors in Falls among the Elderly according to Extrinsic and Intrinsic Precipitating Causes. European Journal of Epidemiology, v. 16, n. 9, p. 849–859, set. 2000.

CARVALHO, D. A. de; BRITO, A. F.; SANTOS, M. A. P. D.; NOGUEIRA, F. R. de S.; SÁ, G. G. de M.; NETO, J. G. de O.; MARTINS, M. do C. de C. e; SANTOS, E. P. dos. Prevalência da prática de exercícios físicos em idosos e sua relação com as dificuldades e a falta de aconselhamento profissional específico. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, v. 25, n. 1, p. 29–40, 20 mar. 2017.

CASTRO, P. M. M. A.; MAGALHÃES, A. M. de; CRUZ, A. L. C.; REIS, N. S. R. D. Testes de equilíbrio e mobilidade funcional na predição e prevenção de riscos de quedas em idosos. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, v. 18, n. 1, p. 129–140, mar. 2015.

COSTA, L. da S. V. da; SOUSA, N. M. de; ALVES, A. G.; ALVES, F. A. V. de B. e; ARAÚJO, R. F.; NOGUEIRA, M. S. Análise comparativa da qualidade de vida, equilíbrio e força muscular em idosos praticantes de exercício físico e sedentários. Revista Eletrônica Faculdade Montes Belos, v. 8, n. 3, 24 fev. 2016. Disponível em: http://revista.fmb.edu.br/index.php/fmb/article/view/190. Acesso em: 9 out. 2018.

COUTINHO, A. P. P.; NETO, M. F. de O.; DIAS, J. L.; ROCHA, S. V.; MOURA, B. M. de. Efeitos do treinamento da força na capacidade funcional de idosos institucionalizados. Revista Kairós : Gerontologia, v. 20, n. 3, p. 349–363, 30 set. 2017.

CRUZ, D. T. da; RIBEIRO, L. C.; VIEIRA, M. de T.; TEIXEIRA, M. T. B.; BASTOS, R. R.; LEITE, I. C. G. Prevalence of falls and associated factors in elderly individuals. Revista de saude publica, v. 46, n. 1, p. 138–146, fev. 2012.

DE VRIES, O. J.; PEETERS, G. M. E. E.; LIPS, P.; DEEG, D. J. H. Does Frailty Predict Increased Risk of Falls and Fractures? A Prospective Population-Based Study. Osteoporosis international: a journal established as result of cooperation between the European Foundation for Osteoporosis and the National Osteoporosis Foundation of the USA, v. 24, n. 9, p. 2397–2403, set. 2013.

FALSARELLA, G. R.; GASPAROTTO, L. P. R.; COIMBRA, A. M. V. Quedas: conceitos, frequências e aplicações à assistência ao idoso. Revisão da literatura. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, v. 17, n. 4, p. 897–910, dez. 2014.

FECHINE, B. R. A.; TROMPIERI, N. O processo de envelhecimento: as principais alterações que acontecem com o idoso com o passar dos anos. InterSciencePlace, v. 1, n. 20, p. 106-133, jun. 2015. Disponível em: http://www.interscienceplace.org/isp/index.php/isp/article/view/196. Acesso em: 13 out. 2018.

FERNANDES, A. M. B. L.; FERREIRA, J. J. de A.; STOLT, L. R. O. G.; BRITO, G. E. G. de; CLEMENTINO, A. C. C. R.; SOUSA, N. M. de. Efeitos da prática de exercício físico sobre o desempenho da marcha e da mobilidade funcional em idosos. Fisioterapia em Movimento, v. 25, n. 4, p. 821–830, dez. 2012a.

FERNANDES, A. M. B. L.; FERREIRA, J. J. de A.; STOLT, L. R. O. G.; BRITO, G. E. G. de; CLEMENTINO, A. C. C. R.; SOUSA, N. M. de. Efeitos da prática de exercício físico sobre o desempenho da marcha e da mobilidade funcional em idosos. Fisioterapia em Movimento, v. 25, n. 4, p. 821–830, dez. 2012b.

FILHO, C.; MACEDO, J.; RAMOS, L. R. Epidemiologia do envelhecimento no Nordeste do Brasil: resultados de inquérito domiciliar. Revista de Saúde Pública, v. 33, n. 5, p. 445–453, out. 1999.

FREITAS, M. G. de; BONOLO, P. de F.; MORAES, E. N. de; MACHADO, C. J. Elderly Patients Attended in Emergency Health Services in Brazil: A Study for Victims of Falls and Traffic Accidents. Ciênc. Saúde Coletiva, v. 20, n. 3, p. 701–712, mar. 2015.

GASPAROTTO, L. P. R.; FALSARELLA, G. R.; COIMBRA, A. M. V. As quedas no cenário da velhice: conceitos básicos e atualidades da pesquisa em saúde. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, v. 17, n. 1, p. 201–209, mar. 2014.

GELBARD, R.; INABA, K.; OKOYE, O. T.; MORRELL, M.; SAADI, Z.; LAM, L.; TALVING, P.; DEMETRIADES, D. Falls in the Elderly: A Modern Look at an Old Problem. American Journal of Surgery, v. 208, n. 2, p. 249–253, ago. 2014.

HERNANDEZ, S. S.; COELHO, F. G.; GOBBI, S.; STELLA, F. Efeitos de um programa de atividade física nas funções cognitivas, equilíbrio e risco de quedas em idosos com demência de Alzheimer. Revista Brasileira de Fisioterapia, v. 14, n. 1, p. 68-74, jan. 2010. Disponível em: http://www.redalyc.org/html/2350/235016573011/. Acesso em: 18 set. 2017.

JEON, M.; GU, M. O.; YIM, J. Comparison of Walking, Muscle Strength, Balance, and Fear of Falling Between Repeated Fall Group, One-Time Fall Group, and Nonfall Group of the Elderly Receiving Home Care Service. Asian Nursing Research, v. 11, n. 4, p. 290–296, dez. 2017.

KANDOLA, A.; HENDRIKSE, J.; LUCASSEN, P. J.; YÜCEL, M. Aerobic Exercise as a Tool to Improve Hippocampal Plasticity and Function in Humans: Practical Implications for Mental Health Treatment. Frontiers in Human Neuroscience, v. 10, 29, p. 1-25, jul. 2016. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4965462/. Acesso em: 25 out. 2018.

KÜCHEMANN, B. A. Envelhecimento populacional, cuidado e cidadania: velhos dilemas e novos desafios. Sociedade e Estado, v. 27, n. 1, p. 165–180, abr. 2012.

LANGLOIS, F.; VU, T. T. M.; CHASSÉ, K.; DUPUIS, G.; KERGOAT, M.-J.; BHERER, L. Benefits of Physical Exercise Training on Cognition and Quality of Life in Frail Older Adults. The Journals of Gerontology: Series B, v. 68, n. 3, p. 400–404, 1 maio. 2013.

LIN, C.-H.; LIAO, K.-C.; PU, S.-J.; CHEN, Y.-C.; LIU, M.-S. Associated Factors for Falls among the Community-Dwelling Older People Assessed by Annual Geriatric Health Examinations. PLoS ONE, v. 6, n. 4, p.1-5, abr. 2011. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3079754/. Acesso em: 25 out. 2018.

MACEDO C., R.; BROWN, A.; DIAS, I.; CARDOZO, D.; SALERNO, V. P.; SIMÃO, R. Efeito do treinamento de força na potência muscular de membros inferiores de idosos coronariopatas. ConScientiae Saúde, v. 16, n. 1, p. 26-32, jan. 2017. Disponível em: http://www.redalyc.org/resumen.oa?id=92952141003. Acesso em: 9 out. 2018.

MACIEL, S. S. S. V.; MACIEL, W. V.; TEOTÔNIO, P. M.; BARBOSA, G. G.; LIMA, V. da G. C.; OLIVEIRA, T. de F.; SILVA, E. T. C. da. Perfil epidemiológico das quedas em idosos residentes em capitais brasileiras utilizando o Sistema de Informações sobre Mortalidade. Rev. AMRIGS, v. 54, n. 1, p. 25–31, jan. 2010.

MASUD, T.; MORRIS, R. O. Epidemiology of Falls. Age and Ageing, v. 30 Suppl 4, p. 3–7, nov. 2001.

MAZO, G. Z.; LIPOSCKI, D. B.; ANANDA, C.; PREVÊ, D. Condições de saúde, incidência de quedas e nível de atividade física dos idosos. Rev Bras Fisioter, v. 11, n. 6, p. 437–42, nov. 2007.

MOURA, M.; PEDROSA, M.; COSTA, E.; FILHO, P. B.; SAYÃO, L.; SOUSA, T. Efeitos de exercícios resistidos, de equilíbrio e alongamentos sobre a mobilidade funcional de idosas com baixa massa óssea. Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde, v. 17, n. 6, p. 474–484, dez. 2012.

MYNARSKI, J.; SANTOS, L. dos; VERFFEL, A.; MELLO, D.; BERTICELL, M. W.; OLKOSKI, M. M.; MYNARSKI, J.; SANTOS, L. dos; VERFFEL, A.; MELLO, D.; BERTICELL, M. W.; OLKOSKI, M. M. Efeitos de diferentes programas de exercícios físicos sobre a composição corporal e a autonomia funcional de idosas com risco de fratura. Revista da Educação Física / UEM, v. 25, n. 4, p. 609–618, dez. 2014.

ÖHMAN, H.; SAVIKKO, N.; STRANDBERG, T. E.; PITKÄLÄ, K. H. Effect of Physical Exercise on Cognitive Performance in Older Adults with Mild Cognitive Impairment or Dementia: A Systematic Review. Dementia and Geriatric Cognitive Disorders, v. 38, n. 5–6, p. 347–365, ago. 2014.

OLIVEIRA, A. S. de; TREVIZAN, P. F.; BESTETTI, M. L. T.; MELO, R. C. de. Fatores ambientais e risco de quedas em idosos: revisão sistemática. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, v. 17, n. 3, p. 637–645, set. 2014.

PADOIN, P. G.; GONÇALVES, M. P.; COMARU, T.; SILVA, A. M. V. da. Análise comparativa entre idosos praticantes de exercício físico e sedentários quanto ao risco de quedas. O mundo da saúde, v. 34, n. 2, p. 158–64, abr. 2010.

PIOVESAN, A. C.; PIVETTA, H. M. F.; PEIXOTO, J. M. de B. Predisposing factors for falls in the elderly residents in western region of Santa Maria, RS. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, v. 14, n. 1, p. 75–83, jan. 2011.

PRADO, R. A. do; EGYDIO, P. R. M.; TEIXEIRA, A. L. C.; IZZO, P.; LANGA, C. A influência dos exercícios resistidos no equilíbrio, mobilidade funcional e na qualidade de vida de idosas. O mundo da saúde, v. 34, n. 2, p. 183–191, abr. 2010.

SÁ, A. C. A. M.; BACHION, M. M.; MENEZES, R. L. de. Physical exercises to prevent falls: a clinical trial with institutionalized elderly in the city of Goiânia in Brazil. Ciência & Saúde Coletiva, v. 17, n. 8, p. 2117–2127, ago. 2012.

SANTOS, S. F. C. dos; NETO, V. M. da S. Treinamento resistido para idosos: revisão de literatura. Cinergis, v. 18, n. 2, p. 151–155, 15 abr. 2017.

SILVA, C. N. de F.; COSTA, A. M.; JESUS, C. M. de; LUZ, I. N. S.; GALVÃO, L. de S.; RODRIGUES, R.; GUIMARÃES, A. G. S.; JÚNIOR, J. T.; MAGALHÃES, F. G.; CUNHA, R. M. da; PÓVOA, T. I. R.; SOUZA, L. F. P. M. de. Efeitos do treinamento de força isocinético sobre a Pressão arterial central e periférica de idosas hipertensas. Anais do Congresso de Ensino, Pesquisa e Extensão da UEG (CEPE) (ISSN 2447-8687), v. 3, n. 0, p. 1-10, mar. 2017. Disponível em: http://www.anais.ueg.br/index.php/cepe/article/view/8110. Acesso em: 9 out. 2018.

SILVA ANTERO-JACQUEMIN, J.; SANTOS, P.; GARCIA, P. A.; DIAS, R. C.; DIAS, J. M. D. Comparação da função muscular isocinética dos membros inferiores entre idosos caidores e não caidores. Fisioterapia e Pesquisa, v. 19, n. 1, p. 39–44, jan. 2012.

SINGH, D. K.; PILLAI, S. G.; TAN, S. T.; TAI, C. C.; SHAHAR, S. Association between physiological falls risk and physical performance tests among community-dwelling older adults. Clinical Interventions in Aging, v. 10, n.0, p. 1319–1326, ago. 2015.

SIQUEIRA, F. V.; FACCHINI, L. A.; PICCINI, R. X.; TOMASI, E.; THUMÉ, E.; SILVEIRA, D. S.; VIEIRA, V.; HALLAL, P. C. Prevalência de quedas em idosos e fatores associados. Revista de Saúde Pública, v. 41, n. 5, p. 749–756, out. 2007.

STREIT, I. A.; MAZO, G. Z.; VIRTUOSO, J. F.; MENEZES, E. C.; GONÇALVES, E. Aptidão física e ocorrência de quedas em idosos praticantes de exercícios físicos. Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde, v. 16, n. 4, p. 346–352, set. 2011.

TEIXEIRA, C. S.; PEREIRA, É. F.; ROSSI, A. G. A hidroginástica como meio para manutenção da qualidade de vida e saúde do idoso. Acta Fisiátrica, v. 14, n. 4, p. 226–232, dez. 2007.

TOMICKI, C.; ZANINI, S. C. C.; CECCHIN, L.; BENEDETTI, T. R. B.; PORTELLA, M. R.; LEGUISAMO, C. P. Effect of physical exercise program on the balance and risk of falls of institutionalized elderly persons: a randomized clinical trial. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, v. 19, n. 3, p. 473–482, jun. 2016.

WANG, J.; CHEN, Z.; SONG, Y. Falls in Aged People of the Chinese Mainland: Epidemiology, Risk Factors and Clinical Strategies. Ageing Research Reviews, v. 9 Suppl 1, p. S13-17, nov. 2010.

Downloads

Publicado

2020-01-22

Como Citar

GEAMONOND NUNES, Leonardo. FATORES DETERMINANTES DE QUEDAS EM IDOSOS E O PAPEL DO EXERCÍCIO FÍSICO COMO FORMA DE PREVENÇÃO: REVISÃO DE LITERATURA. RENEF, [s. l.], v. 8, n. 12, p. 44–57, 2020. DOI: 10.35258/rn2018081200025. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/renef/article/view/541. Acesso em: 24 jul. 2024.

Edição

Seção

Relato de Experiência Licenciatura