A IMPORTÂCIA DO LUDICO NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA

Autores

  • Wendell Phablo Amaral Leite Unimontes
  • Vânia Olimpia Barbosa Silva Universidade estadual De Montes Claros - UNIMONTES

Palavras-chave:

Physical Education. Games. Playful.

Resumo

É por meio de vivências lúdicas que a criança conhece e reconhece sua própria identidade e percebe-se como ser único, complexo e individual. Segundo Garanhani (2002), na pequena infância o corpo em movimento constitui a matriz básica da aprendizagem ao gestar as significações do aprender. Neste período, a criança transforma em símbolo aquilo que pode experimentar corporalmente, e seu pensamento se erige, primeiramente, sob a forma de ação. Ao praticar movimentos como rolar, engatinhar, andar, correr, observar, imitar, criar, saltar, girar e brincar de faz de conta, a criança constrói sentidos sobre o mundo, atribuindo novos significados aos elementos da realidade e define sua identidade pessoal e coletiva, em um processo de produção cultural. Com status de componente curricular obrigatório, a Educação Física é uma área que organiza, sintetiza, constrói e produz conhecimentos baseado em objetivos e princípios pedagógicos. Considerando o universo escolar, a presente pesquisa visou compreender o papel da ludicidade no desenvolvimento infantil através das aulas de Educação Física. Utilizou-se como metodologia pesquisa bibliográfica com análise de artigos científicos, Livros, e Sites da Internet e de campo, com a aplicação de um questionário a um grupo de professores do ensino fundamental das redes públicas de ensino. Após os estudos realizados, foi possível perceber que as atividades lúdicas são ingredientes indispensáveis no processo de crescimento, de desenvolvimento e de aprendizagem das crianças.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEIDA, Anne. Recreação: ludicidade como instrumento pedagógico. Cooperativa Fitness, jan. 2009. Disponível em: http://www.cdof.com.br/recrea22.htm. Acesso em: 5 dez. 2021.

BARBOSA, C. B. B.; SILVEIRA, S. H. P.; OLIVEIRA, J. E. C. de. Psicomotricidade e desenvolvimento humano. Efdeportes, ano 19, n.192, Buenos Aires, mai. 2014. Disponível em: http://www.efdeportes.com/efd192/psicomotricidade-e-desenvolvimento-humano.htm. Acesso em: 8 dez. 2021.

CANESTRARO, J. F.; ZULAI, L. C.; KOGUT, M. C. Principais dificuldades que o professor de Educação Física enfrenta no processo ensino-aprendizagem do Ensino Fundamental e sua influência no trabalho escolar, 2008. Disponível em: https://www.nucleodoconhecimento.com.br/educacao/educacao-fisica-e-atividade-ludica. Acesso em 11 dez. 2021.

CARNEIRO, M. A. B. O brincar hoje: da colaboração ao individualismo. Simpósio Internacional da OMEP. Campo Grande, julho de 2012.

KISHIMOTO, T. M. O jogo e a Educação Infantil. São Paulo: Pioneira,1994.

KISHIMOTO, T. M. (Org.): Jogo, brinquedo, brincadeira, e a educação. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2000.

KRAMER, Sônia. Com a pré-escola nas mãos. São Paulo: Ática, 2000.

MANTOAN, I.; PIVOVAR, W.; KOGUT, M. C. A motivação dos alunos de ensino fundamental i nas aulas de educação física. In: EDUCERE - XII CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO, 12., 2015, Curitiba. Anais. Curitiba: 2015. p. 1 - 14. Acesso em: 10 dez. 2021.

OLIVEIRA, Z. R. de. Educação Infantil: fundamentos e métodos. São Paulo: Cortez, 2002.

PIAGET, J. A Formação do Símbolo na Criança: imitação, jogo e sonho. Rio de Janeiro: Zanar, 1978.

ZANLUCHI, Fernando Barroco. O brincar e o criar: as relações entre a atividade lúdica e o desenvolvimento da criatividade e educação. Londrina, PR: O autor, 2005.

Publicado

2022-07-29 — Atualizado em 2022-07-29

Versões

Como Citar

PHABLO AMARAL LEITE, W.; OLIMPIA BARBOSA SILVA, V. A IMPORTÂCIA DO LUDICO NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA. RENEF, [S. l.], v. 5, n. 6, p. 98–109, 2022. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/renef/article/view/5343. Acesso em: 13 ago. 2022.