PERFIL TERMOGRÁFICO DE MEMBROS INFERIORES DE JOVENS JOGADORES DE FUTEBOL

Autores

  • Felipe Augusto Mattos Dias Universidade Federal de Viçosa -UFV
  • João Carlos Bouzas Marins Carlos Bouzas Marins Universidade Federal de Viçosa -UFV

Palavras-chave:

Futebol. Termografia. Medicina Esportiva.

Resumo

Introdução: Termografia é uma ferramenta não invasiva para medir a temperatura de superfícies baseado na emissão natural de radiação térmica. No esporte, esta tecnologia tem sido utilizada para prevenir lesões, haja vista que sobrecargas músculo esqueléticas decorrentes do treinamento/competição podem alterar o perfil térmico da superfície corporal. Objetivo: Analisar o perfil termográfico de membros inferiores de jovens de futebol. Metodologia: Participaram do estudo 16 futebolistas homens (idade: 18,0 ± 0,9 anos; massa corporal: 72,2 ± 7,9 kg; estatura: 1,8 ± 0,1 m; IMC: 22,2 ± 1,4 kg/m2 ; gordura corporal 7,6 ± 2,0 %) da categoria Sub-20 de uma equipe da 1ª divisão estadual de Minas Gerais. A partir da obtenção de duas imagens térmicas, os valores médios de temperatura irradiada da pele (TIP) de cinco regiões corporais de interesse (RCIs) foram registrados: isquiotibiais (ISQ), quadríceps (QUA), joelho (visão anterior) (JOE), panturrilhas (PAN) e tibial anterior (TIB-A). O teste T independente foi usado para comparar a TIP entre RCIs bilaterais, considerando um nível de significância de 5%. Resultados: Os valores médios de TIP foram os seguintes: QUA direito 32,2 ± 0,6°C e esquerdo 32,3 ± 0,6°C; ISQ direito 32,5 ± 0,7°C e esquerdo 32,5 ± 0,6°C; JOE direito 31,2 ± 0,7°C e esquerdo 31,2 ± 0,6°C; PAN direita 31,7 ± 0,6°C e esquerda 31,9 ± 0,6°C; TIB-A direito 31,7 ± 0,8°C e esquerdo 31,8 ± 0,8°C. A análise estatística não mostrou diferença significativa entre as RCIs bilaterais (p > 0,05), com exceção das panturrilhas (p = 0,017), onde a assimetria média foi de 0,3 ± 0,2°C. Conclusão: Os jovens jogadores apresentaram simetria térmica contralateral na maior parte das RCIs analisadas. As diferenças médias de TP entre as RCIs bilaterais foram ≤ 0,3°C. Apesar da diferença significativa encontrada entre as panturrilhas, o valor médio de assimetria é clinicamente aceitável. A TP registrada indicou um perfil termográfico normal.

Palavras-chave: Futebol. Termografia. Medicina Esportiva.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-10

Como Citar

AUGUSTO MATTOS DIAS, F. .; CARLOS BOUZAS MARINS, J. C. B. M. PERFIL TERMOGRÁFICO DE MEMBROS INFERIORES DE JOVENS JOGADORES DE FUTEBOL. Revista Eletrônica Nacional de Educação Física, v. 3, n. 3, p. 14, 10 dez. 2020.