FATORES ASSOCIADOS À PRESENÇA DE LESÕES INTRÍNSECAS E DORES E/OU DORMÊNCIA MUSCULOESQUELÉTICA EM PRATICANTES DE MOUNTAIN BIKE EM GOVERNADOR VALADARES – MG

Autores

  • Letícia Coelho Silveira
  • Luís Fernando Deresz

Palavras-chave:

Ciclistas. Lesões esportivas. Lesões crônicas. Questionário Nórdico Musculoesquelético.

Resumo

Concomitantemente à crescente popularidade do Mountain Bike (MTB) e a sua prática em situações extremas, houve aumento correspondente de lesões relacionadas à modalidade. Porém, os dados existentes são, predominantemente, de lesões extrínsecas. Este estudo avaliou os fatores associados à presença de lesões intrínsecas (LI) e dores e/ou dormência musculoesquelética (DORMs) relacionadas à prática do MTB em Governador Valadares, MG. O estudo foi do tipo descritivo e utilizou o questionário Nórdico Músculo-Esquelético para quantificar as LI e as DORMs nos 3 meses anteriores a sua aplicação. Foi considerada DORMs o autorrelato destas em alguma região corporal e LI o impedimento da realização das atividades diárias devido às DORMs. Foi aplicado o teste de Qui-quadrado, ou teste exato de Fischer para comparar proporções e realizada regressão logística binária multivariada para verificar os previsores de LI e DORMs. As análises foram realizadas no SPSS Versão 20 e foi considerado significativo p≤ 0,05. O trabalho foi aprovado pelo Comitê de Ética da UFJF, CAAE 25633019.6.0000.5147. Foram avaliados 243 participantes (199 - 81,89% homens). Do total da amostra, 28 (11,52%) relataram LI (6 - 13,64% mulheres e 22 - 11,06% homens) e 175 (72,02%) relataram DORMs, (33 - 75% mulheres e 142 - 71,36% homens). Os locais mais relatados de DORMs foram as regiões de punhos/mãos (115 - 47,33%), joelhos (44 - 18,11%) e lombar (43 - 17,70%). De acordo com a regressão logística o tempo de prática de MTB maior que 4 anos foi significativo para a presença de LI e o sobrepeso/obesidade foi significativo para a presença de DORMs. Os dados analisados indicam que a presença de DORMs é maior do que LI e que o tempo de prática de MTB (>4 anos) e sobrepeso/ obesidade estão associados com as LI e DORMs, respectivamente, indicando que estes fatores devem ser considerados no planejamento das atividades para evitar lesões relacionadas ao MTB.

Palavras-chave: Ciclistas. Lesões esportivas. Lesões crônicas. Questionário Nórdico Musculoesquelético.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-10

Como Citar

COELHO SILVEIRA, L. .; FERNANDO DERESZ, L. . FATORES ASSOCIADOS À PRESENÇA DE LESÕES INTRÍNSECAS E DORES E/OU DORMÊNCIA MUSCULOESQUELÉTICA EM PRATICANTES DE MOUNTAIN BIKE EM GOVERNADOR VALADARES – MG. Revista Eletrônica Nacional de Educação Física, v. 3, n. 3, p. 12, 10 dez. 2020.