IDOSO E LAZER: CONTRIBUIÇÕES DE ATIVIDADES RECREATIVAS NO MEIO AQUÁTICO PARA MELHORIA DA QUALIDADE DE VIDA

Autores

  • Ana Maria Didoni
  • Michelle Carolina Piassalonga
  • Evandro Antonio Corrêa Faculdades Integradas de Jaú

DOI:

https://doi.org/10.46551/rn2020111600042

Palavras-chave:

Lazer. Idoso. Atividades Recreativas. Meio aquático.

Resumo

Identificar as contribuições de atividades recreativas no meio aquático para melhoria da qualidade de vida de idosos. A metodologia foi com base na abordagem qualitativa, de ordem exploratória e descritiva e da técnica de revisão bibliográfica. A realização de atividades recreativas se torna relevante na hidroginástica com o intuito de promover aulas mais prazerosas contribuindo para o bem estar dos idosos. Nesse sentido, vivência de atividades recreativas no meio aquático, por meio da hidroginástica, pode contribuir na diminuição das limitações ocasionadas pelo processo do envelhecimento para o idoso. Conclui-se que as atividades recreativas no meio aquático podem auxiliar no desenvolvimento dos idosos, possibilitando uma vida mais sociável e menos depressiva, contribuindo para melhoria da qualidade de vida.

 Palavras-chaves: Lazer. Idoso. Atividades Recreativas. Meio aquático

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALLEN, S. M. Proposta para o meio aquático. In: MARCELLINO, N. C. Lazer e recreação: repertório de atividades por ambientes. Campinas: Papirus, 2007.

BARBOSA, F. S.; CAMPAGNA, J. Animação sociocultural e o segmento do idoso: reflexões e sugestões. In: MARCELLINO, N. C. Lazer e recreação: repertório de atividades por fases da vida. Campinas: Papirus, 2006.

BACHION, M. M.; COSTA, E. C.; NAKATANI, A. Y. K. Capacidade de idosos da comunidade para desenvolver Atividades de Vida Diária e Atividades Instrumentais de Vida Diária. Acta Paulista de Enfermagem. São Paulo, v.19, n.1, 2006.

BENTO, J. O. O século do idoso e o papel do desporto. Revista Humanidade. Brasília: UnB, n.46, 1999.

BENTO-TORRES, N. V. O. et al. Water-based exercise and resistance training improve cognition in older adults. Rev Bras Med Esporte, São Paulo, v. 25, n. 1, p. 71-75, fev. 2019. https://doi.org/10.1590/1517-869220192501190627.

BORGES, R. M.; BRITO, C. M. D.; MONTEIRO, C. F. Saúde, lazer e envelhecimento: uma análise sobre a brincadeira de dança de roda das Meninas de Sinhá. Interface, Botucatu, v 24, e190279, 2020.

BRASIL. Estatuto do Idoso. Lei No 10.741, de 1º de outubro de 2003. Presidência da República. Casa Civil, Brasília, 2003.

CAMARGO, L. O. L. O que é lazer? São Paulo: Brasiliense, 1989.

CAMPOS, I. Respostas biopsicossociais e a prática corporal aquática em mulheres de meia-idade. Pesquisa em Saúde. Belém, n.2, primeiro semestre, 2001.

CARRASCO, C.; CARÚS, P. T. Envelhecimento ativo: importância da atividade física e do exercício físico na prevenção de quedas. In: MENDES, F.; PEREIRA, C.; BRAVO, J. Envelhecer em segurança no Alentejo: compreender para agir. ESACA. Universidade de Lisboa. Alentejo, 2020.

CUNHA, M. C. A. B. Asilo de velhos: espaço possível de vivência afetiva, de vida digna? 2003. 99f. Dissertação (Mestrado em Gerontologia) – Pontifícia Universidade Católica (PUC), São Paulo, 2003.

DARBY, L.; YAEKLE, B. Physiological responses during two types of exercise performed on land and in water. Journal of Sports medicine fitness and physical. Turin. v.40, n.4, 2000.

DUMAZEDIER, J. Valores e conteúdos culturais do lazer. São Paulo: SESC, 1980.

FREIRE, S. A. A personalidade e o self na velhice: continuidade e mudança. In: FREITAS, E. V. et al. Tratado de geriatria e gerontologia. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2002.

GÁSPARI, J. C.; SCHWARTZ, G. M.; Sérgio, Gardner, Dumazedier: Um diálogo pertinente na perspectiva da educação para o lazer: Revista Conexões, v.6, 2001.

GUEDES, O. C. Idosos, esportes e atividade física. João Pessoa: Ideia: 2001.

GUEDES, S. L. A. Concepção sobre a Família na Geriatria e na Gerontologia Brasileiras: ecos dos dilemas da multidisciplinaridade. Revista Brasileira de Ciências Sociais. São Paulo, v.15, n.43, 2000.

IBGE. Sala de Imprensa. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 2013.

ISAYAMA, H. F.; GOMES, C. L. Lazer e as fases da vida. In: MARCELLINO, N. C. Lazer e sociedade: múltiplas relações. Campinas: Editora Alínea, 2008.

KALACHE, A. Envelhecimento no contexto internacional: a perspectiva da Organização Mundial de Saúde. Anais... do I Seminário Internacional sobre Envelhecimento Populacional: uma agenda o final do século. Brasília: Ministério da Previdência e Assistência Social e Secretária da Assistência da Assistência Social, 1996.

MARCELLINO, N. C. Estudos do Lazer: uma introdução. Campinas: Autores Associados, 2012.

MARCELLINO, N. C. Lazer e Educação. 11.ed. Campinas: Papirus, 2004

MARTINS, R. M. L. Os idosos e as actividades de lazer. Millenium, n.38, jun., 2010.

MARTINS, L. C. X.; LEGAY, L. F.; LEON, A. C. M. P. Atividade física e qualidade de vida em adultos mais velhos em Copacabana. Revista Brasileira de Qualidade de Vida, v.4, n.2, 2012.

MAZO, G. Z. et al. Atividade física e o idoso: Concepção Gerontológica. Porto Alegre: Sulina, 3. ed., 2009.

MELO, V. A. Sobre lazer, recreação e animação cultural: apontamentos (ou à busca de um espírito). Revista Eletrônica Nacional de Educação Física, v.1, n.1, p.11-20, 3 fev., 2011.

MELO, V. A.; ALVES JUNIOR, E. D. Introdução ao lazer. Barueri: Manole, 2012.

MESQUITA, P. F. B. A. Disposições para um novo envelhecimento: reflexões sobre ser velho na contemporaneidade. Geriatria & Gerontologia, v.5, n.1, p.46-51, 2011.

MORI, M. C.; SILVA, L. F. Lazer na terceira idade: desenvolvimento humano e qualidade de vida. Motriz - Rio Claro - v.16, n.4, out./dez 2010.

NASCIMENTO, E. S.; FERNANDES, J. L.; MOURA, T. N. B.; SANTIAGO, M. L. E. Atividades de Lazer e seus Conteúdos Culturais em Centros de Convivência e Fortalecimento de Vínculos. Licere, Belo Horizonte, v.22, n.2, 2019.

NERI, M. C. Renda, consumo e aposentadoria: evidências, atitudes e percepções. In: NERI, A. L. (org.). Idoso no Brasil: vivências, desafios, e expectativas na terceira idade. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, Edições SESC, 2007.

OLIVEIRA, F. A.; PIRAJÁ, W. C.; SILVA, A. P.; PRIMO, C. P. F. Benefícios da Prática de Atividade Física Sistematizada no Lazer de Idosos. Licere, Belo Horizonte, v.18, n.2, jun. 2015.

OMS. Escritório Regional para as Américas da Organização Mundial da Saúde. OPA/OMS, 2013.

PITILIN, E. B. et al. Fatores associados às atividades de lazer de idosos residentes na zona rural. Revista Brasileira Enfermagem. Brasília, v.73, supl. 3, e20190600, 2020.

QUEIROZ, H. C. A.; CHAVES, F. J.; Alves C. Formação e intervenção do profissional no lazer: um estudo de caso de um projeto social no interior do Estado de São Paulo. Revista Eletrônica Nacional de Educação Física, v.6, n.7, 2016.

RIBEIRO, J. A. B. et al. Adesão de idosos a programas de atividade física: motivação e significância. Revista Brasileira Ciência Esporte, Florianópolis, v.34, n.4, p.969-984, out./dez. 2012.

RODRIGUES, M. C. O lazer do idoso: barreiras a superar. Revista Brasileira Ciência e Movimento, v.10, n.4, 2002.

SANTANA, N. C. G.; LIMA, I. M. S. O. A nova velhice do provedor. Dossiê - o final da vida no século XXI. Mediações, Londrina, v.17 n.2, p. 181-195, jul./dez. 2012.

SCHWARTZ, G. M. O conteúdo virtual: contemporizando Dumazedier. Licere, Belo Horizonte, v.2, n.6, p.23-31, 2003.

SIMÕES, R. Corporeidade e terceira idade: a marginalização do corpo idoso. Piracicaba: Ed. Unimep, 1998.

SOUZA JUNIOR, R. O.; DEPRA, P. P.; SILVEIRA, A. M. Efeitos da hidroginástica com exercícios dinâmicos em deslocamento sobre o equilíbrio corporal de idosos. Fisioterapia e Pesquisa, São Paulo, v.24, n.3, p. 303-310, set. 2017.

SOVA, R. Hidroginástica na Terceira Idade. São Paulo: Manole, 1998.

TEIXEIRA, R. V. et al. Fatores que levam os idosos a prática da hidroginástica. Motricidade, Ribeira de Pena, v.14, n.1, p. 175-178, maio, 2018.

TEIXEIRA, C. S.; PEREIRA, E. F.; ROSSI, A. G. A hidroginástica como meio para manutenção a qualidade de vida e saúde do idoso. Acta Fisiátrica, v.14, n.4, 2007.

Publicado

2021-02-25

Como Citar

DIDONI, A. M. .; PIASSALONGA, M. C. .; CORRÊA, E. A. IDOSO E LAZER: CONTRIBUIÇÕES DE ATIVIDADES RECREATIVAS NO MEIO AQUÁTICO PARA MELHORIA DA QUALIDADE DE VIDA. Revista Eletrônica Nacional de Educação Física, v. 11, n. 16, p. 27 - 44, 25 fev. 2021.

Edição

Seção

Artigos