Chamada para Dossiês

11.05.2021

Educação, Escola & Sociedade, periódico editado pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual de Montes Claros (PPGE/Unimontes), organizará, durante o ano de 2021, três dossiês. Os artigos serão publicados ao longo do ano pelo formato rolling pass (publicação contínua).

Dossiê — Educação, Saberes Tradicionais e Populares

Busca agregar artigos que explorem reflexões que compreendam os processos educativos e educacionais, também os escolares, e os saberes tradicionais e populares. Consoante com os objetivos do grupo de pesquisa GEDECO-ETNOPO, este número especial abarca desde as Pedagogias Decoloniais (WALSH, 2015) e os “regimes de conhecimento indígenas — não só dos povos originários, ameríndios, mas, também, das comunidades tradicionais —, como também as denominadas pelo grupo, de alternativas epistemológicas, observando os processos educativos e educacionais do teatro, das religiões, do rito, do cinema, da literatura” (HORÁCIO, 2021).

Esse dossiê é uma iniciativa do GEDECO-ETNOPO (Grupo de Pesquisa para uma Educação Decolonial PluriEtnoPopular), coordenado pelo Prof. Heiberle H. Horácio e pela Prfa. Nelcira Durães, integrado por mestrandas e mestrandos do PPGE, além de ter a colaboração da professora Mônica Amorim, uma das organizadoras do dossiê. O organizador convidado, Prof. Élcio Cechetti, além de ser professor do Mestrado em Educação da Unochapecó, é membro do Grupo de Pesquisa SULEAR (Educação Intercultural e Pedagogias Decoloniais na América Latina — Unochapecó), parceiro do GEDECO-ETNOPO. 

Prazo de envio dos artigos para o dossiê Educação, Saberes Tradicionais e Populares: 15 de maio, com previsão de publicação até julho 2021.

Editores convidados: Prof. Dr. Heiberle H. Horácio (PPGE/Unimontes), Profa. Dra. Mônica Amorim (PPGE/Unimontes) e Prof. Dr. Élcio Cechetti (PPGE/Unochapecó).

Dossiê — Protestantismo e Educação no Brasil e na América Latina

Busca reunir artigos que discutam as ações educacionais protestantes no Brasil e na América Latina, considerando a relação dessa vertente do cristianismo com a educação escolar desde a Reforma Protestante do Século XVI, sob a influência de Martinho Lutero e João Calvino, e suas influências na consolidação da Pedagogia do século XVII e nos diversos contextos onde a fé protestante se instalou. O dossiê tem como objetivo ampliar as discussões referentes às práticas educativas protestantes no Brasil e na América Latina, oriundas das missões norte americanas e outras vertentes em diferentes períodos.

Prazo para envio dos artigos para o dossiê Protestantismo e Educação no Brasil e na América Latina: 5 de julho, com previsão de publicação até outubro de 2021.

Editores convidados: Profa. Dra. Shirley Almeida (PPGE/Unimontes), Prof. Dr. José Normando (PPGE/Unimontes) e Prof. Dr. Wendell Lessa Vilela Xavier (IFNMG)

Dossiê — Privatização da Educação Brasileira: ações mercantis e financeiras na definição das políticas públicas

Incursões privadas na educação brasileira, historicamente recorrentes, vêm alçando espaços cada vez mais significativos, constituindo expressivas vigência e capilaridade após a reforma do Estado brasileiro, nos anos 1990, quando intensificaram-se as propostas e ações privadas e público-privadas no âmbito das políticas públicas educacionais, de natureza e contornos cada vez mais acentuados e heterogêneos.

Sobre esse percurso histórico, este dossiê discute as formas de privatização pelas vias da gestão, currículo, formação de professores, oferta de cursos, adoção de sistemas de apostilamento, consultorias jurídicas, administrativas e pedagógicas sobre todos os níveis e etapas da educação destinadas a alunos, professores e gestores. Analisa a captação de recursos e a propaganda midiática em torno da filantropia e da solidariedade social de empresas e da concentração de forças em torno da constituição hegemônica do projeto mercantil na escola pública. Problematiza a ação híbrida das parcerias na estruturação das formas de viver e pensar o mundo. Apreende a programação, o monitoramento e a avaliação das ações na educação pública. Dimensiona a ação do movimento privatista dos setores empresarial e financeiro, nacional e internacional, no âmbito do Estado capitaneando espaços e vozes como definidores de políticas públicas.

Novo prazo de envio dos artigos para o dossiê A privatização da Educação Brasileira: 31 de outubro, com previsão de publicação até dezembro de 2021.

Editoras convidadas: Profa. Dra. Maria Vieira Silva (PPGE/UFU) e Profa. Dra. Úrsula Adelaide de Lélis (PPGE/Unimontes)

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _

Sobre o trâmite de avaliação das propostas submetidas, embora os autores possam submeter à apreciação da Educação, Escola & Sociedade quantos artigos desejarem, cada autor só poderá ter um artigo efetivamente publicado por dossiê proposto, seja como autor ou coautor.

Os textos devem ser submetidos diretamente pelo(s) autor(es) na plataforma OJS da revista.  As normas para elaboração dos artigos e o template estão disponíveis neste link.

No Passo 1 do processo de submissão online, o(s) autor(es) deve(m) escolher a Seção Dossiê com o respectivo tema para que o artigo seja encaminhado aos editores convidados. Caso não haja essa identificação, o artigo passará pelo processo de avaliação regular da revista.

A revista Educação, Escola & Sociedade continuará recebendo artigos por fluxo contínuo.