Os armazéns de secos e molhados e a câmara municipal da cidade de Irati-PR, 1907-1920

The grocery warehouses and the city hall of the city of Irati-PR, 1907-1920

Autores

  • Neli Maria Teleginski Universidade Federal do Paraná (UFPR)
  • Valter Martins Universidade de São Paulo (USP)

Palavras-chave:

armazéns de secos e molhados, Irati-PR, comércio de abastecimento, código de posturas municipais

Resumo

Entre 1907 e 1920 a cidade de Irati, no Parana, teve editados dois c6digos de posturas que buscaram definir os contornos de seu incipiente espaco urbano. A chegada da ferrovia acelerou o processo de povoamento da regiao atraindo muitos imigrantes, principalmente eslavos. 0 desenvolvimento das atividades agricolas e extrativas da madeira e da erva mate das florestas nativas motivou o estabelecimento de um grande niimero de armazens de secos e molhados na cidade e seu interior. Ansiando desenvolver o quadro urbano do entao jovem municipio os vereadores buscaram concentrar as atividades comerciais na cidade. Para tanto, criaram impostos elevados para concessao de licenca aos estabelecimentos comerciais situados fora dela. Esse artigo tem como objetivo analisar momentos da disputa entre vereadores e comerciantes. Os primeiros, buscando controlar e concentrar o comercio. Os segundos, buscando liberdade para se dispersarem em busca das melhores oportunidades de negócio.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Neli Maria Teleginski, Universidade Federal do Paraná (UFPR)

Universidade Federal do Parana — UFPR. Mestranda em História. Bolsista da Coordenacdo de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nivel Superior — CAPES.

Valter Martins, Universidade de São Paulo (USP)

Doutor em História Social pela USP.

Referências

CARDOSO, Jayme Antonio e WESTPHALEN, Cecilia Maria. Atlas Historic° do Parana. Curitiba: Livraria do Chain Editora, 1986.

LEVI, Giovani. A heranca imaterial: trajetoria de urn exorcista no Piemonte do seculo XVII. Rio de Janeiro: Civilizacao Brasileira, 2000.

NADALIN, Sergio Odilon. Parana: ocupacao do territorio, populacao e migrações. Curitiba: SEED, 2001.

OLIVEIRA, Maria Luiza Ferreira de. Entre a casa e o armazem: relacOes sociais e experiencias da urbanizacao: Sao Paulo, 1850-1900: Alameda, 2005.

ORREDA, Jose Maria. Juvenal Ferreira de Camargo: o poeta da Vila. Irati: 0 Debate, 1999.

PEREIRA, Magnus Roberto de Mello. A forma e o podre: das agendas da cidade de origem portuguesa nas idades medieval e moderna. Tese (Doutorado em Historia). UFPR. Curitiba,1998.

SANTOS, Antonio Cesar de Almeida. Codigo de Posturas Municipais. In: PEREIRA, Magnus Roberto de Mello (org.) Posturas Municipais — Curitiba, Ponta Grossa, Castro. Decadas de 1820 a 1860. Vol. 1. Curitiba: Aos Quatro Ventos, 1998.

______Semeando iras rumo ao progresso: (ordenamento juridico e econômico da Sociedade Paranaense, 1829-1889). Curitiba: Ed. da UFPR, 1996.

RAMOS, Jair de Souza. 0 poder de domar do fraco: construcao de autoridade e poder tutelar na politica de povoamento do solo nacional. Niter6i: Editora da Universidade Federal Fluminense, 2006.

ROLNIK, Raquel. A cidade e a lei: legislacao, politica urbana e territorios na cidade de Sao Paulo: Sao Paulo: Studio Nobel: FAPESP, 1997.

SOUZA, Maria Angela de Almeida. Posturas do Recife Imperial. Tese (Doutorado em Historia). Universidade Federal de Pernambuco. Recife, 2000.

Downloads

Publicado

2011-07-01

Como Citar

Teleginski, N. M. ., & Martins, V. . (2011). Os armazéns de secos e molhados e a câmara municipal da cidade de Irati-PR, 1907-1920: The grocery warehouses and the city hall of the city of Irati-PR, 1907-1920. Revista Caminhos Da Historia, 16(2), 87–100. Recuperado de https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/caminhosdahistoria/article/view/3296

Edição

Seção

Dossiê