O intendente e a cidade: modernização e urbanização em Campo Grande (1921-1923)

The quartermaster and the city: modernization and urbanization in Campo Grande (1921-1923)

Autores

  • Márcia Pereira Silva Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” - UNESP/campus de Franca
  • Carlos Alexandre Barros Trubiliano Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” - UNESP/campus de Franca

Palavras-chave:

Intendência, Urbanização, Mato Grosso, Modernização

Resumo

Entre 1921 e 1923, Campo Grande, hoje capital de Mato Grosso do Sul, passou por profundas transformaciies sociais e economicas, motivadas pela chegada do progresso atraves dos trilhos da Noroeste do Brasil (1914) e a vinda de significativo contingente de migrantes. Diante do cenario de rapid° crescimento populacional e ampliacao das relacOes comerciais, as elites locais, no anseio de incorporar a cidade ao mundo moderno e demarcar o espaco dos "filhos da terra" e dos "paus rodados", procuraram remodelar a urbes introduzindo, na tradicional paisagem de "povoado de uma rua so", elementos urbanisticos convencionalmente chamados de operacOes de embelezamento e saneamento. Nesse sentido, objetivo dense trabalho é discutir algumas reformas urbanisticas realizadas durante a intendencia do Dr. Arlindo de Andrade Gomes, responsavel pela remodelação da paisagem, (re)criando uma nova simbologia para cidade e seus habitantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Márcia Pereira Silva, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” - UNESP/campus de Franca

Professora Assistente da Universidade Estadual Paulista campus de Franca.

Carlos Alexandre Barros Trubiliano, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” - UNESP/campus de Franca

Doutorando em História pela Universidade Estadual Paulista campus de Franca. Bolsista Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP).

Referências

ANDRADE FILHO, Persio (et. al.). Serie Campo Grande - Personalidades. Campo Grande. Arquivo Historic° de Campo Grande, 2000.

ARRUDA, Angelo Marcos Vieira de. A casa em Campo Grande: Mato Grosso do Sul, 1950-2000. Revista Arquitextos, no 36, maio de 2003.

ARRUDA, Gilmar. "A Ferrovia Noroeste do Brasil: o Ultimo trem para o sertao". Cadernos de Estudos Urbanos. Campo Grande: Conselho Regional de Construtores de Imoveis, n° 3, 1995.

ARRUDA, Gilmar. "A Ferrovia Noroeste do Brasil: o Ultimo trem para o sertao". Cadernos de Estudos Urbanos. Campo Grande: Conselho Regional de Construtores de Imoveis, n° 3, 1995.

BERMAN, Marshall. Tudo que é solid° desmancha no ar: a aventura da modernidade. Sao Paulo, Companhia das Letras, 1997.

BOURDIEU, Pierre. 0 poder simbolico. Lisboa: Difel, 1989. Campo Grande - 100 anos de Construed°. Campo Grande: Matriz Editora, 1999.

CARVALHO, J. M. de. Os bestializados: o Rio de Janeiro e a Republica que nao foi. Sao Paulo: Companhia das Letras, 1987.

DURAND, Gilbert. A Imaginaedo Simbolica. Sao Paulo: Cultrix, 1982

FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir: nascimento da prisio. 20a edicao. Petropolis: Vozes, 1999. A verdade e as formas juridicas, "Cadernos da PUC/ RJ", serie Letras e Artes, 6/74, n° 16, 1984.

GALETTI, Lylia S. G. Nos confins da civilizaedo: sertao, fronteira e identidade nas representaedes sobre Mato Grosso. Tese (Doutorado em Historia) USP, Sao Paulo. 2000.

GANELIE, Luisa Santana. Higienismo na cidade de SAo Paulo no seculo XIX: Memorias sobre temas urbanos. Anais do XV Encontro de Iniciacao Cientifica da PUC-Campinas. SP. 2010.

GARDIN, Cleonice. Campo Grande entre o Sagrado e o Profano. Campo Grande: UFMS. 1999.

GOMES, Arlindo de Andrade. 0 Municipio de Campo Grande — 1921. Campo Grande: 1922.

GOMES, William. Dicionario Cuiabanes. Cuiaba, 2000.

HARVEY, David. Condicao Pos-moderns. Sao Paulo: Loyola, 1993.

MACHADO, Paulo Coelho. Arlindo de Andrade - Primeiro Juiz de Direito de Campo Grande. Campo Grande: Tribunal de Justica, 1988.

NAGLE, Jorge. Educacao e sociedade na Primeira Republica. 2. ed. Sao Paulo: DP&A, 2001.

QUELUZ, Gilson. Concepcoes de ensino tecnico na Republica Velha (1909-1930). Curitiba: Cefet-Parand, 2000.

RAGO, Margareth. Do cabare ao lar: a utopia da cidade disciplinar (1890-1930). Sao Paulo: Paz e Terra, 1987.

RUBIM, Rezende. Reservas de Brasilidade. SP: Cia Editora Nacional, 1939.

SA ROSA, Maria da Gloria. Memoria da cultura e da educacao em Mato Grosso do Sul. Campo Grande: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, 1990.

SERRA, Ulisses. Camalotes e guavirais. 2 ed. Campo Grande: Tribunal de Justica de Mato Grosso do Sul, 1989.

SEVCENKO, Nicolau. "Introducao. 0 preltidio republicano, astticias da ordem e ilusoes do progresso", pp. 7-48, (Org.), Historia da vida privada no Brasil, Republica: da Belle Epoque a era do radio. Sao Paulo, Companhia das letras, 1998, Vol. 3.

Downloads

Publicado

2011-07-01

Como Citar

Pereira Silva, M. ., & Barros Trubiliano, C. A. . (2011). O intendente e a cidade: modernização e urbanização em Campo Grande (1921-1923): The quartermaster and the city: modernization and urbanization in Campo Grande (1921-1923). Revista Caminhos Da Historia, 16(2), 59–70. Recuperado de https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/caminhosdahistoria/article/view/3294

Edição

Seção

Dossiê