Lima Barreto e a "reconstrução" da cidade do Rio de Janeiro: uma análise histórica do romance Vida e Morte de M. J. Gonzaga de Sá

Lima Barreto and the "reconstruction" of the city of Rio de Janeiro: a historical analysis of the novel Vida e Morte by M. J. Gonzaga de Sá

Autores

  • Carlos Alberto Machado Noronha Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS)
  • Rinaldo Cesar Nascimento Leite Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS)

Palavras-chave:

Lima Barreto, literatura, Rio de Janeiro, modernização

Resumo

A partir da obra literária de Lima Barreto, especialmente o romance Vida e Morte de M.J. Gonzaga de Sá, é apresentada uma percepção diferente do espaço urbano do Rio de Janeiro, entao capital da República brasileira, no contexto das intervenções urbanas. Enquanto a modernização da cidade privilegiava a reforma do centro, Lima Barreto recorria à escrita para criticar esse processo, utilizando a estratégia de apresentar as zonas e fronteiras da cidade ignoradas pelos reformadores. Comprometido com o princípio da literatura militante, Lima Barreto fez, da sua escrita, um espaço de oposição aos ideais modernizadores característicos do início do século XX, assimilados, inclusive, por outros escritores da época.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Alberto Machado Noronha, Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS)

Mestre em Histeria pela Universidade Estadual de Feira de Santana.

Rinaldo Cesar Nascimento Leite, Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS)

Doutor em História (PUC-SP); Professor do Programa de Pas-Graduação em História da UEFS.

Referências

BARBOSA, Francisco de Assis. A vida de Lima Barreto. 5 ed. Rio de Janeiro: Livraria Jose Olimpio, 1975. (Colecao Documentos Brasileiros).

BARRETO, Lima. Mario Intimo: memorias. 2 ed. Sao Paulo: Brasiliense, 1961a.

______. Vida e morte de M. J. Gonzaga de SA. 2 ed. Sao Paulo: Brasiliense, 1961b.

BENCHIMOL, Jaime. Reforma urbana e Revolta da Vacina na cidade do Rio de Janeiro. In: FERREIRA, Jorge & DELGADO, Lucilio. 0 Brasil Republicano: o tempo do liberalismo excludente: da proclamacao da republica a revolução de 1930. Rio de Janeiro: Civilizacao Brasileira, 2003, p. 233-286.

BILAC, Olavo. Vossa insolencia. Sao Paulo: Companhia das Letras, 1996.

BORGES, Maria Eliza Linhares. Representacoes do Brasil Moderno para ler, ver ouvir no circuito dos Museus Commerciais Europeus, 1906 a 1908. Revista Historia (online), Sao Paulo, V. 26, N. 2, 2007. Disponivel em: www.scielo.br/pdf/his Acesso em: 13 dez. 2008.

CALVINO, Italo. As cidades invisiveis. 2 ed. Companhia das Letras, 2006.

CERTEAU, Michel de. A invencao do cotidiano: artes de fazer. 3 ed. Petropolis: Vozes, 1998.

GERSON, Brasil. Historia das ruas do Rio: e de sua lideranca na historia política do Brasil. 5 ed. Rio de Janeiro: Lacerda Ed., 2000.

LINS, Osman. Lima Barreto e o espaco romanesco. Sao Paulo: Cultrix, 1976.

MACHADO, Maria Cristina Teixeira. Lima Barreto: um pensador social na Primeira Republica. Goiania: Ed. Da UFG; Sao Paulo: Edusp, 2002.

MARTINS, Ana Luiza & LUCA, Tania Regina de. Imprensa e Cidade. Sao Paulo: UNESP, 2006.

PEIXOTO, Afranio. A Esfinge. 12 ed. Sao Paulo: Clube do Livro, 1978.

PESAVENTO, Sandra Jatahy. 0 imaginario da cidade: visoes literarias do urbano. 2 ed. Porto Alegre: UFRGS, 2002

PINHEIRO, Eloisa Petti. Europa, Franca e Bahia: difusao e adaptacao de modelos urbanos (Paris, Rio e Salvador). Salvador: EDUFBA, 2002.

SEVCENKO, Nicolau. Literatura como missao: tensOes sociais e criacao cultural na Primeira Republica. 2 ed. Sao Paulo: Companhia das Letras, 2003. (org.) Historia da vida privada no Brasil. Volume 3. Sao Paulo: Companhia das Letras, 1998.

Downloads

Publicado

2011-07-01

Como Citar

Machado Noronha, C. A. ., & Nascimento Leite, R. C. . (2011). Lima Barreto e a "reconstrução" da cidade do Rio de Janeiro: uma análise histórica do romance Vida e Morte de M. J. Gonzaga de Sá: Lima Barreto and the "reconstruction" of the city of Rio de Janeiro: a historical analysis of the novel Vida e Morte by M. J. Gonzaga de Sá. Revista Caminhos Da Historia, 16(2), 43–58. Recuperado de https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/caminhosdahistoria/article/view/3293

Edição

Seção

Dossiê