[1]
C. Maria Ferreira, “O movimento sindical brasileiro nos anos 2000: hegemonia neodesenvolvimentista e perda de combatividade”, SeSo em Perspectiva, vol. 2, nº 2, p. 73–92, jan. 2020.