SERVIÇO SOCIAL, SAÚDE MENTAL E O APOIO ÀS FAMÍLIAS

Autores

  • THARCÍSIO BARBOSA DE SOUZA PRATES
  • TATHIANE PARAISO DA SILVA PRATES
  • ELLEN CRISTIANE BORGES MARTINS

Resumo

O presente trabalho busca discutir o cuidado com a família dos pacientes atendidos nas instituições de saúde mental pós reforma psiquiátrica no Brasil. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica onde buscou-se embasamentos necessários para a consecução das análises. A ênfase na família se dá pelo fato desses serem os principais cuidadores, onde a realidade socioeconômica e cultural brasileira, muitas vezes não permite o que se espera da reforma psiquiátrica. Portanto, a rede e os equipamentos de saúde disponíveis para atender esse paciente devem atentar-se na importância que os membros familiares têm no tratamento e posteriormente na convivência e socialização desses no meio familiar e em sociedade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BISNETO, José Augusto. Serviço Social e Saúde Mental: uma análise institucional da prática. São Paulo: Cortez, 2007.

Brasil. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Secretaria Nacional de Assistência Social. Política Nacional de Assistência Social – PNAS. 2004.

BRAVO, M. I. Políticas brasileiras de Seguridade Social: Saúde. In. Capacitação em Serviço Social e política social. Módulo 3. Brasília: UNB-CEAD, 2000., p. 103-116.

BRAVO, Maria Inês Souza; MATOS, Maurílio Castro de. Reforma Sanitária e Projeto ÉticoPolítico do Serviço Social: Elementos para o Debate. In: Saúde e Serviço Social BRAVO, M. I. S et alli (Orgs). São Paulo: Cortez; Rio de Janeiro: UERJ, 2004.

CARDOSO, Lucilene; GALERA, Suely Aparecida F. O cuidado em saúde mental na atualidade. Revista enfermagem USP. 2009. São Paulo –SP.

Gonçalves AM, Sena RR. A reforma psiquiátrica no Brasil: contextualização e reflexos sobre o cuidado com o doente mental na família. Rev. Latino-americana Enfermagem. 2001. Disponivel em <www.eerp.usp.br/rlaenf> acesso dia 25 de fevereiro de 2017.

ROSA, Lúcia. Transtorno Mental e o cuidado na família. São Paulo: Cortez, 2003.

SANTIN, Gisele; KLAFKE, Teresinha Eduardes. A família e o cuidado em saúde mental.Barbaroi, Santa Cruz do Sul , n. 34, p. 146-160, jun. 2011 . Disponível em <http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S010465782011000100009&lng=pt&nrm=iso>. acessos em 07 mar. 2018.

VASCONCELOS, Eduardo Morão. Desafios políticos no campo da saúde mental na atual conjuntura: uma contri buição ao debate da IV Conferência Nacional. São Paulo: Hucitec, 2010.

VASCONCELOS, Eduardo Mourão. O movimento de higiene mental e a emergência do Serviço Social no Brasil e no Rio de Janeiro. Serviço Social e Sociedade. São Paulo: Cortez, 2000.

Downloads

Publicado

2020-03-17

Como Citar

BARBOSA DE SOUZA PRATES, T. ., PARAISO DA SILVA PRATES, T. ., & CRISTIANE BORGES MARTINS, E. . (2020). SERVIÇO SOCIAL, SAÚDE MENTAL E O APOIO ÀS FAMÍLIAS. Revista Serviço Social Em Perspectiva, 2(Especial), 392-402. Recuperado de https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/sesoperspectiva/article/view/993

Edição

Seção

Comunicação Oral - Estado e Políticas Sociais